18 de junho de 2009

Harvey e Parish experimentam entre rock e folk

Resenha de CD
Título: A Woman A Man
Walked by
Artista: PJ Harvey
& John Parish
Gravadora: Island
/ Universal Music
Cotação: * * *

Segundo álbum assinado por PJ Harvey com John Parish (compositor e produtor de vários discos da artista), A Woman a Man Walked by é trabalho de caráter experimental e de difícil digestão. É preciso paciência para entrar no universo particular (por vezes confuso...) da música apresentada por Parish (Harvey entra com as letras e com a voz) num mix de folk e rock com elementos de blues. Há baladas de contorno folk que são mais assimiláveis à primeira audição - casos de Leaving California e, sobretudo, de The Soldier. Em contrapartida, Pig Will Not ostenta tosco acabamento que remete até ao caos sonoro do punk entre gritos e ruídos. A confusão se instala de fato e em especial no tema instrumental The Crow Knows Where All The Little Children Go, acoplado à faixa-título de textura bluesy. Para ouvidos mais impacientes, o primeiro álbum dividido por Harvey com Parish - Dance Hall at Louse Point, editado em 1996 - vai soar bem superior. Ainda assim, há alguma beleza por trás do caos que rege A Woman a Man Walked by. E, justiça seja feita, com ou sem John Parish, PJ Harvey nunca faz o que se espera dela. Isso é bom.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Segundo álbum assinado por PJ Harvey com John Parish (compositor e produtor de vários discos da artista), A Woman a Man Walked by é trabalho de caráter experimental e de difícil digestão. É preciso paciência para entrar no universo particular (por vezes confuso...) da música apresentada por Parish (Harvey entra com as letras e com a voz) num mix de folk e rock com elementos de blues. Há baladas de contorno folk que são mais assimiláveis à primeira audição - casos de Leaving California e, sobretudo, de The Soldier. Em contrapartida, Pig Will Not ostenta tosco acabamento que remete até ao caos sonoro do punk entre gritos e ruídos. A confusão se instala de fato e em especial no tema instrumental The Crow Knows Where All The Little Children Go, acoplado à faixa-título de textura bluesy. Para ouvidos mais impacientes, o primeiro álbum dividido por Harvey com Parish - Dance Hall at Louse Point, editado em 1996 - vai soar bem superior. Ainda assim, há alguma beleza por trás do caos que rege A Woman a Man Walked by. E, justiça seja feita, com ou sem John Parish, PJ Harvey nunca faz o que se espera dela. Isso é bom.

18 de junho de 2009 22:01  

Postar um comentário

<< Home