24 de agosto de 2010

Turnbull e Twiggy levam Michael para o sertão

Uma das primeiras roqueiras do Brasil, Lúcia Turnbull fez sua primeira gravação em duo feminino desde o fim da breve dupla Cilibrinas do Éden, formada por ela com Rita Lee em 1973. A cantora e guitarrista uniu sua voz à de Twiggy em registro de Ben, canção que deu título a um disco solo lançado em 1972 por Michael Jackson (1958 - 2009). Feita no estúdio em Intersom, em São Paulo (SP), a gravação é para CD que vai ser lançado em novembro de 2010, pelo selo Discobertas, com releituras de sucessos de Michael por artistas da cena indie. No caso de Ben, Turnbull e Twiggy formaram dupla à moda caipira para dar tom sertanejo à bela música, sob a batuta do produtor Luiz Leuenroth.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Uma das primeiras roqueiras do Brasil, Lúcia Turnbull fez sua primeira gravação em duo feminino desde o fim da breve dupla Cilibrinas do Éden, formada por ela com Rita Lee em 1973. A cantora e guitarrista uniu sua voz à de Twiggy em registro de Ben, canção que deu título a um disco solo lançado em 1972 por Michael Jackson (1958 - 2009). Feita no estúdio em Intersom, em São Paulo (SP), a gravação é para CD que vai ser lançado em novembro de 2010, pelo selo Discobertas, com releituras de sucessos de Michael por artistas da cena indie. No caso de Ben, Turnbull e Twiggy formaram dupla à moda caipira para dar tom sertanejo à bela música, sob a batuta do produtor Luiz Leuenroth.

24 de agosto de 2010 09:53  
Anonymous Anônimo said...

Turnbull é a grande parceira de Rita Lee no disco Atrás do Porto tem uma cidade (o primeiro pós-Mutantes, cheio de clássicos). E, depois fez um disco bem legal, que teve algumas faixas rodando nas rádios.
Lúcia merce ser redescoberta pelas rádios, inclusive pelas rádios pops, já que seu trabalho é essencialmente pop. No que há de melhor nisso.

Carioca da Piedade

24 de agosto de 2010 15:25  
Anonymous Marcelo said...

O disco de Lúcia de 1980, Aroma, é sensacional. Recomendo pra quem não conhece, é só procurar na internet que acha fácil. Nunca entendi a reclusão de uma figura tão importante pro rock nacional depois desse excelente trabalho. Que esse seja o início de um grande retorno. O que ela fez para sobreviver durante esse tempo ? É verdade que ela e a Rita Lee não se falam mais ?

24 de agosto de 2010 16:26  
Blogger Johann Heyss said...

Grande Lucinha Turnbull, amo!

24 de agosto de 2010 22:52  

Postar um comentário

<< Home