24 de maio de 2009

Maravilhosa visão da obra de Wonder em DVD

Resenha de DVD
Título: Live at Last
A Wonder Summer's
Night
Artista: Stevie
Wonder
Gravadora: Motown /
Universal Music
Cotação: * * * * *

Demorou, mas - doze anos após o surgimento do DVD no mercado fonográfico americano - um dos maiores gênios da música produzida nos Estados Unidos lança o seu primeiro registro de show no formato. Por ironia, Live at Last capta Stevie Wonder em Londres, na Inglaterra, em duas apresentações da turnê mundial A Wonder Summer's Night na 02 Arena, filmadas em 30 de setembro e em 1º de outubro de 2008. E o que o vídeo oferece é uma maravilhosa visão da música de Wonder. Como deve(ria) ocorrer em todo DVD, mas quase nunca ocorre, a qualidade do áudio 5.1 e da imagem é de altíssimo nível (Live at Last está sendo editado também em blu-ray, inclusive no Brasil). O espectador tem a sensação de ser transportado para a lotada arena onde Wonder faz retrospecto completo de sua obra aglutinadora elementos de funk, pop, soul e r & b. Os closes nos rostos embevecidos do público evidenciam o prazer com que a platéia de 15 mil espectadores vê e ouve o artista reviver sucessos como Higher Ground. E eles, os hits, estão todos no roteiro, condensados sobretudo na segunda parte do show. Na primeira, Wonder celebra a obra seminal de Miles Davis (1926 - 1991) com All Blues - tema apresentado logo após a abertura - e faz bissexta incursão pelo repertório do pianista de jazz Chick Corea em Spain, depois de celebrar o rock de Beatles e Rolling Stones no longo UK Medley. Mas são seus clássicos que fazem a platéia delirar. O "la la la... la la la" ouvido em coro em My Cherie Amour - música inicialmente cantada somente pelo público, para júbilo de Wonder - é sedutor. Sir Duke, Part-Time Lover, Overjoyed, Superstition, Lately... Os sucessos se sucedem no roteiro com arranjos, em essência, fiéis aos registros originais das músicas. E, como a voz de Wonder preserva seu vigor e alcance, tudo soa na melhor das formas. Em Isn't She Lovely?, o cantor e músico toca sua gaita personalíssima. Já You Are the Sunshine of my Love é ouvida inicialmente com os vocalistas da afiada banda. Depois é que entra a voz inconfundível do autor. E o fato é que Live at Last celebra de forma inebriante a música de Stevie Wonder - enfim!! - em DVD.

6 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Demorou, mas - doze anos após o surgimento do DVD no mercado fonográfico americano - um dos maiores gênios da música produzida nos Estados Unidos lança o seu primeiro registro de show no formato. Por ironia, Live at Last capta Stevie Wonder em Londres, na Inglaterra, em duas apresentações da turnê mundial A Wonder Summer's Night na 02 Arena, filmadas em 30 de setembro e em 1º de outubro de 2008. E o que o vídeo oferece é uma maravilhosa visão da música de Wonder. Como deve(ria) ocorrer em todo DVD, mas quase nunca ocorre, a qualidade do áudio 5.1 e da imagem é de altíssimo nível (Live at Last está sendo editado também em blu-ray, inclusive no Brasil). O espectador tem a sensação de ser transportado para a lotada arena onde Wonder faz retrospecto completo de sua obra aglutinadora elementos de funk, pop, soul e r & b. Os closes nos rostos embevecidos do público evidenciam o prazer com que a platéia de 15 mil espectadores vê e ouve o artista reviver sucessos como Higher Ground. E eles, os hits, estão todos no roteiro, condensados sobretudo na segunda parte do show. Na primeira, Wonder celebra a obra seminal de Miles Davis (1926 - 1991) com All Blues - tema apresentado logo após a abertura - e faz bissexta incursão pelo repertório do pianista de jazz Chick Corea em Spain, depois de celebrar o rock de Beatles e Rolling Stones no longo UK Medley. Mas são seus clássicos que fazem a platéia delirar. O "la la la... la la la" ouvido em coro em My Cherie Amour - música inicialmente cantada somente pelo público, para júbilo de Wonder - é sedutor. Sir Duke, Part-Time Lover, Overjoyed, Superstition, Lately... Os sucessos se sucedem no roteiro com arranjos, em essência, fiéis aos registros originais das músicas. E, como a voz de Wonder preserva seu vigor e alcance, tudo soa na melhor das formas. Em Isn't She Lovely?, o cantor e músico toca sua gaita personalíssima. Já You Are the Sunshine of my Love é ouvida inicialmente com os vocalistas da afiada banda. Depois é que entra a voz inconfundível do autor. E o fato é que Live at Last celebra de forma inebriante a música de Stevie Wonder - enfim!! - em DVD.

24 de maio de 2009 13:04  
Anonymous Anônimo said...

Meu negócio é MPB, mas para Stevie Wonder, Elton John e Neil Young tiro o meu chapéu.
Já vi e ouvi este aí e concordo em gênero, nº e grau contigo Mauro.

24 de maio de 2009 13:15  
Anonymous Anônimo said...

Infelizmente faltou só uma e a melhor - é que só fez sucesso no Brasil - a bela "Ribbon in the Sky". Pena.

24 de maio de 2009 13:36  
Anonymous Luc said...

Que talento.

24 de maio de 2009 14:16  
Anonymous Anônimo said...

"Que talento" (2).

24 de maio de 2009 19:16  
Anonymous Anônimo said...

Minha nossa: cinco estrelas...


Arnaldo

25 de maio de 2009 00:36  

Postar um comentário

<< Home