2 de julho de 2009

Trecho de 'Brasileiro' com Latorraca e Maestrini

Prêmio da Música Brasileira - 22ª Edição
Rio de Janeiro (RJ) - Em 1974, Clara Nunes (1942 - 1983) estrelou ao lado do ator Paulo Gracindo (1911 - 1995) a segunda montagem de Brasileiro: Profissão Esperança, musical que entrelaça as obras de Antonio Maria (1921 - 1964) e Dolores Duran (1930 - 1959). O espetáculo lotou o Canecão durante meses no mesmo palco nobre onde os atores Ney Latorraca e Alessandra Maestrini reviveram trechos do espetáculo. Cantora de extensão vocal já exibida em musicais, Maestrini deu acento dramático às músicas dos compositores. Latorraca provocou risos com frases de Maria.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Prêmio da Música Brasileira - 22ª Edição
Rio de Janeiro (RJ) - Em 1974, Clara Nunes (1942 - 1983) estrelou ao lado do ator Paulo Gracindo (1911 - 1995) a segunda montagem de Brasileiro: Profissão Esperança, musical que entrelaça as obras de Antonio Maria (1921 - 1964) e Dolores Duran (1930 - 1959). O espetáculo lotou o Canecão durante meses no mesmo palco nobre onde os atores Ney Latorraca e Alessandra Maestrini reviveram trechos do espetáculo. Cantora de extensão vocal já exibida em musicais, Maestrini deu acento dramático às músicas dos compositores. Latorraca provocou risos com frases de Maria.

2 de julho de 2009 10:03  
Anonymous Anônimo said...

Só de ter o Latorraca, já valeu à pena!!!

2 de julho de 2009 13:20  
Anonymous Anônimo said...

Alessandra Maestrini é que VALE A PENA. Ô TALENTO: CANTA, INTERPRETA, É MUITO BOA HUMORISTA E AINDA É BONITA!
Muito será sempre pouco para essa aí.

2 de julho de 2009 20:32  

Postar um comentário

<< Home