11 de janeiro de 2010

Selo produz edição em CD de Chega de Saudade

Provavelmente à revelia de João Gilberto, um selo estrangeiro - Phantom Sound & Vision - produziu a primeira edição em CD de Chega de Saudade (1959), o primeiro álbum do cantor. A obra-prima nunca foi editada em CD por conta da ação judicial movida por João em 1988 contra a gravadora EMI Music. Contudo, o tal selo produziu uma versão supostamente remasterizada do álbum - com faixas-bônus que incluem os fonogramas do raro EP que reuniu músicas da trilha do filme Orfeu Negro (1959) - e agendou seu lançamento para fevereiro de 2010. O CD já está, inclusive, em pré-venda na loja virtual Amazon. Será que vai sair?

19 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Provavelmente à revelia de João Gilberto, um selo estrangeiro - Phantom Sound & Vision - produziu a primeira edição em CD de Chega de Saudade (1959), o primeiro álbum do cantor. A obra-prima nunca foi editada em CD por conta da ação judicial movida por João em 1988 contra a gravadora EMI Music. Contudo, o tal selo produziu uma versão supostamente remasterizada do álbum - com faixas-bônus que incluem os fonogramas do raro EP que reuniu músicas da trilha do filme Orfeu Negro (1959) - e agendou seu lançamento para fevereiro de 2010. O CD já está, inclusive, em pré-venda na loja virtual Amazon. Será que vai sair?

11 de janeiro de 2010 09:37  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, vc não deveria ter avisado aqui sobre esse lançamento...Alerta ao João e as pessoas de mal com a vida pra barrarem o lançamento. Feio isso!!!

11 de janeiro de 2010 11:12  
Anonymous Anônimo said...

Concordo com o anônimo.
Se por qualquer motivo as gravadoras nacionais não remasterizam e relançam os discos que tanto esperamos, que sejam bem-vindos os selos estrangeiros que consigam fazer boas remasterizações dos sons e edições das capas originais.
Acho que você só deveria ter dado o alerta depois que o produto estivesse disponível, só assim eu e os que tanto desejam este disco já teríamos comprado.
Será uma pena se a venda for barrada!

11 de janeiro de 2010 11:57  
Anonymous Anônimo said...

Como ainda tenho o vinil (não comprei na época, achei num desmanche imobiliário, abandonado, coitadinho...)o disco em questão não me interessa.
Mas, vamos ao fato : ao que tudo indica é bem pareceido com o cd, que continha o disco, chamado "O Mito", lançado a revelia de João Gilberto. Também o tenho.
João Gilberto é um gênio da raça, mas se seus familiares continuarem assim como ele após seu óbito (que, como todos nós, invariavelmente vai acontecer) a senscional obra ficará a mercê dos piratas internéticos, que por sinal tem uma gravação caseira sensacional, essa sim, que poderia ser lançada, remasterizada e soaria como documento.
O disco "Chega de Saudade" é um marco e deveria ser lançado oficialmente sim. Todos ganhariam com isso, inclusive Joãozinho, que adoro, mas que não gostaria de ter como amigo. Prefiro um louco mais "normal" como João Donato...

Carioca da Piedade, dessa vez torcendo que a BF entre no circuito, assim quem sabe JG não autoriza oficialmente sua edição

11 de janeiro de 2010 13:11  
Anonymous Anônimo said...

Mas se vier com "remasterização" e faixas bônus - ou seja, se for lançado com uma sonoridade e um conteúdo diferentes do original - então tem mais é que ser barrado mesmo. O João tem toda razão: ele rala para lançar algo completamente original e diferenciado e vem um técnico de estúdio e corta aqui, altera ali... é uma desgraça.

11 de janeiro de 2010 14:23  
Blogger PedroPeter said...

Nada a ver ficar guardando notícia. Tem que falar mesmo. Se está sendo feito, cada um que arque com as consequências. João não relança por um motivo desconhecido, poderia lançar em dvd áudio que é melhor que cd.

11 de janeiro de 2010 15:20  
Anonymous Anônimo said...

Creio que é picaretagem. Um relançamento desse porte só valeria a pena ser adquirido se a Emi cedesse os tapes originais pra esse selo desconhecido. O que, obviamente, não aconteceu.

11 de janeiro de 2010 18:45  
Anonymous Anônimo said...

Exato. Simplesmente tiraram as músicas que compunham "Chega de Saudade" do "The Legendary João Gilberto" e lançaram como se fosse a partir dos tapes originais. Isso tem pouco interesse para quem quer ouvir o que João Gilberto gravou.

11 de janeiro de 2010 21:03  
Blogger Christophe said...

Gente. A falar a respeito do mestre João Gilberto você estâo enganados... é que de fato, no Brasil em geral, suas gravadoras estavão tantas oucupadas a fazer lucro com artsitas mais recentes que nunca chegou o Cd ''Chega de Saudade'' no Brasil porque ninguem achou interesse a distribuir-lo esta gravação fora existe já como na Alemanha onde saiu em Cd também o João em mexico ''farolito'' como vocês estão falando sempre mal a respeito do mestre, entre todos nós que trabalharam o violão e que sabemos o gênio que é Joâo Gilberto, vocês parecem saber tanto enquanto não sabem nada! os tres discos dos anos 1959 a 1961 já sairam fora do Brasil em digital
O único que foi barrado por João e com razão foi este Album chamado ''the legendary João Gilberto'' ou ''O Mito'' essas gravações incluiam com corte inadmissivel as musica ''o nosso amor'' e a ''felicidade'' (e um defeito na musica ''Maria Ninguem'')para poder incluir las no Cd de 80 mn.
Ai o corte pra quem escutou o disco é tão agressivo e feio musicalmente que joão Gilberto simplesmente ficou chocado! tudo o resto são fofocarias brasileiras inaceitaveis e vistas como baixarias no plano international!!! é por isso e a bagunça geral no Brasil que muitos dentre eles artistas sairam para USA porque o Brasil não era mais essa coisa aconchegante em Sçao Paulo, no Rio, em Copacabana Ipanema ou Leblon...Também a carrera deles todos se tornou internacional e só o Brasil foi quem continuou a sujar o nome do mestre a través de invençôes de jornalistas analfabetos ou palhaços como o tal de Miele fofoqueiros e de jeito indigesto! que não o respeitem e nem compreenderam porque o Joâo mandou retirar por exemplo todos os violinos gravados no discos Farolito por o Philarmonico de Sâo Paulo dirigido por um babaca de quem não vou sitar nem o nome!!! entendem seus maloucos! vocês sâo simplesmente a falar muito a respeito mas não sabem de nada ou quaze nada e continuem por maiorias de vocês vivendo a se coçar! parace até que vocês não leram o livro de Ruy Castro ''Chega de Saudade'' onde muita coisa foi explicada... eu vou mandar em breve para vocês calar a boca esses mixes que existem e nem precisa uma nova remasterização que o João já avaliou essas lá fora! Ele deve estar rindo ou crispado de ler tanta mentira a respeito das coisas! já peguem esses remix meu dele na Casa de Chico Pereira em 1958 anterior a ''Chega de saudade'' gravada em estudio: bom claro que esta gravação não era disco mais caseira e eu foi contratado por conta do Colecionador Sueco Lars Crantz a remasterizar-las e uma primera versão remasterizada foi colocada por mim e Augusto do Blog ''Toque Musical'' no principio de 2009 a ouvir e carregar de graça na Internet. Vocês podem até acessar no blog que ainda estão estãs gravações mas está d'aqui é a ultima, sem defeito e é a melhor: aproveitem e parem de falar de pirataria com nosso trabalho seus maloucos.!!!!...ok brodder ou vai acabar virando papo de salão de cabellereiro!!! Uei!...
A MediaFire user (crisdobrasil2005@hotmail.com) uploaded the folder(s) and/or file(s) below to share with you.

File name: JoãoGilberto1958CasaChicoPereira_Remix(20 11 2009)Part.1.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/n3y0erchnnm

File name: JoãoGilberto1958CasaChicoPereira_Remix(20 11 2009)Part.2.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/tycyjzdl1dm

File name: JoãoGilberto1958CasaChicoPereiraRemix(20 11 2009)Part.3.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/3nmzm4ojlyt

12 de janeiro de 2010 15:03  
Blogger Christophe said...

para informações de alguns que falaç e sabem mais do que todo mundo parece!
já estão no mercado os trés discos digitalizados do João Gilberto dos anos 1959 á 1961; Tem Bonus para vocês ouvir é o joão de 1970 chamado farolito e gravado no Mexico
A MediaFire user (crisdobrasil2005@hotmail.com) uploaded the folder(s) and/or file(s) below to share with you.

File name: JoaoGilberto1960Vol.2_OAmorOSorrisoEAFlor_Numerique.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/yzzbnim1mmn

File name: JoaoGilberto1961Vol.3_SambaDaMinhaTerra_Numerique.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/fewtzewf1zz

File name: JoãoGilberto1970_Farolito_Em Mexico.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/uzymnzj5jjg

File name: JoãoGilbertoVol. 1ChegaDe SaudadeDigitalizedOriginalsTracks.rar
Download link: http://www.mediafire.com/file/nzndlmmj2zz

12 de janeiro de 2010 19:13  
Anonymous Anônimo said...

Nossa Christophe, você falou tanta asneira, de forma tão veborrágica, com tão pouca razão ou conhecimento do que é o Brasil, que realmente não tem resposta cabível.

Só vale repetir: nenhum lançamento dos três primeiros discos do João em CD, por melhor que sejam as edições, tem o aval dele. Não é de "nós" que ele está rindo.

E o "En México" não só foi relançado por aqui, como é facílimo de achar.

12 de janeiro de 2010 21:36  
Anonymous Anônimo said...

será que isto é oficial? eu duvido muito que a emi iria licenciar este material que pertence a eles, ao invés de eles mesmos editarem.
além do mais se eles foram editados na alemanha é muito provável, que seja algo não autorizado, basta lembrar do paebiru, que foi editado lá, nem o lula nem o zé ramalho receberam um tostão furado.
de qualquer modo estas gravações tem existido em edições não autorizadas, principalmente na europa fazem anos. apenas não tinham saido com as capas originais.
quanto ao processo do joão contra a emi, ele impediu toda a edição em nível mundial destas gravações, tanto que em toda coletânea de bossa nova que eles editam aqui e no exterior sempre falta um nome o do joão.
ele quer na verdade é renegociar este contrato, pois sempre recebeu muito pouco pelas edições, e a emi resiste a isto.
eu duvido que eles tenham licenciado estas gravações, pois isto implicaria em ter que negociar com o joão, e isto eles não fizeram.

13 de janeiro de 2010 08:35  
Anonymous Anônimo said...

Não creio que seja à revelia, como você diz,Mauro.
Se não me engano, este selo é inglês, e ja lançaram muitos discos brasileiros. Então, algumas autorização eles têm.
Beto

13 de janeiro de 2010 10:05  
Anonymous Anônimo said...

Os lançamentos à revelia do artista são comuns na Europa, particularmente na Itália. Quanto a esse Cristophe, que se diz "conhecedor" da obra de João Gilberto, é mais um gringo pouco informado, como bem notou o anônimo das 21:36. Vamos dar a verdadeira medida das coisas: as gravações na casa de Chico Pereira são importantes por causa de seu valor histórico. Artisticamente, não têm qualidade para serem lançadas em disco (só se for sem a autorização de João Gilberto), por mais que messier Rousseau tenha se esforçado na remasterização. Como ele diz ser o sabe-tudo, pergunto modestamente: quando e em que países foram lançados oficialmente em CD os 3 primeiros discos de João Gilberto? Atenção: só vale lançamento oficial, com autorização do artista. Picaretagens como essa da Phantom Sound & Vision são apenas piadas de mau gosto ...

13 de janeiro de 2010 10:59  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, acho que você devia apagar estes comentários do Christophe. Não só por se tratar de um amontoado de besteiras, mas por causa dos links, coisa que você nunca publica por aqui.

Não importa o argumento de ser pirataria ou não. Acho só que abre um precedente esquisito.

13 de janeiro de 2010 11:45  
Anonymous Anônimo said...

Me parece que uma edição japonesa do chega de saudade saiu anos atràs e custava uma nota.Acho que era num formato chamado "SACDs" higher audio fidelity, não entendo muito, mas tocava somente num leitor de cd especial. Evidentemente, esgotou bem rapidinho!Na época, não pensei em adquirir, pois iria ouvi-lo onde e o preço...?
Mas que saiu saiu!
Serah que essa também era sem a tal autorização?
Mas, esse post do Mauro é interessante,me parece, somente por abrir uma "conversa" sobre o João.
Eu sou brasileiro, e, não li o livro chega de saudade,tenho vontade de um dia ler, mas não vou me sentir ignorante como alguém disse aqui.
E achar que mesmo num bom trabalho como o livro chega de saudade se possa definir e estabelecer pra sempre, tanto a importância, como a genialidade do João e da bossa nova, é no mìnimo limitativo, jah que estamos de passagem,e sabemos que no Brasil a història da nossa mùsica se confunde com a nossa pròpria història, pessoal e da formação da sociedade brasileira.
E, como obra de arte o mistério do João permanecerà pra sempre algo de ùnico. Por quê é possìvel ouvir o João e o que a sua mùsica nos passa,sempre com o mesmo entusiasmo? E ao mesmo tempo descobrir sempre algo de inusitado? Deve ser isso que em parte o que quer dizer gênio.Eu para meu uso pessoal comprei uma edição do LP, que não acredito seja a primeira em absoluto,mas uma segunda tiragem,e passei em digital, para meu uso pessoal,e ficou até com os estalinhos do Lp e é o que é!
Mas sem dùvida se saisse uma edição que tivesse a aprovação do João Gilberto e no respeito absoluto do original eu acharia demais.E ainda com os tapes originais! Alias, existem ainda? Ese sim, qual o estado. Mas uma matriz deve existir!
Um abraço
Beto
Até mais
Beto

14 de janeiro de 2010 06:59  
Blogger João Santos said...

O que todos os que comentaram esta notícia parecem desconhecer é que o LP "Chega de Saudade" entrou em Domínio Público neste Janeiro de 2010. A lei europeia é muito clara a esse respeito e dita que qualquer edição fonográfica entra em Domínio Público 50 anos após a sua primeira fixação. Ou seja, a EMI não tem nada que autorizar ou deixar de autorizar qualquer reedição que seja feita a partir da recuperação do som do LP editado em 1959 - o que é o caso. O único Direito não caducado será o de Autor (70 anos) e esta edição, vinda de onde vem (grupo de editoras Cherry Red), terá cumprido com essa obrigação.

27 de fevereiro de 2010 10:43  
Anonymous Anônimo said...

Cd já à venda em Portugal!!! Fantástico.

Jonas

7 de março de 2010 20:50  
Anonymous Anônimo said...

Peguei o meu hoje!!!!!! Apesar de realmente perceber que não foi feito a partir de fitas originais etc etc., realmente está com um belo encarte etc etc. e lógico que fiquei feliz, apesar de saber que é meio picaretagem! sei lá, não sou advogado!

23 de maio de 2010 01:26  

Postar um comentário

<< Home