10 de abril de 2007

Endereço de gravadora batiza CD inédito de Ben

Recuerdos de Asunción 443 é o título (estranhamente em espanhol) do disco inédito de Jorge Ben Jor urdido com sobras achadas nos arquivos da Som Livre - a gravadora que abrigou o artista em seu elenco entre 1978 e 1986. O nome do álbum - já nas lojas entre o fim de abril e o início de maio - remete ao fato de a empresa estar sediada na Rua Assunção 443, em Botafogo (RJ), já na época (fim dos anos 70 e começo dos 80) em que o cantor fez e arquivou as gravações. Com as exceções de Falsa Magra e Heavy Samba (Um Poeta Amigo meu), já gravadas por Branca Di Neve e Leci Brandão, respectivamente, o repertório permaneceu inédito. Duas - O Astro e Marrom Glacê - foram compostas para as novelas homônimas da Rede Globo (de 1978 e 1979, respectivamente). Só que nunca foram aproveitadas nas trilhas sonoras. Miss Mexe Gal, Duas Mulheres, Gama Gush, Saint Leibowitz e Zenon Zenon estão entre as músicas achadas no baú de Ben na empresa. A atual Emo vai entrar como faixa-bônus. O álbum evocará arranjos de Lincoln Olivetti - o mago dos teclados que imperavam na música da época.

5 Comments:

Anonymous Anônimo said...

repito o que já disse aqui: se gravou e não lançou é porque o disco é ruim. Já viram artista arquivar disco bom?

10 de abril de 2007 08:42  
Anonymous Anônimo said...

Tem um comercial da Telefônica que a música parece de Jorge Ben. A canção é boa e o casamento com as imagens é perfeito.

10 de abril de 2007 09:36  
Anonymous Anônimo said...

Miss Gal é uma homenagem a Gal dos áureos tempos?

10 de abril de 2007 11:01  
Anonymous Anônimo said...

Concordo com Janaína - se não foi lançado na época da gravação, é porque não é tão bom assim... Se a teoria estiver certa, seria uma confirmação de que a fase que Gal Costa enfrenta realmente é das piores: uma música em sua homenagem gravada há uns vinte e poucos anos já estava entre as piores do Benjor e vem calhar de aparecer logo agora! Se é que a música é ruim; se é que foi feita em sua homenagem...

10 de abril de 2007 17:58  
Anonymous Anônimo said...

Esse mago dos teclados é mais sem graça do que o Mister M.
Jorge Ben e teclados não combinam.

Jose Henrique

10 de abril de 2007 23:50  

Postar um comentário

<< Home