19 de maio de 2009

CD expõe e celebra comunhão de Coldplay e fãs

Resenha de CD
Título: Left Right Left
Right Left
Artista: Coldplay
Gravadora: Nenhuma
Cotação: * * * *

"Is everybody feeling ok? Is everybody feeling fresh?", pergunta o vocalista do grupo Coldplay, Chris Martin, antes de cantar a balada The Hardest Part / Postcards From Far Away, ao público que assiste a um show da turnê Viva la Vida. A pergunta - desnecessária diante da vibração perceptível na platéia - pode ser ouvida no CD ao vivo Left Right Left Right Left, disponibilizado pelo grupo para download gratuito e ofertado, em sua forma física, a todo espectador que for ver um dos shows da turnê. São somente nove músicas coletadas em diferentes países e cidades, mas, desde a primeira, Glass of Water, já é perceptível a euforia que irmana os diversos públicos. O disco expõe e celebra a comunhão do Coldplay com seus fãs no palco. O coro que faz "ôô ô ôô ô" ao fim de Viva la Vida - a empolgante música que inspirou o título do álbum lançado em 2008 - exemplifica com perfeição o tom caloroso de Left Right Left Right Left. Clocks (com arranjo que simula a batida de um relógio), a balada Strawberry Swing e Death and All His Friends (número em que entra o piano às vezes deixado de lado no álbum de 2008) são faixas deste disco que captura a aventura do baterista Will Champion como cantor em Death Will Never Conquer enquanto Chris Martin exercita suas habilidades na gaita. O tom quase solene - e quase sacro - do coro popular ouvido em Fix You atesta a comunhão entre o grupo e os discípulos, submissos às ordens de Martin com disciplina militar...

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

"Is everybody feeling ok? Is everybody feeling fresh?", pergunta o vocalista do grupo Coldplay, Chris Martin, antes de cantar a balada The Hardest Part / Postcards From Far Away, ao público que assiste a um show da turnê Viva la Vida. A pergunta - desnecessária diante da vibração perceptível na platéia - pode ser ouvida no CD ao vivo Left Right Left Right Left, disponibilizado pelo grupo para download gratuito e ofertado, em sua forma física, a todo espectador que for ver um dos shows da turnê. São somente nove músicas coletadas em diferentes países e cidades, mas, desde a primeira, Glass of Water, já é perceptível a euforia que irmana os diversos públicos. O disco expõe e celebra a comunhão do Coldplay com seus fãs no palco. O coro que faz "ôô ô ôô ô" ao fim de Viva la Vida - a empolgante música que inspirou o título do álbum lançado em 2008 - exemplifica com perfeição o tom caloroso de Left Right Left Right Left. Clocks (com arranjo que simula a batida de um relógio), a balada Strawberry Swing e Death and All His Friends (número em que entra o piano às vezes deixado de lado no álbum de 2008) são faixas deste disco que captura a aventura do baterista Will Champion como cantor em Death Will Never Conquer enquanto Chris Martin exercita suas habilidades na gaita. O tom quase solene - e quase sacro - do coro popular ouvido em Fix You atesta a comunhão entre o grupo e os discípulos, submissos às ordens de Martin com disciplina militar...

19 de maio de 2009 18:04  
Blogger Júlio Lima said...

Sou fascinado pelo seu blog.
Sempre muito coeso e de bom gosto.
Parabéns Mauro.
Espero que vc curta meu som tb.
Abs

19 de maio de 2009 21:24  

Postar um comentário

<< Home