14 de julho de 2009

Leci recorda 'Estrela' no clube do samba social

Sucesso no saudoso vozeirão do cantor Roberto Ribeiro (1940 - 1996) nos anos 70, Estrela de Madureira é um dos dois números que Leci Brandão vai fazer na gravação do terceiro e quarto volumes do projeto Samba Social Clube - agendada para 27 e 28 de julho de 2009 em dois shows na casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro (RJ). O outro samba a ser cantado por Leci Brandão é Nomes de Favela, de Paulo César Pinheiro. Projeto fonográfico idealizado pela rádio carioca MPB FM (que transmite o programa Samba Social Clube aos sábados e domingos), em parceria com a EMI Music, os CDs e DVDs gravados vão ser editados em dois volumes vendidos separadamente - tal como na primeira edição, produzida em 2008. Ao menos, o volume 3 chegará às lojas ainda no segundo semestre de 2009. A direção musical é de Paulão 7 Cordas. Eis, por ora, os artistas confirmados na gravação ao vivo:
Segunda-feira, 27 de julho de 2009:
* Zeca Pagodinho e Nei Lopes (Só Chora Quem Ama)

* Jorge Aragão (Saigon)
* Preta Gil e Jorge Aragão (Coisinha do Pai)
* Teresa Cristina (Porta Aberta e Tudo Está no seu Lugar)
* Wilson Simoninha (Malandro)
* Sururu na Roda (Tô Voltando)
* Almir Guineto (No Mesmo Manto)
* Zélia Duncan e Nilze Carvalho (Naquela Mesa)
* Mariana Aydar (A Deusa dos Orixás)
* Péricles, do Exaltasamba (Firme e Forte)
* Alexandre Pires (Falsa Consideração e Gostoso Veneno)
* Sérgio Loroza (O Mundo É uma Bola / O Campeão)
* Leci Brandão (Estrela de Madureira e Nomes de Favela)
Terça-Feira, 28 de julho de 2009
* Arlindo Cruz e Aline Calixto (Dor de Amor)
* Beth Carvalho (Por um Dia de Graça e Cabô, meu Pai)

* Caetano Veloso (Rugas)
* Diogo Nogueira (Todo Menino É um Rei e Deixa Eu te Amar)
* Dudu Nobre (Pagode da Saideira e A Batucada dos Nossos
Tantãs)
* Arlindo Cruz (Candongueiro)
* Moraes Moreira (Samba Rubro-Negro)
* Monarco e Moyseis Marques (O Quitandeiro)
* Casuarina (Tempo de Dondon e Na Cadência do Samba)
* Marcelo D2 e Claudya (Deixa Eu Dizer)
* Bebeto (Nega de Obaluaê)
* Emílio Santiago (Alvorecer)
* Mário Sérgio (Negra Ângela)
* Jorge Vercillo (Mel na Boca)
* Moinho (Maior É Deus)

16 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Sucesso no saudoso vozeirão do cantor Roberto Ribeiro (1940 - 1996) nos anos 70, Estrela de Madureira é um dos dois números que Leci Brandão vai fazer na gravação do terceiro e quarto volumes do projeto Samba Social Clube - agendada para 27 e 28 de julho de 2009 em dois shows na casa Vivo Rio, no Rio de Janeiro (RJ). O outro samba a ser cantado por Leci Brandão é Nomes de Favela, de Paulo César Pinheiro. Projeto fonográfico idealizado pela rádio carioca MPB FM (que transmite o programa Samba Social Clube aos sábados e domingos), em parceria com a EMI Music, os CDs e DVDs gravados vão ser editados em dois volumes vendidos separadamente - tal como na primeira edição, produzida em 2008. Ao menos, o volume 3 chegará às lojas ainda no segundo semestre de 2009. A direção musical é de Paulão 7 Cordas.

14 de julho de 2009 10:20  
Anonymous Anônimo said...

Interessante! Cadê a Alcione nessa lista?
E Alexandre Pires e Péricles (apesar da bela voz do último) é pedir para queimar o filme do projeto! Nada a ver esses grupecos que não tocam samba.
Se continuar assim, caiam fora os verdadeiros sambistas! Vai virar um oba-oba, mal selecionado, com "sambas" mela-cuecas. Caiam fora enquanto há tempo!
No mais, o repertório é de primeira com muitos dos GRANDES artistas do gênero.
Mudando de assunto, eu adorei o cd do Mário Sérgio que felizmente não aderiu ao repertório dos sambeiros de teclado. Graças a Deus a escola Cacique de Ramos falou muito mais alto! Abraços,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

PS: Cadê a Roberta Sá também? Ela faz muita falta!

14 de julho de 2009 10:35  
Anonymous Anônimo said...

O Geraldo Pimentel daqui do blog já havia adiantado as músicas que a Beth escolheria. Nada a acrescentar! Quem sabe, sabe e escolhe com perfeição. Cabô meu pai é ótima, do repertório do Moacyr e do Luiz Carlos da Vila e Por um dia de graça (também do Luiz Carlos) foi gravada muito bem pela Simone.
Sensacional! E Beth foi o diferencial dos dois primeiros volumes. Taí o Amor de Verdade bombando novamente! Salve Roberto Ribeiro e Liette de Souza!
Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

14 de julho de 2009 10:45  
Anonymous Anônimo said...

mais dois sambas na voz de Teresa e é isso que importa...

14 de julho de 2009 15:55  
Anonymous Vagner - Lapa said...

Cadê a Alcione e a Roberta Sá? (2)

14 de julho de 2009 16:35  
Anonymous Diogo ! said...

Me amarrei nesse projeto. Leci Brandão ( " Sorriso Aberto " ) e Fernanda Abreu ( " Salve a Mocidade " ) foram, pra mim, os destaques.

Legal a inclusão de Moraes Moreira com o " Samba Rubro Negro " e nessa faixa podia rolar um dueto com Sandra de Sá.

14 de julho de 2009 18:16  
Anonymous Diogo ! said...

Cadê a Marisa Monte que NUNCA participa desses projetos ?

Agora ... meu xará Diogo Nogueira ainda tem a voz dura - e não exibe a manemolência necessária - para cantar um samba buliçoso como esse eternizado pelo grande Roberto Ribeiro.

Mesmo assim vou aguardar !

14 de julho de 2009 18:21  
Anonymous mauricio said...

Marisa não se mistura!

15 de julho de 2009 21:07  
Anonymous Anônimo said...

Uma maravilha os dois primeiros e a julgar pela lista aí - dessa vez tirando 2 ou 3 - vai continuar uma "viagem" pelo Planeta Samba.

15 de julho de 2009 22:53  
Anonymous Anônimo said...

Diogo canta bem. Não tem o molejo do sambista ou pagodeiro tradicional MAS CANTA BEM SIM.
Que mania de implicar com o garoto.

15 de julho de 2009 22:55  
Anonymous Anônimo said...

Abraço, Marcelo.
A Beth vai fazer a diferença novamente, pra variar.
Espero que o disco seja sucesso. Viva o Samba.

Luiz Leite - Belém/Pa

16 de julho de 2009 14:04  
Anonymous Anônimo said...

Abração Luiz, tô sempre antenado na comunidade de vocês apesar de não curtir orkut! Só uso mesmo para baixar discos fora de catálogo. Mais notícias da nossa Rainha, por favor divulgue!

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

17 de julho de 2009 09:13  
Anonymous Anônimo said...

Foi ouvindo e vendo o 1º DVD da série que me apaixonei pelo "Sururu na Roda". E que bom que relançaram seu 1º CD que já estava fora de catálogo.
Se no quesito "novas intérpretes femininas" a oferta é tão volumosa que chega a confundir, no quesito "novo samba" é tudo uma beleza: o "Sururu", o "Casuarina", a Teresa Cristina, o Diogo Nogueira, o "Só Preto sem Preconceito", enfim, os "sem teclados" são todos uma delícia.
NÃO TEM ERRO.

19 de julho de 2009 03:01  
Anonymous Anônimo said...

Nessa vida há gosto pra tudo, não se pode negar.
Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

20 de julho de 2009 08:28  
Anonymous Anônimo said...

CORREÇÃO URGENTE, MAURO, PELO AMOR DE DEUS: "Só preto sem preconceito" NÃO! É o Quinteto em Branco e Preto.

20 de julho de 2009 21:07  
Anonymous Anônimo said...

Mauro,

Parece que Teresa Cristina fará um dueto com o ex-jogador Júnior, hoje à noite, e eles interpretarão uma composição inédita de Paulo César Pinheiro e Moacyr Luz. A música tem como tema a dobradinha samba/futebol.

Abraços,

Geraldo Pimentel - Vitória (ES)

27 de julho de 2009 10:30  

Postar um comentário

<< Home