24 de março de 2009

Daniela adia álbum 'Canibália' e cancela shows

Daniela Mercury adiou o lançamento de seu álbum Canibália para o segundo semestre de 2009. Por conta do adiamento, a cantora cancelou os shows que faria em abril no Rio de Janeiro (RJ) e em São Paulo (SP) para dar o pontapé inicial na turnê do disco. Entre inéditas como Oyá por Nós (primeira parceria da artista com Margareth Menezes), Sol do Sul (reggae composto por Daniela com seu filho, Gabriel Póvoas), Dona desse Lugar (faixa de temática indígena) e Trio em Transe (tema que cita na letra várias personagens femininas da literatura do escritor Jorge Amado), o repertório inclui releituras de sucessos de Dorival Caymmi (1914 - 2006) e Zequinha de Abreu (1880 - 1935). De Caymmi, Daniela - vista acima em foto de Michel Ray - revive os sambas O que É que a Baiana Tem? e Samba da Minha Terra. De Zequinha, a música eleita é o chorinho Tico-Tico no Fubá - lançado em disco em 1931.

25 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Daniela Mercury adiou o lançamento de seu álbum Canibália para o segundo semestre de 2009. Por conta do adiamento, a cantora cancelou os shows que faria em abril no Rio de Janeiro (RJ) e em São Paulo (SP) para dar o pontapé inicial na turnê do disco. Entre inéditas como Oyá por Nós (primeira parceria da artista com Margareth Menezes), Sol do Sul (reggae composto por Daniela com seu filho, Gabriel Póvoas), Dona desse Lugar (faixa de temática indígena) e Trio em Transe (tema que cita na letra várias personagens femininas da literatura do escritor Jorge Amado), o repertório inclui releituras de sucessos de Dorival Caymmi (1914 - 2006) e Zequinha de Abreu (1880 - 1935). De Caymmi, Daniela (vista acima em foto de Michel Ray) regrava os sambas O que É que a Baiana Tem? e Saudade da Bahia. De Zequinha, a música eleita é o chorinho Tico-Tico no Fubá - lançado em disco em 1931.

24 de março de 2009 10:29  
Blogger aguiar_luc said...

Que pena! Vamos ter quer esperar um pouco mais. Pela Biscoito Fino ou qualquer outra distribuidora Daniela será sempre Daniela.

24 de março de 2009 12:43  
Anonymous Anônimo said...

Notícia hiper mega ultra defasada... Daniela não ia lançar cd no primeiro semestre.. Ela já havia dito que lançarai cd a partir de julho... Somente os shows foram adiados (e não cancelados).

24 de março de 2009 13:05  
Anonymous Anônimo said...

Está certa, pra não embolar com o " Pode Entrar " de Ivete e convidados. Em 2006 elas lançaram (quase) que simultaneamente e, mesmo o " Balé Mulato " sendo melhor que " As supernovas " de Ivete, passou despercebido ...

24 de março de 2009 13:35  
Anonymous Anônimo said...

" Oyá por Nós " (primeira parceria da artista com Margareth Menezes)será gravada por - ninguém menos - que Maria Bethânia. Fato!!

24 de março de 2009 13:37  
Anonymous Anônimo said...

Que pena! Vamos ter quer esperar um pouco mais. Pela Biscoito Fino ou qualquer outra distribuidora Daniela será sempre Daniela.(2)

24 de março de 2009 13:54  
Anonymous Léo said...

Foi em novembro de 2005 que Daniela e Ivete lançaram seus CDs simultaneamente. Inclusive, vários jornalistas aproveitaram para analisar os dois trabalhos juntos, fazendo comparações. E foram unânimes em constatar a superioridade do CD da Daniela, em todos os aspectos.

24 de março de 2009 14:49  
Blogger Daniel said...

Olá,Mauro
Parabéns pelo blog!Belo trabalho de opinião e informação que vc presta a nós amantes de música em geral.Gostaria de saber se o dia da coluna "No Estúdio" no jornal "O DIA" mudou de dia da semana ou vc apenas não escreveu na sexta passada ou está de férias!
Obrigado.

abs

24 de março de 2009 14:59  
Blogger Mauro Ferreira said...

Daniel, obrigado pelo elogio. A coluna Estúdio continua firme e forte. Ela somente passou para as segundas-feiras (já saíram duas neste novo dia - ontem e dia 16).

abs, MauroF

24 de março de 2009 15:07  
Anonymous Anônimo said...

Caro Léo, é até mais bonita e nem precisava.

24 de março de 2009 21:19  
Blogger liliam said...

Não sabia do adiantamento.Deu água na boca

25 de março de 2009 02:03  
Blogger Rio de Janeiro a Dezembro said...

Ivete se expõe demais e segue a cartilha do mercado. Tem todo o poder nas mãos e se submete a gravar o que tá na moda. Agora, já Daniela, super-criativa, sempre lança álbuns maravilhosos com o que há de melhor na nossa MPB. E prova que é preciso muitas Ivetes e Cláudias para chegar aos seus pés.

25 de março de 2009 10:21  
Anonymous Anônimo said...

Daniela a tempos vem mostrando seu desgaste e desinteresse, recorrendo sempre a regravações e lançando trabalhos que sôam misturebas desconexas de idéias e agudos chatíssimos. "Balé Mulato" é um álbum belíssimo, mas para quê lançar logo em seguida um "Balé Mulato Ao Vivo"??? Será mesmo que é só Ivete Sangalo quem se submete (tenho cá minhas dúvidas quanto a essa afirmação!) ao mercado?

Daniela não vende, daí seu problema em lançar um trabalho novo na praça pelo menos de dois em dois anos. Acho que não faría nenhum mal a ela tentar manter um equilíbrio artístico e parar de tentar atirar para todos os lados tentando ser "eclética" pois não cola: um acústico (Clássica), um elétrico (Carnaval Eletrônico) e um de samba-reggae de onde se salvam poucas faixas.

Daniela precisa ser mais Daniela, como antes.

27 de março de 2009 13:04  
Anonymous Anônimo said...

TAMBÉM CONCORDO COM O ANONIMO QUE DISSE QUE DANIELA MISTURA DEMAIS AS COISAS. QUER SER RECONHECIDA COMO CANTORA DE MPB, MAS NÃO LARGA O OSSO DO AXÉ, QUE É O QUE LHE RENDE DINHEIRO!!!!

29 de março de 2009 20:57  
Anonymous Anônimo said...

Daniela nunca deveria ter saído da Axé music. Essa é a sua praia. Quando se aventura por outros caminhos é um desastre. Resultado que nós vemos hoje. Não vende, perdeu público e só aparece no carnaval.

30 de março de 2009 11:38  
Anonymous Anônimo said...

também concordo plenamente, Mercury alcançou o posto maximo como cantora de axé, e hoje tem o privelegio de ousar e trilhar novos caminhos, porém não emplaca na MPB,eletronica e afins e hoje no axé seu som é cabeça demais pra meninada, que ainda estár anestesiada pelo furacão Ivete Sangalo. Vale ressaltar que Dani só se voltou mais pro axé nos ultimos anos por causa da frison que Ivete vem causando pois a mesma foi responsavel pela predominancia do ritimo, que já andava desgatado quando a mercury intelecutazou.

30 de março de 2009 15:50  
Anonymous Anônimo said...

porém sinto uma saudadde imensa daquele vulcão em erupção dos anos 90 que sacudia as madeixas enquanto cantava e dançava sem parar.

30 de março de 2009 15:52  
Anonymous OLIVEIRA said...

Liga não, "Daninha"... Se perdeste público para "e vai rolar a festa" e "tira o pé do chão" também ganhaste - eu tô nessa - para atenciosos ouvidos que não se contentam com discos de 14 músicas TODAS PRATICAMENTE IGUAIS, devido aos arranjos repetitivos da dita Axé Music - o que até entendo, já que o pessoal que "tá rolando na festa" ou "com os pés no ar" perdem o ritmo do rebolado e do pula-pula se alguma coisa soar estranha.
SUCESSO DESTE FÃ TARDIO DEVIDO A PURO PRECONCEITO que aprendeu a apreciar seu talento justamente porque "não rola em festas" e nem vive "tirando o pé do chão". É fã que aprecia música sentado e concentrado, principalmente.

30 de março de 2009 19:48  
Anonymous Anônimo said...

Ficar parada em "Axé Music" é que nem fazer só o primário. Divertido mas sem valor intelectual ou currículo.
É que nesse caso o povão é que é o patrão. Aí até eu.

30 de março de 2009 20:49  
Anonymous Anônimo said...

Daniela É. As outras tentam ser.

30 de março de 2009 20:55  
Anonymous Anônimo said...

Sinto saudade não. Prefiro a artista de hoje, um "terremoto" controlado que sabe a hora de fazer a terra tremer e sabe a hora de nos ninar até adormecer. Saber ser duas, três, quatro em uma não é para qualquer: exige talento, cultura e inteligência. O que alguns chamam de "atirar para qualquer lado" devido ao vulcão em eterna erupção - que só causa estrago - Ivete Sangalo na minha modesta opinião é "encantar para qualquer lado"; e mesmo que o motivo fosse Ivete que seja, já vale para atenuar os estragos do "vulcão". "Há males que vem para bem".

30 de março de 2009 23:14  
Anonymous OLIVEIRA said...

Que bom. Ainda há vida e ouvidos inteligentes no Planeta. Eu estava quase achando que o maluco era eu.
PALMAS PARA OS 3 ÚLTIMOS ANÔNIMOS. ADOREI!
Viu, "Daninha" ? Continue a "encantar para qualquer lado" (com a licença do anônimo).

30 de março de 2009 23:43  
Anonymous Anônimo said...

Eu sinto sim muita saudade da Daniela dos anos 9o. A Daniela de hoje ainda sim canta os seus antigos sucessos a diferença é que hoje tem a musica clássica que ela enfatisa em seus shows, porque mesmo nos anos 90, ela cantava essas musicas.

Então, Viva Dani!!! Vamos curtir essa mulher. Eu sou apixonado por samba reggae, pela Mpb, pela Bossa Nova e Daniela Mercury sabe fazer isso muito bem. O que Dani faz hoje nao é novidade.

12 de julho de 2009 00:18  
Anonymous Anônimo said...

Sinceramente, eu concordo com a superioridade musical e vocal de Daniela sobre Ivete e Claudinha, porém, acho que um artista tem que ter identidade, ou é do axé, da MPB, BOSSA, DANCE... ficar pra lá e pra cá só perde público. Quando vc começa a gostar dela como cantora de MPB ela lança AXÉ, quando começa a acostumar novamente com sua voz no Axé ela lança DANCE... isso é horrível, e a prova está aí, ela caiu em vendas e popularidade, e não venham os fãs dizer que é porque ela quer ser elitizada, porque não é. Vamos ser sinceros e ver que ela tenta aparecer novamente tem anos, mas não está tendo ajuda da mídia como Claudinha e Ivete está tendo, não é por falta de talento, é por não ser tão ajudada pela mídia, porque sabemos que nao precisa de talento pra ser sucesso no Brasil, só da mídia, a prova está nas Wanessas Camargos da vida e tantas outras como Kelly Key. Agora, Daniela tem que se firmar em um som, porque passear demais em ritimos só perde espaço e esse fato acontece até nos EUA, cadê Whitney, Toni Braxton que tanto fizeram sucesso? Sumiram, porque eram artistas que cantavam muito bem canções romanticas, mas inventaram ser artistas de HIP HOP... perderam espaço pra outras que tem mais ajuda da mídia, já Celine Dion, continuou no mesmo estilo e sobrevive com a segunda turne mais lucrativa do mundo no ano! Tem que ter identidade! Agora, pra finalizar, esse toque é de fã, que amo Daniela, pra mim a melhor artista da Bahia e uma das melhores do Brasil, mas o que disse acima é o que ouço da maioria das pessoas! Assim ela está construindo sua estrada para o esquecimento! Sempre terá merito pelo talento, mas não mais o sucesso que almeja!

18 de julho de 2009 15:27  
Blogger Wilson Pesi said...

Quantas comparações!!! Sempre na tecla Daniela X Ivete. Daniela é Daniela Mercury e Ivete Sangalo é a bola da vez. Sua hora também vai passar e vamos ver se ela consegue se segurar com um ritmo que não contagia mais (espero). Ao contrário da Daniela que desfila em parcerias com os maiores nomes de nossa MPB. Além de conhecimento no que faz (MPB - afinada e com conteúdo - letra), são os grandes que reconhecem o talento da baiana. Quanto a ser eclética, a própria Ivete já disse que a Daniela vai abrindo o caminho e ela vai "atrás"! Pena que pra levantar poeira, a música da Bahia tenha de ser tão vazia! E tanta polêmica e críticas são o preço de não ser igual, ser ousada. Assim foi com a Madonna!

23 de outubro de 2009 01:12  

Postar um comentário

<< Home