8 de outubro de 2009

Duo com Secada puxa o primeiro DVD de Elali

Parceria de Marina Elali e Liah, Longe ou Perto é a música que dá título ao primeiro DVD de Elali, ora lançado pela gravadora Som Livre em um kit que inclui o homônimo CD ao vivo. Inédito dueto com o cantor cubano Jon Secada na balada Lost Inside your Heart puxa o projeto e faz parte da trilha sonora da novela Viver a Vida. O kit de CD e DVD Longe ou Perto embaralha 23 músicas captadas, em sua maioria, em dois shows. Um foi feito no Teatro Rival, no Rio de Janeiro (RJ). O outro foi realizado no estádio Machadão, em Natal (RN), terra da cantora. A apresentação carioca - de tom mais intimista - incluiu releituras de canções de Chico Buarque (Atrás da Porta, a parceria com Francis Hime) e da dupla Roberto e Erasmo Carlos: Você, de 1974.

7 Comments:

Anonymous Jair said...

atrás da porta é pra sempre de elis

8 de outubro de 2009 16:07  
Anonymous Anônimo said...

Elali tem uma carreira muito estranha. Não consigo entender. Ela canta tudo e de tudo com todos.
É a Ivete Sangalo sem o público da Ivete. Engraçado nê?

8 de outubro de 2009 18:35  
Anonymous Anônimo said...

Não tenho preconceito com cantores(as)que saíram do "Fama", não tenho mesmo. Roberta Sá, Nalanda e João Sabiá (bom ator, por sinal) estão fazendo uma carreira bacana aqui fora, mas a Marina Elali, por enquanto, me soa muito cover de cantoras pop internacionais. Falta personalidade e um estilo próprio.

8 de outubro de 2009 20:30  
Blogger Lara Cervasio said...

Não sabia que a Liah participava do disco dessa cantora.
Nossa! Gosto tanto da Liah.
Ótima cantora!
Taí uma boa dica pra se postar aqui no bog. Liah Soares.

Beijos

9 de outubro de 2009 02:24  
Anonymous Anônimo said...

Elali tem o mesmo problema da ROSANA: boa voz e repertório desorientado! Se não tiver pulso firme, vai pelo mesmo caminho e que foto essa da capa do dvd? Abusaram do photoshop.

9 de outubro de 2009 07:47  
Anonymous Anônimo said...

É comentário geral: o repertório dessa menina é uma salada mista, não a define e muito menos propicia qualquer tipo de identificação com o que ela faz. Parece que ela canta só para mostrar que sabe. Como diz o jurado do Ídolos: "cantar é obrigação, agora o que cantar é o desafio". Ela precisa de uma direção o mais rápido possível antes que ninguém mais se proponha a reavaliar o seu trabalho. Como já disseram acima, o que acontece com a Rosana que não se livra a "Deusa".

9 de outubro de 2009 10:38  
Anonymous Anônimo said...

Confesso que gostei do primeiro CD de Marina Elali, principalmente pela interpretação dada à música "Sabiá" - do seu avó ZéDantas - e à música "Você" - de Roberto Carlos. Além disso, os hits dançantes são bem empolgantes. Contudo, o segundo CD foi no seu todo ruim. Não escapou nada. O que ainda faz com que eu goste bastante de Marina Elali é que ela não tem um estilo bem definido, porque isso faz com que ela dê um show em interpretações de músicas como "Atrás da Porta" do velho Chico.

1 de maio de 2010 20:39  

Postar um comentário

<< Home