6 de dezembro de 2008

Sony convoca Liminha para produzir Ana Cañas

Promessa não concretizada de grande revelação nacional de cantora em 2008, Ana Cañas vai continuar merecendo forte investimento da Sony BMG em 2009. A gravadora convocou Liminha para produzir o segundo álbum de Cañas. Radicada em São Paulo (SP), a cantora vai se mudar provisoriamente para o Rio de Janeiro (RJ), a partir de janeiro de 2009, para iniciar sob a batuta de Liminha a gravação do sucessor do equivocado Amor e Caos, lançado no fim de 2007 com um repertório (muito autoral) e um som que não traduziram o real potencial vocal da intérprete.
Vale lembrar que o percurso fonográfico de Canãs é similar ao seguido na mesma gravadora por Vanessa da Mata, cujo primeiro CD, Vanessa da Mata (2002), majoritariamente pilotado por Jaques Morelenbaum e Luiz Brasil (com colaboração de Liminha na produção da faixa Não me Deixe Só), arrancou justos elogios da crítica, mas não fez grande sucesso de público. Liminha foi então recrutado pela Sony BMG para pilotar sozinho o segundo álbum de Vanessa, Essa Boneca Tem Manual (2004), que, com uma sonoridade nitidamente mais pop, acabou estourando depois que o remix de Ai, Ai, Ai... emplacou na trilha sonora nacional da novela Belíssima (2005) e, logo na seqüência, bombou nas rádios. Resta saber se Cañas vai ter a mesma boa sorte (comercial) da colega ao seguir o manual pop da produção do Midas Liminha.

14 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Promessa não concretizada de grande revelação nacional de cantora em 2008, Ana Cañas vai continuar merecendo forte investimento da Sony BMG em 2009. A gravadora convocou Liminha para produzir o segundo álbum de Cañas. Radicada em São Paulo (SP), a cantora vai se mudar provisoriamente para o Rio de Janeiro (RJ), a partir de janeiro de 2009, para iniciar sob a batuta de Liminha a gravação do sucessor do equivocado Amor e Caos, lançado no fim de 2007 com um repertório (muito autoral) e um som que não traduziram o real potencial vocal da intérprete.
Vale lembrar que Vanessa da Mata também fez percurso fonográfico similar ao de Ana Canãs - e na mesma gravadora. O primeiro belíssimo álbum da artista, Vanessa da Mata (2002), arrancou merecidos elogios da crítica, mas não fez grande sucesso de público. Liminha foi então recrutado pela Sony BMG para pilotar o segundo álbum de Vanessa, Essa Boneca Tem Manual (2004), que, com sonoridade nitidamente mais pop, acabou estourando depois que o remix de Ai, Ai, Ai... emplacou na trilha sonora nacional da novela Belíssima (2005) e, logo na seqüência, bombou nas rádios. Resta saber se Ana Cañas vai ter a mesma boa sorte ao seguir o manual pop da produção de Liminha.

6 de dezembro de 2008 10:29  
Anonymous Anônimo said...

De todas as novas cantoras (marina de La Riva, Roberta Sá, Teresa Cristina, Paula Lima, Céu, Mariana aydar, Fabiana Cozza, Mariene de Castro - Sílvia Machete não conta), Ana cañas foi a que menos me empolgou. Não sei se por conta do repertório, mas achei aquele disco tão fraco.

6 de dezembro de 2008 10:37  
Anonymous Anônimo said...

Querido,
o primeiro álbum de Vanessa já tinha Liminha - inclusive como parceiro em algumas faixas, como "Case-se Comigo". Acho que o problema de Cañas é outro e não há Liminha que dê jeito. Veremos...

6 de dezembro de 2008 11:35  
Anonymous Anônimo said...

Como aqui é um espaço democrático, vou deixa minha opinião: essa garota é uma das piores cantoras que surgiu nos últimos anos. A forma como ela SE ACREDITA é impressionante. Ela acha que é diva aos 20 anos de idade; pelo menos é como ela se comporta no palco. Deplorável !

6 de dezembro de 2008 11:51  
Anonymous Anônimo said...

Puxa...tomara que dessa vez a coisa engrene!!A Ana é talentosíssimaaa!

6 de dezembro de 2008 14:35  
Anonymous Anônimo said...

Vi a entrevista dessa moça no Jo Soares e no Serginho Groisman, muito antipática. Artista p/ emplacar tem que ter no mínino CARISMA, coisa que essa garota não tem. Se acha a rainha da cocada, e o Liminha pode até ajudar, mas não faz milagres. Mudança de postura tem que vir de dentro!!!!!!!!!!!!!

6 de dezembro de 2008 16:58  
Anonymous Anônimo said...

Na minha modesta opinião, não achei o disco equivocado por conta das composições próprias.Pelo menos ela deu a cara pra bater.Acho essa atitude algo relevante.Tirando o "tributo-plágio" - Para Todas as Coisas - da canção Diariamente do Nando Reis (que realmente foi péssimo em todos os sentidos)tem coisas divertidas como Devolve Moço e A Ana.

6 de dezembro de 2008 18:28  
Anonymous Anônimo said...

Não vejo nada de mais na moça. Também não é um horror!
Nas mãos de Liminha, que realmente tem o "dom", sei não. Do fim dos anos 70 ao fim dos 80, o Ayrton Senna dos estúdios pouco errou. Isto é fato.

6 de dezembro de 2008 18:30  
Anonymous Anônimo said...

Pra mim, mais uma garota sem expressão que se acha cantora... o 1º disco é fraquíssimo! E de pensar que tem tanta gente melhor esperando uma chance...

7 de dezembro de 2008 00:12  
Anonymous Anônimo said...

Equivocada !

7 de dezembro de 2008 00:35  
Blogger Wagner Hardman Lima said...

Mauro, Vanessa da Mata estourou com o remix 'Não me deixe só' justamente no momento em que o 'Essa boneca tem manual' já estava no mercado.

O 'Ai, ai, ai' só pegou carona do 'Não me deixe só'. Se bem que o 'Ai, ai, ai' é o hit mais popular de Vanessa.

Mas sinceramente, acho pouco provável Ana conseguir o êxito de Vanessa, que tem sabido administrar a carreira e os conceitos de seus discos.

7 de dezembro de 2008 01:15  
Anonymous Anônimo said...

Desafinando o coro dos des(contentes).
Não conheço seu disco, mas a vi em um Som Brasil que homenageou Cazuza.
Ela tem uma voz linda!

PS: Ayrton Senna dos estúdios foi triste, cara. Putzzzzz. ahahaha

Jose Henrique

7 de dezembro de 2008 16:12  
Anonymous Anônimo said...

Ela é ótima e o Cd de estréia muito medíocre.
Espero que venha com um CD mais de acordo com seu talento (voz e estilo).

8 de dezembro de 2008 14:25  
Anonymous Anônimo said...

Eita cdzinho ruim! Produção zero, letras zero, mas uma contora que tem uma voz sensacional. Espero que ela amadureça logo e perceba que não é o centro do universo.

3 de março de 2009 20:58  

Postar um comentário

<< Home