14 de março de 2010

Clara Moreno cai no samba em 'Miss Balanço'

Filha de Joyce Moreno, Clara Moreno caiu no sambalanço após transitar pela Bossa Nova e pela música eletrônica. Não por acaso, Miss Balanço é o título do CD que a gravadora Biscoito Fino põe nas lojas do Brasil neste mês de março de 2010. Lançado no mercado europeu em 2009, o disco foi batizado com o nome da música de Helton Telles de Menezes, inserida em Miss Balanço em faixa iniciada com Brincando de Samba, parceria de Orlandivo com Celso Morilo. Aliás, Clara grava quatro temas de Orlandivo. Além de Brincando de Samba, há Mestiço (em parceria com Ypiranga), Vai Devagarinho (com Roberto Jorge) e Tamanco no Samba. Nesta parceria com Helton Menezes, Orlandivo faz dueto com Clara. Outro ilustre convidado, João Donato, toca piano em Que Besteira, quase desconhecida parceria de Donato com Gilberto Gil. Entre tema pouco ouvido de Jorge Ben Jor (Uala Ualalá) e standard de Tito Madi (Balanço Zona Sul), a artista rebobina composição bissexta de Wilson Simonal (1938 - 2000), Jeito Bom de Sofrer, feita com Jorge Luiz. Outro destaque é Pourquoi (Nega sem sandália), tema de Jadir de Castro e Caco Velho - gravado em 1967 por Elza Soares e Miltinho.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Filha de Joyce Moreno, Clara Moreno caiu no sambalanço após transitar pela Bossa Nova e pela música eletrônica. Não por acaso, Miss Balanço é o título do CD que a gravadora Biscoito Fino põe nas lojas do Brasil neste mês de março de 2010. Lançado no mercado europeu em 2009, o disco foi batizado com o nome da música de Helton Telles de Menezes, inserida em Miss Balanço em faixa iniciada com Brincando de Samba, parceria de Orlandivo com Celso Morilo. Aliás, Clara grava quatro temas de Orlandivo. Além de Brincando de Samba, há Mestiço (parceria com Ypiranga), Vai Devagarinho (com Roberto Jorge) e Tamanco no Samba. Nesta parceria com Helton Menezes, Orlandivo faz dueto com Clara. Outro ilustre convidado, João Donato, toca piano em Que Besteira, quase desconhecida parceria de Donato com Gilberto Gil. Entre tema pouco ouvido de Jorge Ben Jor (Uala Ualalá) e standard de Tito Madi (Balanço Zona Sul), a artista rebobina composição bissexta de Wilson Simonal (1938 - 2000), Jeito Bom de Sofrer, feita com Jorge Luiz. Outro destaque é Pourquoi (Nega sem sandália), tema de Jadir de Castro e Caco Velho - gravado em 1967 por Elza Soares e Miltinho.

14 de março de 2010 12:23  
Anonymous Leo said...

Achei o cd lindo e dançante de doer!

14 de março de 2010 13:21  
Anonymous Roberto Murilo said...

Eu aposto que esse repertório foi "soprado" pela Joyce.É quase tudo da primeira metade dos anos 60 e deve ter sido muito curtido pela então estudante.Miss Balanço foi sucesso de Ed Lincoln, e Porquoi, antes de Miltinho e Elza, foi gravado pelo Luis Bandeira.Jeito Bom de Sofrer mostra o talento de Simonal como compositor antes de sucumbir à pilantragem.

17 de março de 2010 21:51  

Postar um comentário

<< Home