4 de junho de 2009

Bethânia: "Gosto cada vez mais da voz de Ivete"

Salvador (BA) - Na entrevista que concedeu para lançar seu CD e DVD Pode Entrar - Multishow Registro, Ivete Sangalo fez questão de jogar confetes em todos os sete convidados do projeto, mas reconheceu que destacar a presença de Maria Bethânia é inevitável e até natural. "Bethânia é uma mulher a ser colocada sempre num espaço diferenciado", sentencia Ivete, admirada pela intérprete. Aliás, Bethânia - convidada do ijexá Muito Obrigado Axé, de autoria de Carlinhos Brown - também foi generosa nos elogios a Ivete em depoimento dado para o texto de apresentação do disco. Eis o que diz Bethânia sobre a gravação do dueto com Ivete, capturado na foto acima pelas lentes de Cacau Mangabeira:
"Foi bom participar do Pode Entrar. Acho simpático um estúdio dentro da casa de uma cantora. E o estúdio da casa da Ivete é muito bom, simples, chique e útil. Gostei de ser sobre a Baía de Todos os Santos. Gostei também da delicadeza de todos que ali trabalhavam, do jeito simples e profissional que se espera. Sempre gostei da voz e da maneira de interpretar de Ivete. Gosto cada vez mais de seus graves afinados e de sua musicalidade. (...) Fiz (minha participação) com carinho, admiração e fico feliz por isso. Agradeço o convite, a confiança, a reverência". Maria Bethânia

36 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Salvador (BA) - Na entrevista que concedeu para lançar seu CD e DVD Pode Entrar - Multishow Registro, Ivete Sangalo fez questão de jogar confetes em todos os sete convidados do projeto, mas reconheceu que destacar a presença de Maria Bethânia é inevitável e até natural. "Bethânia é uma mulher a ser colocada sempre num espaço diferenciado", sentencia Ivete, admirada pela intérprete. Aliás, Bethânia - convidada do ijexá Muito Obrigado Axé, de autoria de Carlinhos Brown - também foi generosa nos elogios a Ivete em depoimento dado para o texto de apresentação do disco. Eis o que diz Bethânia sobre a gravação do dueto com Ivete, capturado na foto acima pelas lentes de Cacau Mangabeira:
"Foi bom participar do Pode Entrar. Acho simpático um estúdio dentro da casa de uma cantora. E o estúdio da casa da Ivete é muito bom, simples, chique e útil. Gostei de ser sobre a Baía de Todos os Santos. Gostei também da delicadeza de todos que ali trabalhavam, do jeito simples e profissional que se espera. Sempre gostei da voz e da maneira de interpretar de Ivete. Gosto cada vez mais de seus graves afinados e de sua musicalidade. (...) Fiz (minha participação) com carinho, admiração e fico feliz por isso. Agradeço o convite, a confiança, a reverência". Maria Bethânia

4 de junho de 2009 00:36  
Blogger Janio Alcantara said...

A diva Bethânia segue o padrão "baiano só elogia baiano". Super-educada não ia fazer mesmo nenhuma crítica desfavorável, mas deixou escapar o que não gosto em Ivete: o timbre dos graves, que me incomodam, mesmo ainda sejam afinados.

4 de junho de 2009 07:49  
Anonymous lu velloso said...

A DIVA se comportou como tal.
OK, ficamos combinados assim.
Como diria papai: muito longe do contrário...

ah, essas baianas...

4 de junho de 2009 11:03  
Anonymous Anônimo said...

Bethânia está com a mania do irmão, que diz que gosta de tudo. Ivete é um saco.

Luiz Leite - Belém/PA.

4 de junho de 2009 11:25  
Anonymous Anônimo said...

Ivete é, sem dúvida, simpática e atenciosa, embora soe algumas vezes mecanizada nesta eterna disponibilidade.
E todas as deferências a esta grande DIVA da música brasileira é adequada e procedente.
Quero ver este encontro. E se estiver no nível da Bethania compro o CD e o DVD. - e contribuo para a eterna alegria da futura mamãe...

4 de junho de 2009 12:25  
Anonymous Júlio said...

Eu acho que a Bethânia só falou bem da Ivete porque ela é baiana e todo mundo sabe que os baianos são muito unidos, eles só fazem elogios entre si. Na decada de 70, toda entrevista de Bethânia ela elogiava Gal. Já Gal jogava confetes em Caetano, que por sua vez se declarava pra Gil, que por fim dizia que amava a Bethânia!

Pelo visto a márfia dos baianos continua, pois agora Bethânia elogiando Ivete, Gal elogiando Daniela Mercury, Caetano dizendo que o pagode baiano é a oitava maravilha do mundo, sem contar Carlinhos Brown e Daniela Mercury que só falam em Gal/Caetano/Gil/Bethânia/Tropicália.

4 de junho de 2009 12:54  
Blogger rodrigo said...

Janio vc é sequelado?
Bethania do jeito que é, totalmente exigente..gravou pq reconhece o talento de Ivete e elogiou pq é de fato uma verdade

4 de junho de 2009 13:31  
Anonymous Anônimo said...

pelo que eu acabei de ler Bethânia elogiou o timbre de voz de Ivete, disse gostar cada vez mais. esse Janio aqui disse que ela deixou escapar que não gosta. hã?
Ivete é o poder! linda, linda, linda!

4 de junho de 2009 13:44  
Anonymous Anônimo said...

Ivete é um mulherão...rs

4 de junho de 2009 13:58  
Anonymous Anônimo said...

Bethânia está fazendo o que Caetano faz:elogiar e ser politicamente correta.Baiano não fala coisa negativa de baiano.Tudo certo.Pena Bethânia que eu não goste,como vc diz que gosta,da voz da Ivete.Ainda bem que vivemos em uma democracia.Graças a Deus!Eu não vou comprar o DVD da Ivete porque a Bethânia foi abençoar,de forma alguma,tenho personalidade e gosto musical definido.

4 de junho de 2009 14:23  
Anonymous Marcia said...

Eu acho que esse trabalho será um divisor de águas na carreira de Ivete, em que ela deixa de cantar músicas de gosto duvidoso e passa a um novo estágio!

É possivel sim fazer axé de qualidade, ta aí a Daniela Mercury maravilhosa que consegue cantar axé de maneira digna!

Ivete parabéns, vc ganhou pontos comigo e confesso que comprarei esse DVD, principalmente por causa da Maria Bethânia.

4 de junho de 2009 14:39  
Anonymous Anônimo said...

Acho a voz de Ivete é linda até no falar.E claro,todos querem gravar com a maior vendedora de discos do país.Da mesma forma que os críticos tem que dar muito espaço a ela que a outros,mesmo não sendo simpáticos ao seu trabalho.Ivete é uma Deusa.Ninguem é mais carismática que ela.Que bom que vai parar um pouquinho.Pode,esta rica e vai fazer muito bem ao talento dela.Acho ridiculo esse preconceito com os baianos.

4 de junho de 2009 14:50  
Anonymous Anônimo said...

Ivete é uma fofa, uma fofona mesmo, mas Bethania é uma grande cantora e deveria discernir plástica de conteúdo.
A grande dama da MPB tá facinha, facinha...até Ivete está cabendo em sua quitanda...oh, dor!

4 de junho de 2009 16:07  
Blogger Flávia C. said...

Rodrigo e Anônimo

Acho que, antes de atacar e ofender, vocês deveriam ler direito o que o Janio escreveu. Ele pode até ser sequelado (vai saber, né?!), mas vocês são mal-educados e ignorantes, que poderiam bem usar o tempo que gastam ouvindo a Ivete para lerem um livro ou fazerem umas aulinhas de interpretação de texto.

Caso vocês ainda não tenham entendido, ele usou as palavras de Bethânia para falar a opinião dele: "mas deixou escapar o que não gosto em Ivete: o timbre dos graves, que me incomodam, mesmo ainda sejam afinados."

Júlio

Adorei seu comentário!!! =)

4 de junho de 2009 17:46  
Anonymous Anônimo said...

Apenas lamento...

4 de junho de 2009 19:22  
Anonymous Anônimo said...

ivete e bethania, maravilhosas.

4 de junho de 2009 19:39  
Blogger Jorge Reis said...

Sempre achei que existia na MPB a tal MAFIA BAIANA.
ERA SÓ O QUE FALTAVA IVETE SE SOFISTICANDO...

4 de junho de 2009 19:56  
Anonymous Anônimo said...

Apenas lamento (2)

4 de junho de 2009 21:09  
Anonymous Anônimo said...

Ivete nunca será de bom gosto.O bom gosto é coisa nata.Não se compra na feira de santana.

4 de junho de 2009 23:25  
Blogger Janio Alcantara said...

Ivete é uma deusa de linda, mas não me atraem o timbre de voz dela, somado com os erros em uma música (que não lhe foi dada parceria prá ela mudar) e os de concordância quando se expressa. Afora, atirar musicalmente prá todos os lados. Até a Xuxa ainda consegue vender mais que Sangalo, quando o tema é música prá crianças. Prá mim, a carismática Ivete faz arte de menos.
Já Carlinhos Brown é um jaburu de feio, mas tem talento "praca": afinado, timbre agradável, rítmico e melódico como poucos e ainda brinca com a sonoridade das palavras, enquanto letrista. CB é feião, mas tem Arte demais, a ponto de Ivete chamá-lo prá perto dela.
Rodrigo, desculpa minha ignorância, mas não entendi. Sequelado???? O que significa???
Os artistas que mais gostamos erram e muito. Sabia que FÃ vem de FANÁTICO? Leia abaixo o que um colega comentou noutro tópico sobre os erros de Ivete na música “Olha” de Roberto e Erasmo Carlos:

""a cabeça cheia de problemas, MAS eu não me importo, eu gosto mesmo assim"
Com esse "mas" a mais ela quebrou a métrica da música e ainda mudou a melodia.

"Tenho os olhos CHEIO de esperança..."
O plural foi pro espaço!

"De uma cor que NINGUÉM MAIS possui..."
A letra correta é "mais ninguém".

"Me traz MEUS PASSADOS e a lembrança..."
Meus passados!?!

"DESCULPE, meu amor, agora é pra valer..."
Ela deveria é pedir desculpas por cantar."
Assimilou, Rodrigo? Doeu, né?
Abs.

5 de junho de 2009 00:29  
Anonymous tê sabino said...

amo bethânia, fã, fã, fã, mas assisti ontem ao dvd no multishow e achei que ivete deu de 10 nela. - me pareceu realmente 'o velho e o novo'...discunjuro!!!

espero que ivete dê realmente um up grade em sua carreira. as duas canções do c. brown (principalmente a que cantaram juntos) têm muita qualidade.

5 de junho de 2009 08:59  
Anonymous Anônimo said...

Tê, é tiscunjuro (te esconjuro), mas, cá pra nós, tive a mesma sensação que você.
Este será meu primeiro CD de Sangalo. O arranjo da canção que ela cantou com Carlinhos é apenas maravilhoso.
E minha honorável Bethânia está cada dia mais..........honorável. Pouca verve.

5 de junho de 2009 10:11  
Anonymous Anônimo said...

MEUS PASSADOS, Jânio tolinho, pq Ivete é do candomblé e considera muitas vidas, portanto, muitos passados...kkk....
NINGUEM MAIS....MAIS NINGUÉM...qual a diferença???
Bethânia, inteligente, deveria ter dado um jeitinho naquela 'poesia' de Roberto/Erasmo; "as nuvens brancas SE escureceram..." e Alcione passou batido por "não posso mais alimentar A este amor tão louco"
Enfim...nada tão grave.
Não gosto de Bethânia (DEUSA), depois de tanto errar letra em público, ficar lendo enquanto canta...até em Paris (fevereiro passado) fez isto. E com Cálice que ela canta há anos. O Que Será, no show com Omara (música que ela tb canta há décadas).

Olha, Ivete é marketeira às pampas, atravessa melodias, canta qualquer "coisa" mas, fato é que poucas artistas da mepebê vem atravessando a tal crise com tamanha galhardia (não é a toa que QUALQUER UM topariaparticipar deste seu projeto $$$). E não fez feio no DVD.
As imagens têm a leveza que ela emana, sua casa é agradabilíssima, o estúdio gostosésimo, e ainda tem um corpinho do tempo que mulher não pleiteava ser palmeira. Para completar, deu um grande salto neste repertório cantando coisas bem mais legais que suas últimas intervenções.
Enfim, Veta tá realmente podendo....e quem vier atrás que feche a porta.....fui!!!!!!

5 de junho de 2009 11:01  
Blogger Cássia said...

Artistas baianos têm uma espécie de pacto de não falar mal um do outro... Mesmo que não goste...rs
Bethânia é uma lady!

5 de junho de 2009 11:04  
Anonymous Anônimo said...

Mas o que vocês queriam? Que a Bethânia dissesse não?
Gente, a mulher é rainha e rainha não faz isso.
O Carlinhos Brown não é feio não. Somente se a sua visão de beleza for alienada.

5 de junho de 2009 12:16  
Anonymous Anônimo said...

ah, disse não para o Rei, mas prao Rei pode.De Rainha pra Rei é outra conversa.Ia atrapalhar o trabalho dela.

5 de junho de 2009 12:18  
Anonymous Anônimo said...

Não, Cássia, Bethania não é uma lady. Pergunte ao Jaime.
Mas se dá ao respeito e merece ser honrada.
Ivete é outra coisa. Tem a tal alegria de viver que a torna irresistível para as pessoas que se encontram de bem com a vida. Mesmo que escorregue às vezes no repertório.
Mas quem vai a um show de Ivete para ouvir Chico Buarque? A gente quer é se contaminar com a alegria e alto astral que emanam dela.
O resto é pros 'cabeças' de plantão. Ou pros 'cotovelos' doridos.

5 de junho de 2009 12:48  
Anonymous Anônimo said...

Gente prometo que com tanta gente falando bemmmmmmmmmm da Ivete,um dia vou ao shoiw dela sair do chão.
Quando eu tiver com 100 anos pra comemorar.Está prometido!

5 de junho de 2009 19:25  
Anonymous Anônimo said...

Meninos, em nome de uma paixão antiga por Maria Bethania, compro tudo o que tem a ver com ela (pulei apenas o último CD da Roberta Miranda pq achei um pouco D+), sendo assim tenho CD até do Orlando Morais, da Joana e de um tal Miltinho Edilberto. Assim, hj fui à FNAC e comprei o CD de Ivete e fui direto à faixa 17. Achei minha rainha meio desanimada mas me surpreendi com a voz firme e personalizada da anfitriã. Comecei então a ouvir o CD desde o início. Que grata surpresa! Tirando a faixa da Dalila, ouvi música de muito boa qualidade e constatei o quão personalizada é a voz desta baiana que até então era apenas - para mim - uma 'adolescente' deslumbrada e ávida por movimento, alegria e descompromisso. Assim, um bobo da corte, um clown.
Tô quase fã da moçoila. Tomara que a maternidade mantenha sua verve intacta mas amadureça a artista que desde hoje passa a fazer parte de mus interesses artísticos.

5 de junho de 2009 20:53  
Anonymous Anônimo said...

escorregar "às vezes" no repertório ? QUANTA GENTILEZA. Gostaria de saber quando se equilibrou...

5 de junho de 2009 22:39  
Anonymous Anônimo said...

o anô das 12.48 disse tudo

vevete manda bem tanto num maracanãzinho lotado, quanto nas avenidas apinhadas de salvador ou na tranquilidade de seu estúdio particular.

ivete poooode!

6 de junho de 2009 09:04  
Anonymous Anônimo said...

Acabei de ver o video da participação de Bethânia e achei bem lindo.
Comovonte!

6 de junho de 2009 10:20  
Anonymous Anônimo said...

Falar em Bethania, comprei o DVD Dentro do Mar...e me decepcionei.
Não tinha visto o show. Achei sincero, profissional, honesto, mas totalmente sem emoção.
O repertório não permite grandes voos da intérprete.
Assisti tb ao DVD da Ivete e achei a cara dela: despretensioso, desencanado, de uma leveza...e gostei muito da participação da Bethania, principalmente pelas honrarias prestadas a ela por Ivete.

7 de junho de 2009 10:02  
Blogger Fábio Vasconcelos said...

Para Cássia

Eu sou baiano. E de Salvador (graças a Deus!). Ser baiano é bom demais. E o motivo de postar aqui é para lamentar a declaração de Cássia. Nós não fazemos bairrismo não, Cássia. Nós sofremos bairrismo. Sofremos preconceito. Como todos os cidadãos de estados nordestinos. Em qualquer âmbito. O sistema de cotas nas universidades públicas vem para suprir um erro e dívida histórica que temos com a população negra, independente de ser a estratégia mais coerente. Mas ela é cabível pelo tamanho da injustiça. É a mesma coisa (mas em outros tempos mais democráticos) na música brasileira. Mas a força dos que têm supremacia (povo do sul e sudeste do Brasil), se dilui diante do talento de artistas nordestinos, que em outros tempos precisavam dos "palcos" cariocas e paulistas, e hoje não mais. Essa união de baianos que você supõe existir, se de fato houver, é justa. Repara injustiças que sofremos onde somos mais fracos. No poder da arte, que vem do talento, e não se aprende nas péssimas escolas que contemplam o nordeste do país, a Bahia mostra a sua cara e incomoda. Viva Gal, Bethânia, Caetano, Gil, João Gilberto, Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Cláudia Leitte, Carlinhos Brown e outros e outros, que unidos ou não representam um canto do Brasil que ainda tem muita energia para gastar. Acredite!

8 de junho de 2009 12:12  
Anonymous Anônimo said...

Comprei o CD por conta de Bethania e A M E I. Ivete está ótima, o repertório (Dalilas a parte) é show, enfim, Ivete mandou bem. Tem algumas músicas irresistíveis. Fiquei fã.

8 de junho de 2009 17:12  
Anonymous Anônimo said...

Gosto muito da Ivete, e qdo soube da participação da Bethânia, comprei o CD imediatamente, e o melhor não me arrependi. O CD tá ótimo com baladas diferentes do normal a ser gravado pela Ivete. Bethânia é uma rainha e com certeza enaltece o trabalho de qualquer artista. Resumindo, as duas juntas deram um show de musicalidade, naturalidade e simpatia. Essas duas baianas são simplesmente D+. Uma princesa, a outra a eterna Rainha da interpretação e da MPB.

26 de julho de 2009 13:31  

Postar um comentário

<< Home