17 de junho de 2009

Leve, Krall saúda o Rio e a Bossa Nova em DVD

Resenha de DVD
Título: Live in Rio
Artista: Diana Krall
Gravadora: Verve /
Eagle Vision / ST2
Cotação: * * * *

É uma tomada de Santa Teresa, bairro da região central do Rio de Janeiro (RJ), que abre o DVD em que Diana Krall saúda não somente a Bossa Nova, mas o próprio Rio de Janeiro - celebrado nas imagens (quase todas típicas de cartão postal) inseridas entre os números do show captado em 1º de novembro de 2008 na casa carioca Vivo Rio (RJ). Walk on By (tema de Burt Bacharach e Hal David), por exemplo, é introduzida no DVD com imagens de pedestres caminhando numa rua do Centro da cidade que gestou a Bossa Nova. Esta propriamente dita aparece na abordagem reverente de So Nice - a versão em inglês do Samba de Verão (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle) - na qual se percebe que o toque do piano de Krall tem leveza condizente com a Bossa Nova. Nem mesmo as cordas opulentas que adornam números como Ev'ry Time We Say Goodbye (Cole Porter) tiram a leveza dessa gravação que reafirma a classe de Diana Krall, hábil na feitura de um jazz de contorno pop. Filmado em alta definição para ser editado também em blu-ray, ainda não disponível no mercado brasileiro, o show resulta sedutor no DVD Live in Rio, transcorrendo coeso, num tom similar ao do CD de estúdio Quiet Nights. Krall celebra Tom Jobim (1927 - 1994) - de quem canta Este seu Olhar com português cheio de sotaque - e João Gilberto, cuja gravação de S'Wonderful no emblemático álbum Amoroso (1977) fez com que a cantora canadense aprendesse a apreciar a Bossa Nova, como a própria Diana Krall conta orgulhosa na seção Conversations dos extras, entre tomadas das belezas naturais do Rio de Janeiro. S'Wonderful, a propósito, integra o roteiro de Live in Rio em arranjo de Claus Ogerman, o mesmo que orquestrou o registro inspirador de João. Nos extras é exibido também o clipe promocional de The Boy from Ipanema, feito com esses postais cariocas que enfatizam a paixão da artista pela cidade que, para os fãs da Bossa Nova, vai ser sempre maravilhosa. E o Rio continua lindo na visão embevecida de Diana Krall - como mostra seu DVD.

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

É uma tomada de Santa Teresa, bairro da região central do Rio de Janeiro (RJ), que abre o DVD em que Diana Krall saúda não somente a Bossa Nova, mas o próprio Rio de Janeiro - celebrado nas imagens (quase todas típicas de cartão postal) inseridas entre os números do show captado em 1º de novembro de 2008 na casa carioca Vivo Rio (RJ). Walk on By (tema de Burt Bacharach e Hal David), por exemplo, é introduzida no DVD com imagens de pedestres caminhando numa rua do Centro da cidade que gestou a Bossa Nova. Esta propriamente dita aparece na abordagem reverente de So Nice - a versão em inglês do Samba de Verão (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle) - na qual se percebe que o toque do piano de Krall tem leveza condizente com a Bossa Nova. Nem mesmo as cordas opulentas que adornam números como Ev'ry Time We Say Goodbye (Cole Porter) tiram a leveza dessa gravação que reafirma a classe de Diana Krall, hábil na feitura de um jazz de contorno pop. Filmado em alta definição para ser editado também em blu-ray, ainda não disponível no mercado brasileiro, o show resulta sedutor no DVD Live in Rio, transcorrendo coeso, num tom similar ao do CD de estúdio Quiet Nights. Krall celebra Tom Jobim (1927 - 1994) - de quem canta Este seu Olhar com português cheio de sotaque - e João Gilberto, cuja gravação de S'Wonderful no emblemático álbum Amoroso (1977) fez com que a cantora canadense aprendesse a apreciar a Bossa Nova, como a própria Diana Krall conta orgulhosa na seção Conversations dos extras, entre tomadas das belezas naturais do Rio de Janeiro. S'Wonderful, a propósito, integra o roteiro de Live in Rio em arranjo de Claus Ogerman, o mesmo que orquestrou o registro inspirador de João. Nos extras é exibido também o clipe promocional de The Boy from Ipanema, feito com esses postais cariocas que enfatizam a paixão da artista pela cidade que, para os fãs da Bossa Nova, vai ser sempre maravilhosa. E o Rio continua lindo na visão embevecida de Diana Krall - como mostra seu DVD.

17 de junho de 2009 14:29  
Anonymous Anônimo said...

GRande intérprete e com certeza deve ter feito uma belíssima homenagem ao Brasil. Será sempre bem vinda.

17 de junho de 2009 17:39  

Postar um comentário

<< Home