6 de fevereiro de 2009

Discos de Beth, Cauby e Ângela chegam ao CD

Primeiro (raro) álbum de Beth Carvalho, gravado em 1969, Andança ganha sua primeira edição nacional em CD quando seu lançamento completa 40 anos. A reedição integra uma coleção produzida por Thiago Marques Luiz para a EMI Music com títulos dos acervos das extintas gravadoras Odeon e Copacabana. Juntos também chegam ao formato digital discos raros de Alaíde Costa (Coração, 1976), Ângela Maria (Ângela de Todos os Temas, de 1970), Cauby Peixoto (Superstar, LP de 1972), João Nogueira (João Nogueira, 1972), Rosinha de Valença (Cheiro de Mato, 1976) e Taiguara (Fotografias, 1973), entre outros títulos inéditos em CD. A coleção chega às lojas ainda neste mês de fevereiro de 2009.

24 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Primeiro (raro) álbum de Beth Carvalho, gravado em 1969, Andança ganha sua primeira edição nacional em CD quando seu lançamento completa 40 anos. A reedição integra uma coleção produzida por Thiago Marques Luiz para a EMI Music com títulos dos acervos das extintas gravadoras Odeon e Copacabana. Juntos também chegam ao formato digital discos raros de Alaíde Costa (Coração, 1976), Ângela Maria (Ângela de Todos os Temas, de 1970), Cauby Peixoto (Superstar, LP de 1972), João Nogueira (João Nogueira, 1972), Rosinha de Valença (Cheiro de Mato, 1976) e Taiguara (Fotografia, de 1973), entre outros títulos inéditos em CD. A coleção chega às lojas ainda neste mês de fevereiro de 2009.

6 de fevereiro de 2009 11:53  
Anonymous Felipe dos Santos Souza said...

Pois é: como disse Oliveira, de apedrejada nossa EMI está virando quase heroina!

E, já que o "Andança" de Beth é o carro-chefe da nova leva de relançamentos, eu pergunto ao caro Marcelo Barbosa: já não passou da hora da BMG recolocar em catálogo a já reeditada obra de dona Elisabeth?

Porque convenhamos: discos como "Mundo Melhor", "Nos Botequins da Vida", "De Pé no Chão" e "Beth Carvalho no Pagode" são obrigatórios em qualquer discoteca de música brasileira.

Fora os feras que fazem o acompanhamento. Alceu Maia, Wilson das Neves, todos os da percussão (Luna, Doutor, Gordinho, Ovídio), Luizão Maia - esse pra mim é Deus -, Neco... isso não é banda, é uma seleção brasileira de músicos!

6 de fevereiro de 2009 12:07  
Anonymous Anônimo said...

Opa, boa notícia !

6 de fevereiro de 2009 13:00  
Blogger Vladimir said...

Grande Thiago!!

Iniciativas como essa fazem com que a memória da MPB seja redescoberta para nós e principalmente para as futuras gerações. Pensar no resgate dessas obras, acima de qualquer interesse financeiro, já nos dá uma esperança que nem tudo está perdido!!

Parabéns

6 de fevereiro de 2009 13:04  
Anonymous Anônimo said...

Fala, Felipe! Está por dentro mesmo da rapaziada que cercava a Beth. Só para te informar que o nosso caríssimo crítico, Mr. Ferreira, foi o responsável pelo lançamento em cd de quase todos os títulos que você citou. Poderiam relançar novamente até porque eu não tenho dois! Sem contar os inéditos de Montreaux (87), o Coração Feliz de 84, e os discos da fase Philips/Polygram/Universal a partir do lp Alma do Brasil, de 88. SALVE A EMI! E eu ainda espero o relançamento de outros títulos (separados) como o Pandeiro e Viola, Canto por um novo dia e o Pra seu Governo. Grande abraço,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

6 de fevereiro de 2009 14:05  
Anonymous Anônimo said...

Esqueci de mencionar que esse é o único cd da Beth que não contém somente sambas (aliás, acho que não tem nenhum).
A partir de Canto por um novo dia (72) ela se entrega somente ao Sambão (saiu da EMI e fora para a Tapecar) pois, era considerada uma cantora de MPB somente.
A gravadora EMI já apostava em outras cantoras de samba(Clara Nunes e Elza Soares) mas Beth, insatisfeita pela persistência/intromissão da gravadora na escolha do seu repertório/ritmo, resolveu rescindir seu contrato com a EMI.
Mesmo assim o repertório não é dos piores, ainda mais pela comparação do início discográfico de outras cantoras de samba. Tem de Sentinela (Milton Nascimento) a Estrela do Mar (um grande sucesso de Dalva de Oliveira), sem contar, claro, um de seus maiores carros-chefes que dá nome ao disco. Abraços,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

6 de fevereiro de 2009 14:21  
Anonymous OLIVEIRA said...

É, seu Felipe, pode até esperar. Mas quer um conselho ? Fica de olho no site "Ventania" - sebo - onde encontrei os listados por você aí. O Problema é o preço. Não sai por menos de R$ 50,00 - e usado! (mas não tenho queixas quanto à qualidade - usados mas em boa forma - da mídia e da capa, contra-capa, etc.)

Abraços e torçamos para que a RCA também se candidate à heroína (o problema é que se juntou com a SONY...) Sei não.

6 de fevereiro de 2009 19:15  
Anonymous Anônimo said...

Oba! "Coração" da Alaíde Costa é sensacional! Vide sua versão para Pai Grande de Milton Nascimento.

6 de fevereiro de 2009 19:17  
Anonymous OLIVEIRA said...

Seu Marcelo, "Pandeiro e Viola", "Coração Feliz" e o "Ao Vivo em Montreux" TAMBÉM QUERO!!!!

"Canto por um Novo Dia" e "Pra Seu Governo" tente o sebo que citei também ou... aguarde.

Abraços.

6 de fevereiro de 2009 19:19  
Anonymous Anônimo said...

MAURO,
O DISCO FOTOGRAFIA JÁ NÃO SAIU TEMPOS ATRÁS NUMA CAIXA COM TRES CDS IMITANDO LPS ?

YMIRA, TAYRA, IPI DE TAIGURA, COM PARTICIPAÇÃO DE HERMETO QUE MERECIA UM RELANÇAMENTO A ALTURA DO GENIO QUE FOI O NOBRE COMUNISTA CHALAR DA SILVA

CARIOCA DA PIEDADE

6 de fevereiro de 2009 20:04  
Anonymous Anônimo said...

"Fotografias" nunca saiu em CD !

6 de fevereiro de 2009 20:10  
Anonymous OLIVEIRA said...

Carioca, é o MELHOR disco de Taiguara. Tiro certeiro!
Quanto ao "Fotografias" acho que é o primeiro relançamento em CD... acho.
Abraços.

6 de fevereiro de 2009 21:16  
Anonymous Anônimo said...

Valeu Oliveira! Mas eu os tenho em lp, queria em cd (novo). Abração,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

7 de fevereiro de 2009 10:43  
Anonymous Anônimo said...

Gente,
O disco do Taiguara tá Sariava Online, em Pré-Venda Por R$ 16,90

Carioca da Gema

7 de fevereiro de 2009 19:13  
Anonymous Anônimo said...

Os 2 únicos de Beth que nunca sairam em CDs são "Coração Feliz" e "Ao Vivo Em Montreux". Tenho todos os outros CDs dela e aguardo o dia em que a BMG resolva lançá-los em CD também. Torço para que um dia isso aconteça!

7 de fevereiro de 2009 23:47  
Anonymous ANTONIO said...

O Marcelo tá certo. É o único disco da Beth MPBista. NÃO TEM NEM PERFUME DE SAMBA. Mas não tem importância. ELA JÁ ERA UMA GRANDE INTÉRPRETE, O REPERTÓRIO É PERFEITO ("ANDANÇA" É ETERNA, AFINAL, ESTAMOS EM 2009 FALANDO NELA) E A RARIDADE JÁ VALE UM ESPAÇO DE OURO NA PRATELEIRA DE QUALQUER OUVINTE DE BOM GOSTO.
Viva Beth Carvalho!

PS: o de Taiguara também é 10! Só em trazer "Que as Crianças Cantem Livres". Quem não conhece tem de conhecer!!!!!!

8 de fevereiro de 2009 22:14  
Anonymous Anônimo said...

Abração, Antônio!

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

9 de fevereiro de 2009 09:42  
Anonymous Anônimo said...

Maravilha!
Abração, Marcelo

Luiz Leite - Belém/PA

9 de fevereiro de 2009 21:33  
Anonymous Anônimo said...

Fala, Luiz! Eu li o que você comentou sobre mim no orkut! Valeu! E salve ela!
Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

PS: Cidade maravilhosa aqui vou eu! A todos do blog um feliz carnaval! Tão cedo quero saber de computador!

10 de fevereiro de 2009 08:32  
Anonymous Anônimo said...

Graças! Esperei muito tempo pelo relançamento do disco da Rosinha de Valença! Alguém tem mais informações sobre os outros títulos desta coleção? Já vasculhei a internet e nada. A coleção tem algum título (tipo clássicos odeon)?
abraços
telmo

10 de fevereiro de 2009 12:44  
Anonymous Anônimo said...

Retificando: sobre a minha pessoa. Mim foi péssimo! Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

10 de fevereiro de 2009 13:09  
Anonymous Anônimo said...

Telmo,
Vai em sites como saraiva, modern sound o fnac e veja ou solicite tal informação. Eles com certeza tem.
O certo era a emi ter em seu site, mas aí já é pedir demais para uma gravadora convencional

carioca da piedade

11 de fevereiro de 2009 09:05  
Anonymous Anônimo said...

DISCOGRAFIAS de sambistas necessárias:

1. Benito Di Paula (saiu muita coisa num 2 em 1 incompletos; outros nunca sairam);

2. Roberto Ribeiro

3. Luiz Ayrão

4. Agepê

11 de fevereiro de 2009 20:27  
Anonymous OLIVEIRA said...

Tirando Roberto Ribeiro... "prefiro não comentar".

12 de fevereiro de 2009 18:32  

Postar um comentário

<< Home