25 de maio de 2009

Altos e baixos de Manson em 'High End of Low'

Resenha de CD
Título: The High
End of Low
Artista: Marilyn Manson
Gravadora: Universal
Music
Cotação: * * *


Em seu sexto álbum, Eat me, Drink me (2007), Marilyn Manson baixou (um pouco) o tom e mostrou que os satânicos também amam. O peso estava mais nas letras sombrias - reflexos das dores provocadas pelo término de uma paixão - do que nos arranjos. Dois anos depois, Manson parece recuperar o ânimo em seu sétimo álbum de estúdio, The High End of Low, lançado nesta segunda-feira, 25 de maio de 2009. A primeira música, Devour, até engana com mandolim e um inicial clima acústico - até que, aos dois minutos e meio, a faixa subitamente adquire o tom pesado que pontua temas posteriores como Leave a Scar (de acabamento industrial) e Pretty as A. The High End of Low é um disco de altos e baixos que marca a retomada da parceria de Manson com o baixista Twiggy Ramirez. Não espere um petardo coeso como Mechanical Animals (1998), álbum de textura mais eletrônica. Contudo, Manson - fiel ao forjado caráter satânico - destila fúria e energia em temas irados como Arma-Goddamn-Motherfucking-Geddon, faixa turbinada com guitarras explosivas que remete aos momentos áureos do artista. O clima de terror esboçado em I Just to Look up Just to See Hall caberia bem em álbuns de bandas metaleiras. Já I Want to Kill You Like They Do in the Movies - música já disponibilizada antes do álbum - seduz pelo tom meio épico. Enfim, foi-se a (gótica) introspecção do inusitado álbum anterior. Embora mais previsível, The High End of Low é título que se ajusta com - algum... - peso à discografia do artista.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Em seu sexto álbum, Eat me, Drink me (2007), Marilyn Manson baixou (um pouco) o tom e mostrou que os satânicos também amam. O peso estava mais nas letras sombrias - reflexos das dores provocadas pelo término de uma paixão - do que nos arranjos. Dois anos depois, Manson parece recuperar o ânimo em seu sétimo álbum de estúdio, The High End of Low, lançado nesta segunda-feira, 25 de maio de 2009. A primeira música, Devour, até engana com mandolim e um inicial clima acústico - até que, aos dois minutos e meio, a faixa subitamente adquire o tom pesado que pontua temas posteriores como Leave a Scar (de acabamento industrial) e Pretty as A. The High End of Low é um disco de altos e baixos que marca a retomada da parceria de Manson com o baixista Twiggy Ramirez. Não espere um petardo coeso como Mechanical Animals (1998), álbum de textura mais eletrônica. Contudo, Manson - fiel ao forjado caráter satânico - destila fúria e energia em temas irados como Arma-Goddamn-Motherfucking-Geddon, faixa turbinada com guitarras explosivas que remete aos momentos áureos do artista. O clima de terror esboçado em I Just to Look up Just to See Hall caberia bem em álbuns de bandas metaleiras. Já I Want to Kill You Like They Do in the Movies - música já disponibilizada antes do álbum - seduz pelo tom meio épico. Enfim, foi-se a (gótica) introspecção do inusitado álbum anterior. Embora mais previsível, The High End of Low é título que se ajusta com - algum... - peso à discografia do artista.

25 de maio de 2009 10:29  
Anonymous Dirce said...

Lindooooooo!

25 de maio de 2009 18:31  
Anonymous Anônimo said...

Marilyn Manson é MARA!!

Você gosta dele né mauro!!
Eu também!!!

30 de maio de 2009 00:49  

Postar um comentário

<< Home