6 de novembro de 2009

Caetano ganha 10º Grammy Latino por Zii e Zie

Caetano Veloso - visto à direita em foto de Fernanda Young - faturou um dos principais prêmios do 10º Grammy Latino, cuja festiva cerimônia de entrega aconteceu na noite de quinta-feira, 5 de novembro de 2009, em Las Vegas (EUA). O artista brasileiro levou o troféu de Melhor Álbum de Cantor Compositor por conta de Zii e Zie (2009). Caetano - que não foi à cerimônia no Mandalay Bay Resort & Casino - foi premiado também com o Grammy Latino de Melhor Vídeo Musical Edição Longa pelo DVD Roberto Carlos e Caetano Veloso e a Música de Tom Jobim (2008). O 10º Grammy Latino foi dominado pela dupla portorriquenha Calle 13, que faturou os cincos prêmios que disputava, inclusive o de Álbum do Ano (Los de Atrás Vienen Conmigo) - categoria em que concorria Ivan Lins pelo CD ao vivo gravado com a big-band holandesa The Metropole Orchestra - e o de Gravação do Ano (No Hay Nadie Como Tú, feita com o grupo Cafe Tacvba). Já nas categorias dedicadas exclusivamente a artistas brasileiros os vencedores foram NX Zero (Álbum de Rock, por Agora), Roupa Nova (Álbum Pop Contemporâneo, por Em Londres), Martinho da Vila (Álbum de Samba / Pagode, por O Pequeno Burguês), Ivan Lins (Álbum de MPB, pelo CD gravado com a The Metropole Orchestra), Lenine (Canção Brasileira, por Martelo Bigorna) e Elba Ramalho (Álbum de Raízes Brasileiras - Regional e Tropical, por Balaio de Amor), entre outros artistas.

20 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Caetano Veloso - visto à direita em foto de Fernanda Young - faturou um dos principais prêmios do 10º Grammy Latino, cuja cerimônia de entrega aconteceu na noite de quinta-feira, 5 de novembro de 2009, em Las Vegas (EUA). O artista brasileiro levou o troféu de Melhor Álbum de Cantor Compositor por conta de Zii e Zie (2009). Caetano - que não foi à cerimônia no Mandalay Bay Resort & Casino - foi premiado também com o Grammy Latino de Melhor Vídeo Musical Edição Longa pelo DVD Roberto Carlos e Caetano Veloso e a Música de Tom Jobim (2008). O 10º Grammy Latino foi dominado pela dupla portorriquenha Calle 13, que faturou os cincos prêmios que disputava, inclusive o de Álbum do Ano (Los de Atrás Vienen Conmigo) - categoria em que concorria Ivan Lins pelo CD ao vivo gravado com a big-band holandesa The Metropole Orchestra - e o de Gravação do Ano (No Hay Nadie Como Tú, feita com o grupo Cafe Tacvba). Já nas categorias dedicadas exclusivamente a artistas brasileiros os vencedores foram NX Zero (Álbum de Rock, por Agora), Roupa Nova (Álbum Pop Contemporâneo, por Em Londres), Martinho da Vila (Álbum de Samba / Pagode, por O Pequeno Burguês), Ivan Lins (Álbum de MPB, pelo CD gravado com a The Metropole Orchestra), Lenine (Canção Brasileira, por Martelo Bigorna) e Elba Ramalho (Álbum de Raízes Brasileiras - Regional e Tropical, por Balaio de Amor), entre outros artistas.

6 de novembro de 2009 09:58  
Anonymous Anônimo said...

O Mauro foi o único que não registrou o Prêmio Especial Conquistas de toda uma vida a nossa Rainha do Samba, Beth Carvalho.
Salve ela! HISTÓRIA DISCOGRÁFICA IMPECÁVEL NA MPB! Bola fora, Mauro! Abs

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

6 de novembro de 2009 10:20  
Anonymous Anônimo said...

Viva Beth Carvalho!
Salve Daniela Mercury que encerrou a festa de maneira ímpar. Ela abriu um pouco mais a porta para os Brasileiros na festa.....Já que o Grammy é o premio mais importante da música mundial, sempre se fará necessária a presença de artistas brasileiros nos shows e nas principais premiações.A imprensão que dá é que o vasto mundo da música Latina não é tão grande diante da imperiosidade e qualidade da Musica Popular Brasileira.


Leandro,

6 de novembro de 2009 12:08  
Anonymous Dirce said...

Caetano não é cafona, como uns e outros. Fez bem em não comparecer à entrega desse prêmio. Tacky, tacky, tacky...

6 de novembro de 2009 12:39  
Anonymous Dirce said...

Pensando melhor: cursi, cursi, cursi...

6 de novembro de 2009 12:41  
Blogger Aline said...

Não sou fã do Calle 13, mas tenho que admitir que o disco Los de atras Vienen Conmigo é, musicalmente, muito bom. As letras são fortes, algumas descambam para a simples grosseria, eles não poupam esforços em suas críticas sociais. No Hay nadie como tú é mais light e conta com o valioso reforço do Café Tacuba, é deliciosa.

Bebe concorreu com uma canção, espero que o disco Y Punto seja lembrado na próxima premiação.

Eu daria um gramofone para a Orquestra Contemporânea de Olinda e pro Skank E tomava o do Ivan Lins e dava pro Zeca Baleiro... E já indicaria Isaar pra 2010, assim como Móveis Coloniais de Acaju. E Ludov, Maria Gadu e Céu.

E um último comentário-desabafo: nxzero é a casa que caiu.

6 de novembro de 2009 13:40  
Anonymous Anônimo said...

Eu fiquei acordado até às 03:30 e a Lorena Calábria nada de falar da Beth também. Sabem me dizer se comentaram algo? (Aparecer eu sei que não, pois a premiação dela foi no dia anterior) Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

6 de novembro de 2009 15:44  
Anonymous Diogo ! said...

Não sou fã do Calle 13, mas tenho que admitir que o disco " Los de atras Vienen Conmigo " é, musicalmente, muito bom. (2)

Eles estão estourados na América Latina - exceto no Brasil, claro. Gravaram com Café Tacuba ( " No Hay nadie como tú " ),Mercedes Sosa ( a bela " Cancion para un niño en la calle " ),Juanes (" Esto Con Eso " ) e com Ruben Blades ( " La perla " onde citam o Brasil ).

A apresentação deles foi sensacional.Merecido sim os 5 Grammys Latinos !!!

Um abraço a todos
BRASIL ?! PRESENTE !!

" ... tengo los mejores paisajes del cielo, tengo una neverita repleta de cerveza con hielo ... "

6 de novembro de 2009 16:50  
Anonymous Diogo ! said...

Me surpreendi com as vitórias de Caetano. Não que não mereça mas é que ele concorria com o guatemalteco Ricardo Arjona - fã de MPB - que era o favorito!

6 de novembro de 2009 16:54  
Anonymous Diogo ! said...

Vale ressaltar também :

1 A PhD brasileira,Sônia Rubinsky,pianista radicada nos EUA, levou o Grammy latino de Melhor Álbum de Música Clássica por " Vila-Lobos: Piano Music – Guia Prático, Albums 10 &11/Suite Infantil 1& 2. "


2 - Ivete Sangalo que concorria em 4 categorias não ganhou nada ...


3 - Daniela Mercury se saiu bem no encerramento da festa. Apesar do medley desconexo onde só faltou " Garota de Ipanema " , " Guantanamera " e " Besame Mucho " ... rsrsrsrs ...

4 - E os Grammys de Mercedes Sosa,Omara Portuondo, Laura Pausini e da madrinha Beth Carvalho.

6 de novembro de 2009 17:04  
Anonymous Anônimo said...

Diogo,


Labamba também!!!!

6 de novembro de 2009 18:08  
Blogger Márcio said...

Parabéns a todos, vitoriosos e concorrentes, mas a verdade é que o Grammy Latino me parece ter pouca ou nenhuma importânica. Fico com a impressão de que ele foi criado apenas para reduzir o número de categorias (e consequentemente a duração do tempo do programa transmitido na tv) do Grammy original.

6 de novembro de 2009 19:07  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, legal a conquista do Caetano com o "Zii e Zie"( já havia acontecido com o "Cê", tb merecido, gostei de ambos, mais do Cê). Queria saber se o Grammy que ele ganhou com o Livro" ( disco espetacular) foi na mesma categoria ( álbum latino) pois, se me lembro, parece que era outra categoria. E a música do Lenine ( Martelo e Bigorna) é sensacional.

6 de novembro de 2009 20:34  
Anonymous Diogo ! said...

Mauro, se me permite, responderei o anônimo das 20:34 ...

Caetano Veloso tem 7 Grammys Latinos.É o brasileiro com maior número de Grammy Latino.

No ano 2000 ganhou o Grammy Latino de " Melhor Album de MPB " por LIVRO. Meses antes ganhou o Grammy(Americano) de " Melhor Album de World Music " pelo mesmo LIVRO.


PS : Em 2003 foi indicado ao Grammy Latino na categoria de " Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro " por LIVE IN BAHIA mas perdeu para os Tribalistas.

PS 2 : Ano passado perdeu para Seu Jorge ( " América Brasil - O DISCO " ) na categoria de " Melhor Album de MPB ".Caetano concorreu com o seu CÊ - AO VIVO.



Um abraço
Diogo Santos

7 de novembro de 2009 00:52  
Anonymous Anônimo said...

Me espantou o teor da bobagem dita pelo Caetano em relação ao Lula.
Totalmente anti-tropicalista.
Totalmente de menos.

7 de novembro de 2009 04:27  
Anonymous Anônimo said...

Parabéns Laura !!!

Cadê a resenha de " Primavera Antecipada " ? Cadê ??

7 de novembro de 2009 12:20  
Anonymous Anônimo said...

Diogo,quantos premios desses tem Bethânia ?

7 de novembro de 2009 18:52  
Anonymous Anônimo said...

Amo Calle 13

BRASIL ?! PRESENTE !!(2)

hehehehehe

quem assistiu sabe o quê é isso ?

7 de novembro de 2009 20:34  
Anonymous Diogo ! said...

Nenhum.

Nesses 10 anos Maria Bethânia acumula muitas indicações mas nunca ganhou um Grammy Latino. PS:Acho que ela nem se preocupa com isso ...

Mas,Moogie Canazio levou ano passado o Grammy Latino de " Melhor Álbum em Engenharia de Gravação " por ' Dentro do Mar Tem Rio '.

8 de novembro de 2009 22:43  
Anonymous Anônimo said...

[ Anônimo 20:34]:Obrigado, Diogo, valeu!

Gde abraço!

11 de novembro de 2009 00:25  

Postar um comentário

<< Home