18 de junho de 2009

Quatro títulos populares de Elba voltam às lojas

Por conta dos 30 anos de carreira fonográfica de Elba Ramalho, a Universal Music - gravadora que detém em seu acervo os álbuns da fase de maior popularidade da cantora - relança quatro títulos da coerente discografia da intérprete. Alegria (1982), Coração Brasileiro (1983), Do Jeito que a Gente Gosta (1984) e Fogo na Mistura (1985) já tinham sido reeditados em CD em 1993 na Série Colecionador, mas, além de vir sem a arte gráfica dos LPs originais, as reedições pecaram pela remasterização infeliz, que deixou o som chapado e estridente. Nas lojas ainda neste mês de junho de 2009, as atuais reedições passaram por novo processo de masterização e preservam a arte gráfica dos encartes originais.

32 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Por conta dos 30 anos de carreira fonográfica de Elba Ramalho, a Universal Music - gravadora que detém em seu acervo os álbuns da fase de maior popularidade da cantora - relança quatro títulos da coerente discografia da intérprete. Alegria (1982), Coração Brasileiro (1983), Do Jeito que a Gente Gosta (1984) e Fogo na Mistura (1985) já tinham sido reeditados em CD em 1993 na Série Colecionador, mas, além de vir sem a arte gráfica dos LPs originais, as reedições pecaram pela remasterização infeliz, que deixou o som chapado e estridente. Nas lojas ainda neste mês de junho de 2009, as atuais reedições passaram por novo processo de masterização e preservam a arte gráfica dos encartes originais.

18 de junho de 2009 10:24  
Blogger TATIANA SÁ said...

Adorei!!!
Vou procurar.. ela é maravilhosa e merece esse relançamento.
O último álbum dela está muito envolvente e eu arrisco dizer que um dos melhores da sua carreira.

Valew

18 de junho de 2009 10:42  
Anonymous Anônimo said...

Adorei a notícia.
AMEI esta fase da Elba. Assisti aos shows, comprei todos os discos, me diverti à beça.
Será emocionante reviver tudo isso.

18 de junho de 2009 10:44  
Anonymous Anônimo said...

Ótima notícia Mauro!

18 de junho de 2009 10:57  
Anonymous Léo said...

Antes tarde do que nunca! Esses discos mereciam reedições caprichadas e informativas, como essas que estão por vir. Alegria e Coração Brasileiro, na minha opinião, são os melhores discos da Elba, e os outros dois também são ótimos!

Agora resta torcer para que os outros títulos da Elba na Universal também sejam reeditados!

18 de junho de 2009 11:44  
Anonymous Anônimo said...

que delicia , os de 84 e 85 eu nunca tinha conseguido em cd.

18 de junho de 2009 11:48  
Anonymous Anônimo said...

Eita saudade dessa fase da Elba. Elba é a única cantora do mundo que piorou depois que melhorou. Hoje, sem sombra de dúvidas, sua voz está muito mais educada e correta... mas por isso mesmo perdeu aquela pungência agreste que a fazia tão original. Elba canta melhor hoje em dia, mas perdeu muito de sua força.

18 de junho de 2009 11:52  
Anonymous Anônimo said...

Ótimo, comprarei! Deviam relançar todos os vinis!

Quando vão relançar a obra de Gal e de Bethânia?

18 de junho de 2009 13:40  
Anonymous mauricio said...

ahhh eu quero todosssssss

18 de junho de 2009 13:40  
Anonymous Anônimo said...

Bom, lembro que fizeram sucesso. E me lembro de ter visto o show do album alegria no Rio.Mas para mim era ja a separação.Espero que saiam os 3 primeiros no capricho também.Dos que estão saiando talvez compraria o de capa azul,talvez.Para mim os melhores evidentemente são os iniciais.Principalmente o segundo eo terceiro.

18 de junho de 2009 14:52  
Anonymous Anônimo said...

11.52..........penso exatamente como vc.

18 de junho de 2009 15:32  
Anonymous Anônimo said...

Tomara que BMG/Sony Music siga o exemplo e relance os 3 discos de Elba que eles detêm os direitos: Ave de Prata, Capim do Vale e Elba-1981 (único nunca lançado em CD).
E tomara tb que a Universal recoloque em catálogo os demais que só sairam na chique mas malacabada Série Colecionador.

18 de junho de 2009 18:03  
Anonymous Anônimo said...

Eu já tinha cantado a bola no "post" de Bethânia participando em "Tecnomacumba". Tem na Livraria Cultura em pré-venda. Já comprei os 4 E QUERO O RESTO.
Que Papai-do-Céu continue iluminando a Universal (pré-falida) Music.
E além de Elba há muito a relançar.

18 de junho de 2009 18:17  
Anonymous Léo said...

"Quando vão relançar a obra de Gal e de Bethânia?"

Anônimo, TODA a obra da Bethânia foi relançada em 2006, em CDs remasterizados.

Poderiam fazer o mesmo com a da Gal.

18 de junho de 2009 18:31  
Anonymous Anônimo said...

Elba sabe ser lírica, sabe ser agreste, sabe ser leve, sabe ser pesada. Não confundam maturidade com mais ou menos talento.

18 de junho de 2009 18:49  
Anonymous Anônimo said...

Léo, a de Gal também - tanto na Universal como na BMG. TENHO TODOS E COMPREI HÁ UNS 2 ANOS ATRÁS NA MODERN SOUND AQUI NO RIO. Não sei é se ainda está disponível.

18 de junho de 2009 19:06  
Anonymous Anônimo said...

Já tinha comprado quando o tal anônimo aí deu a informação, mas fico feliz em saber sobre a capa, a ficha-técnica, a remasterização. Brigadú, Mauro.

18 de junho de 2009 20:37  
Anonymous Anônimo said...

Léo, dá uma olhada no "site" da CD Point que a discografia tá lá inteirinha - pelo menos a da Universal.

18 de junho de 2009 21:05  
Anonymous Léo said...

Sim, a discografia da Gal na Universal já foi reeditada em CD. Mas foi há mais de 10 anos, portanto sem o cuidado q houve nas reedições da Bethânia. O áudio dos Cds "Água Viva" e "Canta Caymmi", por exemplo, são sofríveis. Acho q merecem uma reedição mais digna.
O mesmo vale para a discografia da Elis.

18 de junho de 2009 22:46  
Anonymous lina said...

Esta é a fase de Elba que realmente curti. Era adolescente, nascida e criada em S.Paulo, fiquei chapada com aquele som e aquela voz completamente novos. Assisti alguns mega espetáculos aqui em sampa e depois fui descurtindo na medida em que ela foi baixando o tom.
Não gosto da Elba lírica, tampouco romântica. Gosto do rascante de sua voz (cada vez mais distante). Melhor para ela que deve estar mais zen, não? Euzinha continuo em febre...

19 de junho de 2009 00:01  
Anonymous Anônimo said...

Emanuel Andrade disse...

Não sei o que impede o Ave de Prata e o da capa azul, que tem Temporal e Cajúina de serem relançados. Dois discos espetaculares. Nunca me canso de ouví-los.

19 de junho de 2009 00:10  
Anonymous Anônimo said...

Emanuel o Ave de Prata já foi relançado, só falta o Elba de 81(capa azul).

19 de junho de 2009 07:56  
Anonymous Anônimo said...

Dou o maior valor para a coerência da carreira de Elba. Algo só encontrado em raros artistas brasileiros, como Bethânia.
Aliás, as duas são as grandes artistas de palco que temos por aqui.
Elba é carismática, estilosa, graciosa, e consegue manter uma incrível elegância cênica, mesmo com a vassourinha do frevo na mão.
Gostaria de ter toda sua discografia em minha casa (embora tb prefira sua fase mais hard core)

19 de junho de 2009 08:31  
Anonymous Anônimo said...

Já não era sem tempo, finalmente um relançamento digno de Elba.

19 de junho de 2009 11:14  
Anonymous Anônimo said...

IMPERDÍVEIS. Só resta esperar os próximos relançamentos. O de 81 (capa azul) é o mais aguardado (Sony). Na Universal ainda falta o de Montreux/82 (com Toquinho e Moraes Moreira) - que traz a versão ao vivo de Bate Coração (dois prum lado, dois pro outro...). Como dormem essas gravadoras!...

19 de junho de 2009 19:42  
Anonymous Anônimo said...

Léo, consultei meus CDs e as reedições que comprei são de 2006.

19 de junho de 2009 20:16  
Anonymous Anônimo said...

De fato Emanuel, Ave de Prata e Capim do Vale foram relançados sim - com péssimas artes gráficas, sem ficha-técnica e sem letras, bem ao estilo da Sony. Falta mesmo é seu último trabalho na gravadora, de 1981.

19 de junho de 2009 20:18  
Anonymous jsf said...

Este disco de 81 é um dos mais fracos da discografia de Elba (muito malhado, inclusive, na época do lançamento). Feito nas coxas...sabe aquelas coisinhas de última hora para faturar em cima do sucesso momentâneo???

Arranjos babaquésimos, o (razoável) repertório não deu conta de salvar o naufrágio. Elba praticamente ignora este disco que soa como um hiato entre o anterior e o subsequente.

Algumas das canções do repertório Elba usou (aos poucos) nos espetáculos que apresentou nos 80 e que foram, realmente, gloriosos.

20 de junho de 2009 09:37  
Anonymous Anônimo said...

JSF, aqui você bate-bola com fã, com colecionador. E esta "raça" - na qual me incluo - não quer saber destes detalhezinhos não. Honestamente a arte-gráfica; ficha-técnica, encarte com letras preocupa mais. COISA DE FÃ - E COLECIONADOR - AQUELES QUE PAGAM FORTUNAS EM SEBOS QUANDO ACHAM AQUELE DISCO DO SEU ARTISTA. VAI ENTENDER...

20 de junho de 2009 12:05  
Anonymous Anônimo said...

Adoro o disco de Elba de 81 (capa azul): Temporal, Amanhã Eu Vou, Dono dos Teus Olhos, Oitava, O Pedido, Lua Viva, Aquarela Nordestina, Vem (Ser Navegador), Cajuína e Eu Queria.
Não creio que Elba considere esse disco desprezíve, hava vista a presença constante de 7 das 10 músicas em suas coletâneas. Alguma coisa aproveitável deve ter. Para mim, pessoalmente, é um disco excelente e eu gostaria muito de tê-lo em formato digital. Agora é a hora da BMG soltá-lo, no embalo dos 30 anos de carreira de Elba. E os outros 2 tb (Ave de Prata e Capim do vale-este o melhor de toda a discografia dela) com encartes completos.

21 de junho de 2009 08:16  
Blogger bob1506 said...

Adorei esta notícia pois os tenho em vinil. Eu sou fã da Elba desde de que tinha 2 anos, minha mãe dizia que eu cantava a música Bate coração direto. Todos meus aniv sempre ganhava lp dela e nas festas Juninas da época do colégio dava sempre Elba na cabeça, como: Toque da Sanfona, Toque de fole, Boca do Balão, Mexe mexe funga funga, Folia Brasileira. Na época da reedição em cd colecionador, não os comprei justamente por não ser fiel a arte gráfica do vinil. Tomara que o preço seje razoavel.

22 de junho de 2009 00:56  
Anonymous Anônimo said...

Nossa geração tem muito a agradecer a papais e mamães de bom gosto. Era "Mel" toda hora; era "Gal Tropical" toda hora; era "Elis, Essa Mulher" toda hora e por aí vai. Nossos filhos não terão a mesma sorte.

22 de junho de 2009 21:52  

Postar um comentário

<< Home