20 de julho de 2010

Som de Guerra junta latinidade, amor e política

Resenha de CD
Título: A Son de Guerra
Artista: Juan Luis
Guerra 4: 40
Gravadora: Capitol
/ EMI Music
Cotação: * * * 1/2

Nome tradicional da música latina, o artista dominicano Juan Luis Guerra faz o seu discurso social em A Son de Guerra - seu 11º álbum, gravado com o recorrente grupo 4:40 - sem atravessar as fronteiras de seu habitual mundo musical. Por mais que se ouça um breve rap em La Guagua, guaracha de tom politizado, o cantor apresenta mais do mesmo com seu padrão de qualidade. Entre merengues (No Aparecen e Apage y Vamonos) e reggae de pressão roqueira em que figura o astro colombiano Juanes (La Calle), o CD A Son de Guerra exalta o amor em Mi Bendicion, melodiosa bachata de tom romântico que se insinua como possível hit radiofônico do repertório autoral. Os metais em brasa do grupo 4:40 turbinam temas como Cayo Arena, tributo do artista à sua natal República Dominicana. Transitando tanto por salsa (Arregla los Papeles) como por ótimo mambo (Lola's Mambo, inspirado na cachorra do compositor e gravado com o trompetista de jazz Chris Botti), Juan Luis Guerra se permite até cantar música em inglês, Caribbean Blues, um tema menos inspirado, alocado como faixa-bônus neste álbum em que - sem inventar moda - o veterano artista faz o som que se espera dele, sem apelação e com a já provada competência.

6 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Nome tradicional da música latina, o cantor dominicano Juan Luis Guerra faz o seu discurso social em A Son de Guerra - seu 11º álbum, gravado com o recorrente grupo 4:40 - sem atravessar as fronteiras de seu habitual mundo musical. Por mais que se ouça um breve rap em La Guagua, guaracha de tom politizado, o cantor apresenta mais do mesmo com seu padrão de qualidade. Entre merengues (No Aparecen e Apage y Vamonos) e reggae de pressão roqueira em que figura o astro colombiano Juanes (La Calle), o CD A Son de Guerra exalta o amor em Mi Bendicion, melodiosa bachata de tom romântico que se insinua como possível hit radiofônico do repertório autoral. Os metais em brasa do grupo 4:40 turbinam temas como Cayo Arena, tributo do artista à sua natal República Dominicana. Transitando tanto por salsa (Arregla los Papeles) como por ótimo mambo (Lola's Mambo, inspirado na cachorra do compositor e gravado com o trompetista de jazz Chris Botti), Juan Luis Guerra se permite até cantar música em inglês, Caribbean Blues, um tema menos inspirado, alocado como faixa-bônus neste álbum em que - sem inventar moda - o veterano artista faz o som que se espera dele, sem apelação e com a já provada competência.

20 de julho de 2010 11:41  
Anonymous Diogo ! said...

Juan já é um dos maiores astros da música latina de todos os tempos. E dos mais amados também.

Além desse duo com Juanes, ele já duetou com Daniela Mercury,Ivete Sangalo,Nelly Furtado e Enrique Iglesias recentemente. Seus albuns " La Llave de mi corazon " de 2007 e " El Niagara en bicicleta " de 2000 são ótimos. E em 2007 ela já tinha se permitido cantar uma música em inglês (" Medicine for my soul ") ...


O dueto com Juanes - entrosados em " La Calle " - pode apresentá-lo aos mais jovens e a empolgante " Apaga y Vámanos " vai mesmo agradar aos fãs tradicionais do dominicano. Sem falar que " Lola´s Mambo " poderia figurar em qualquer album do Buena Vista Social Club.10!


PS: Não entendi a baixa cotação ( * * * )Mauro ?


Aquele abraço
Diogo Santos

20 de julho de 2010 12:32  
Blogger André Luís said...

Diogo, o álbum que você citou do Juan chama-se "Ni Es Lo Mismo Ni Es Igual" e é de 1998 (que contém a música "El Niagara en bicicleta").
Concordo com você e também acho que esse álbum merece uma cotação de 4 estrelas (****)!

20 de julho de 2010 21:47  
Anonymous Diogo ! said...

De fato André, recorri ao meu CD " Latin Grammy 2000 " pra comentar hoje, pela hora do almoço, e acabei confundindo tudo... rsrsrs


VOCÊ ESTÁ COBERTO DE RAZÃO,OBRIGADO!



Aquele abraço!
Diogo Santos

20 de julho de 2010 22:51  
Anonymous Anônimo said...

Bem que Ivete poderia convida-lo pro DVD de NY né Diogo?

23 de julho de 2010 18:42  
Blogger André Luís said...

Ouvindo melhor o álbum, não dou mais 4 estrelas, dou 5 estrelas fácil, fácil! Perfeito esse trabalho do Juan (mais um)!

29 de novembro de 2010 15:07  

Postar um comentário

<< Home