12 de abril de 2010

'Chico Violão' rebobina cancioneiro de Buarque

Após revisitar o repertório de Antonio Carlos Jobim (1927 - 1994) no CD Jobim Violão, Arthur Nestrovski se volta para o cancioneiro de Chico Buarque em Chico Violão, disco editado pela gravadora Biscoito Fino neste mês de abril de 2010. As 15 músicas foram formatadas em arranjos para violão solo. Com obras-primas como Tatuagem (1973), Beatriz (1983) e Futuros Amantes (1993), a seleção de Nestrovski abrange período que vai de 1972 (Soneto) a 2005 (Embebedado e Porque Era Ela, Porque Era Eu - tema feito pelo compositor para a trilha sonora do filme A Máquina que foi lançado em disco na coletânea Chico no Cinema). Os arranjos ouvidos em Chico Violão são baseados nas partituras do livro Cancioneiro Chico Buarque, editado em 2008 pela Jobim Music. CD já está à venda.

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Após revisitar o repertório de Antonio Carlos Jobim (1927 - 1994) no CD Jobim Violão, Arthur Nestrovski se volta para o cancioneiro de Chico Buarque em Chico Violão, disco editado pela gravadora Biscoito Fino neste mês de abril de 2010. As 15 músicas foram formatadas em arranjos para violão solo. Com obras-primas como Tatuagem (1973), Beatriz (1983) e Futuros Amantes (1993), a seleção de Nestrovski abrange período que vai de 1972 (Soneto) a 2005 (Embebedado e Porque Era Ela, Porque Era Eu - tema feito pelo compositor para a trilha sonora do filme A Máquina que foi lançado em disco na coletânea Chico no Cinema). Os arranjos ouvidos em Chico Violão são baseados nas partituras do livro Cancioneiro Chico Buarque, editado em 2008 pela Jobim Music. CD já está à venda.

12 de abril de 2010 12:05  
Anonymous Anônimo said...

Como resolve-se a questão de um CD instrumental, que se diz ser sobre a obra de Chico Buarque (e somente dele), conter "Beatriz" cuja música foi composta por Edu Lobo.

Não entendo isso.

Juliana.

13 de abril de 2010 10:21  

Postar um comentário

<< Home