20 de agosto de 2009

Salmaso canta Chico ao vivo com áudio inédito

Bela música lançada por Chico Buarque em 1975, na trilha sonora da peça Gota d'Água, Flor da Idade foi incorporada ao longo de 2008 ao roteiro da turnê do show Noites de Gala, Samba na Rua - em que Mônica Salmaso aborda o repertório de Chico Buarque na companhia do grupo Pau Brasil. Flor da Idade não aparece no show registrado em março de 2008 e editado em DVD, mas está no CD Noites de Gala ao Vivo. É que o ótimo CD ora lançado pela gravadora Biscoito Fino apresenta áudio inédito, diferente da gravação lançada em vídeo. O segundo registro ao vivo foi feito em 3 de outubro de 2008 em apresentação do show no Teatro FECAP, em São Paulo (SP). A intenção da Biscoito Fino era aproveitar o áudio do DVD para editar um CD, mas Mônica Salmaso se opôs à ideia por considerar que, na ocasião, o CD soaria extremamente parecido com o álbum de estúdio de 2007. "Quando voltamos a São Paulo, o show que fazíamos tinha ganhado mudanças musicais consideráveis. Como nós já tínhamos feito mais de 80 shows em teatros diversos, os arranjos foram incorporando outras nuances, novidades e mais propriedade musical", argumenta Salmaso, com a autoridade de ser uma cantora criteriosa que se porta em cena como um músico.

27 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Bela música lançada por Chico Buarque em 1975, na trilha sonora da peça Gota d'Água, Flor da Idade foi incorporada ao longo de 2008 ao roteiro da turnê do show Noites de Gala, Samba na Rua - em que Mônica Salmaso aborda o repertório de Chico Buarque na companhia do grupo Pau Brasil. Flor da Idade não aparece no show registrado em março de 2008 e editado em DVD, mas está no CD Noites de Gala ao Vivo. É que o CD ora lançado pela gravadora Biscoito Fino apresenta áudio inédito, diferente da gravação lançada em vídeo. O segundo registro ao vivo foi feito em 3 de outubro de 2008 em apresentação do show no Teatro FECAP, em São Paulo (SP). A intenção da Biscoito Fino era aproveitar o áudio do DVD para editar um CD, mas Mônica Salmaso se opôs à ideia por considerar que, na ocasião, o CD soaria extremamente parecido com o álbum de estúdio de 2007. "Quando voltamos a São Paulo, o show que fazíamos tinha ganhado mudanças musicais consideráveis. Como nós já tínhamos feito mais de 80 shows em teatros diversos, os arranjos foram incorporando outras nuances, novidades e mais propriedade musical", argumenta Salmaso, com a autoridade de ser uma cantora criteriosa que se porta em cena como um músico.

20 de agosto de 2009 11:00  
Anonymous Anônimo said...

Olá,

Parabéns pelo Blog...gostaria de convidá-lo a visitar o nosso...minervapop@blogspot.com

Valeu!

Anselmo

20 de agosto de 2009 11:01  
Anonymous Anônimo said...

Maravilhosa!
Escolhe repertório com sabedoria e bom gosto.Conquistou o Brasil apenas pelo talento.

20 de agosto de 2009 11:28  
Anonymous Luc said...

A mesa posta de peixe, deixa um cheirinho da sua filha...

rsrsrs

20 de agosto de 2009 12:05  
Anonymous Sérgio said...

Não gosto dela. Ela canta com a emoção de um iceberg da antértida.

20 de agosto de 2009 13:11  
Anonymous Anônimo said...

É A MELHOR. OUÇAM E COMPROVEM.

E CANTANDO CHICO... COVARDIA!

20 de agosto de 2009 13:24  
Anonymous Anônimo said...

ADORO, AMO, VENERO, AJOELHO, BEIJO AS MÃOS, LAVO OS PÉS...

ESTA SENHORITA É UMA COISA DE OUTRO MUNDO. QUE VOZ! QUE BOM GOSTO! QUE TUDO!!!!!!!!!!!

20 de agosto de 2009 14:04  
Anonymous Anônimo said...

Fiquei curioso, Sérgio, se essa maravilha aí, como já disseram - e como! - não tem "emoção". Poderias citar o que seja emoção para você ?

PS: MÚSICA BREGA EU DISPENSO. DEIXA QUIETO.

20 de agosto de 2009 14:41  
Anonymous Anônimo said...

Adoro Moniquinha.

20 de agosto de 2009 14:58  
Anonymous Anônimo said...

Monica é muito competente, muito simpática, mas não ´me emociona nada. Tem a voz "dura" e sem suingue algum. Não gosto. É da mesma praia que a Selma Reis, que tem uma super voz , mas canta uma música igual a todas as outras.

20 de agosto de 2009 15:42  
Anonymous mauricio said...

quem quiser dormir é só ouvir a Salmaso,eita cantora sonolenta.

20 de agosto de 2009 17:16  
Anonymous Anônimo said...

Maravilhosa. Tenho todos os cds dela e esse ja comprei tambem. Monica cantando ao vivo é dos deuses. Esse CD retrata bem as apresentações dela. Tive a chance de assistir ao show e comprevei ao vivo que é uma das maiores cantoras do Brasil. Nota 10 para Monica e tudo que ela faz.

20 de agosto de 2009 18:03  
Anonymous Anônimo said...

Canto monocórdico !!

Tributo protocalar a obra de Chico !!


Pedro

20 de agosto de 2009 21:34  
Anonymous Anônimo said...

Emanuel Andrade disse..

A primeira vez que ouvi essa moça, percebi que aquilo sim, era algo de novo. E como a palavra maturidade é tudo de bom, ela é tudo e mais que isso. Merece respeito. E graças a Deus, já que a avalanche de cantoras continua multiplicando a mesmice, a enrolação até entre as chamadas estrelas, Mônica é a ponte para sair dessa fronteira de cantoras chatas. Não importa se cantando Chico ou Lupcínio, Tom Jobim ou Falcão, Mônica é luxo só. É música com trabalho e não garapa.

20 de agosto de 2009 22:53  
Anonymous Anônimo said...

Justamente por cantar Chico tem mais motivo para ter minha admiração. Além da beleza ÓBVIA do maior compositor (música e letra) do Brasil, não é uma escolha simples gravar quem já foi muito gravado. Por quê ? Devido às comparações de praxe de quem deveria era curtir o beleza de Francisco Buarque de Hollanda em mais uma voz que faz jus a sua obra.

Sempre melhor a fartura do que a economia.

20 de agosto de 2009 23:37  
Anonymous Anônimo said...

Eu não entendo esse povo que TENTA (mas não consegue) desqualificar o trabalho de uma cantora do gabarito de Mônica Salmaso com argumentos como os citados acima. Chata, sem suingue, sonolenta? Não é mais que dona Nana Caymmi, por exemplo, que é insenssada a todo instante. Como se todo cantor que tivesse que sair saracoteando pelo palco, suingasse as músicas ou tirasse o sono dos ouvintes aos gritos. Francamente o DEFEITO está é nos ouvintes em não perceber os fatos concretos: Mônica tem uma voz linda e singular, absolutamente precisa, um repertório de primeiríssima qualidade, sem falar que imprime sua própria interpretação a tudo que canta. Uma excelente cantora em todos os níveis. Quem não aprecia deveria se resumir a ficar calado pra não dizer besteira.

21 de agosto de 2009 09:30  
Anonymous Anônimo said...

Essas pessoas aqui são muito cômicas. Agora querem ditar o que é bom ou não, o que emociona ou não.... Eu tenho meus ouvidos e minha sensibilidade. Me emociono com algumas coisas e nem tanto com outras. Reconheço a afinação e o bom repertório de Monica. Mas seu canto não me toca. E não acho isso demérito algum. Fico feliz quem aprecia seu trabalho e que bom que seja assim. Acho seu canto realmente "duro" e sem maleabilidade, não quer dizer que eu quero que ela saia sambando ou gritando pelo palco, pois também não gosto de Daniela Mercury e Ana Carolina. Agora, colocarem na pista uma Nana, uma Gal, uma Bethania ou uma Roberta Sá, aí as coisas mudam de figura. Saio da frente e deixo as "moças" passarem...Debaixo de muitas palmas...

21 de agosto de 2009 09:51  
Anonymous Anônimo said...

Quem não ouve ou enxerga beleza - em todos os sentidos - em Mônica Salmaso precisa urgentemente "amolecer" coração e alma.

21 de agosto de 2009 11:26  
Anonymous Anônimo said...

Anônimo,9:30,é óbvio que Mônica Salmaso bebeu muito na fonte de Nana Caymmi.Então não precisa comparar a duas em possíveis detalhes depreciativos que na verdade são tolos.As duas são igualmente fantásticas.P.S.Ninguem nunca teve ou tem na MPB tanto suíngue para embalar uma balada como a Nana.

21 de agosto de 2009 11:35  
Anonymous Plava said...

Pelos cabelos de Bernette Epstein, entendam que Mônica Salmaso é um grande músico. Sua atuação depende d' e complementa a performance do Pau




Brasil.

21 de agosto de 2009 16:41  
Anonymous Anônimo said...

Traduzindo pessoal: Assim como Teresa Cristina que complementa e é parte importante do Grupo Semente, Mônica Salmaso complementa e é parte importante do grupo Pau-Brasil.

ENTENDIDO, TRADUZINDO E CONCORDADO.

21 de agosto de 2009 18:03  
Anonymous Anônimo said...

Anônimo das 11:35

Eu não disse que nana é má cantora, ao contrário, e gosto muito. O que eu acharia engraçado se não fosse irritante é que as mesmas pessoas que enxergam defeitos inexistentes em uma cantora como Mônica Salmaso (mas não só nela), incensam uma cantora como Nana caymmi, que teoricamente possui os mesmos defeitos ou outros piores.

Ou seja, na realidade trata-se apenas de pessoas que não conseguem enxergar nada além dos eternos medalhões ou que acham que seu gosto pessoal está acima de qualidade musical.

Carinhosamente, Anônimo das 9:30

22 de agosto de 2009 10:01  
Anonymous Anônimo said...

Anônimo,o que eu quis dizer é que as duas tem caracteristicas e qualidades muito semelhantes.Falam muito que a Nana estragou a voz porque fumou demais,que desafina muito,que jamais conseguiria cantar uma canção do dificílimo Guinga.Ai a gente escuta o último CD dela,ouve uma nobre e linda voz afinadíssima tirando de "Senhorinha" matizes inacreditávis e inesperados na maior facilidade...E ai?Abraços!

24 de agosto de 2009 15:50  
Anonymous Anônimo said...

E aí nada. A questão aqui não é o que Nana é capaz de fazer, são os defeitos que algumas pessoas vêm numa cantora perfeita como MÔnica Salmaso e não vêm em outras, as vezes nem tão perfeitas, como é o caso de Nana, que sim, desafina pra caramba, somente por devoção a velhos paradigmas, a velhos medalhões. Eu, particularmente, acho as duas grande(embora goste mais da Mônica e tenha achado o novo CD da Nana chato). Mas ambas são ótimas cantoras.

25 de agosto de 2009 00:42  
Anonymous Anônimo said...

O Anônimo é que esta vinculado ao maior dos paradigmas que é o da perfeição.Não concordo que Nana desafine pra caramba e nem que voce realmente goste dela o que é um direito seu.É infinitamente desprezível algum deslize dela nesse sentido,senão os maiores músicos desse país a rejeitariam ao invés de consagra-la a ponto de reverenciá-la.Todos querem trabalhar com ela.Agora talvez voce esteja se ligando apenas nos defeitos e principalmente em estigmas criados pelo preconceito aliado da competição.Acho que então escolheu a cantora errada para poder defender a Mônica Salmaso.Procure então uma que voce considere tão "perfeita" quanto ela ou que sigam esse conceito como primordial.

25 de agosto de 2009 10:05  
Anonymous Anônimo said...

Nãnãnã.

Concordo totalmente que o fato da Nana desafinar seja desprezível. O que quero dizer é que, assim como é desprezível o fato da Nana desafinar, é desprezível as possíveis falta de suingue, chatice ou que tais de Mônica Salmaso.

Sou uma pessoa que gosta de coisas absolutamente opostas, e a belza pode estar tanto numa cantora tecnicamente perfeita, como Mônica, como numa absolutamente intuitiva, como Clementina de Jesus.

Não estou questionando a Nana. Estou questionando pessoas que frisam defeitos (subjetivos) de uma, mas ignoram os defeitos (reais) de outra.

Em suma, ser chato, "tocar" alguém, são coisas que acontecem de forma diferente de pessoa para pessoa. O que importa é se o cantor ou cantora faz música de qualidade. E as duas fazem.

25 de agosto de 2009 13:07  
Anonymous Anônimo said...

MÔNICA SALMASO É A MELHOR VOZ SURGIDA NOS TRISTES ANOS 90 MAS ENCONTRAR QUALQUER DEFEITO NAS DIVAS DOS BONS TEMPOS COMO NANA, BETHÂNIA, GAL, SIMONE, ELIZETH, BETH... É PROFANAR A MPB.

E QUEREM SABER ? NARA LEÃO, QUE NÃO CANTAVA NADA, É UMA DIVA. UMA CANTORA TEM SEU VALOR POR DIVERSOS MOTIVOS, VOZ É UM DELES MAS NUNCA SERÁ O ÚNICO. (SE FOSSE ASSIM PROGRAMA DE CALOURO E BARZINHOS SERIAM SÓ UMA PASSAGEM EFÊMERA PARA O ESTRELATO).

QUEM BUSCA PERFEIÇÃO ENCONTRA É FRUSTRAÇÃO.

Anônimo, o poeta.

25 de agosto de 2009 13:22  

Postar um comentário

<< Home