16 de julho de 2008

CD solo de Tatau oscila entre brega e axé banal

Resenha de CD
Título: Formas e Formas
Artista: Tatau
Gravadora: Deckdisc
Cotação: * 1/2

Em abril de 2007, Tatau anunciou sua saída do grupo baiano Ara Ketu - somente concretizada em fevereiro de 2008, em pleno Carnaval de Salvador (BA). Após 23 anos no comando do grupo, o cantor partiu para carreira solo que, a julgar pelo CD Formas e Formas, patina na mesma banalidade que pautou a discografia recente do Ara Ketu. O repertório quase todo autoral oscila entre baladas com alto teor de glicose, caso de Quando Li teu Olhar, e o axé mais populista, cantado em faixas que acenam para o circuito das micaretas. Entre elas, Quem Vai Colar com Esse Negão? é o típico exemplo da grande diluição da música afro-pop-baiana. Sintomaticamente, a melhor das 14 músicas do disco é uma das duas não assinadas por Tatau. Povo, Vem Ver - da lavra de Armando Cruz - evoca de longe os áureos tempos do samba-reggae, base da boa obra inicial do Ara Ketu. Enfim, Tatau partiu para carreira solo na sua pior forma. Discos e dias melhores virão.

31 Comments:

Anonymous Anônimo said...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Pegou pesado Mauro!

16 de julho de 2008 11:36  
Blogger .Leo. said...

"Discos e dias melhores virão."

Será?

16 de julho de 2008 11:37  
Anonymous Anônimo said...

Um marco na história desse blog, conseguiu ser pior na avaliação do Mauro do que o tosco dvd da Alcione.

16 de julho de 2008 11:38  
Anonymous Anônimo said...

Todos vão na cola da Sangalo: Trio elétrico e multidão ávida pelo comando "Tira o pé do chão" e ninguém sabe porque está pulando. E, dinheiro, dinheiro, dinheiro.

16 de julho de 2008 11:47  
Blogger .Leo. said...

Nossa, essa capa então tá tenebrosa... quem vai colar com esse negão? O.o

16 de julho de 2008 13:16  
Anonymous Anônimo said...

O que se salva na Bahia são os discos solo de Brown. E alguns da Daniela Mercury.

16 de julho de 2008 13:40  
Anonymous Anônimo said...

Alguém aqui paga as contas do Tatau? Não. Então deixa ele faturar. Problema de quem compra. Não são desavisados.

16 de julho de 2008 16:07  
Anonymous Anônimo said...

dAI ACABO ME LEMBRANDO DE CLIVE D. Presidente da gravdora ARISTA. Ele diz, que o erro de cantores que já estão na mídia e com relativo sucesso é quererem se tornar compositores. Se o cara não for bom, o disco fica uma droga. Que se os artistas ao imvés de escreverem coisas horríveis, gastassem um pouco mais de tempo garimpando coisas boas de compositores DE VERDADE, os discos da atualidade seriam bem melhores.

E ai ? o que vcs acham ?
Eu concordo com ele.

Edu - abc

16 de julho de 2008 18:06  
Anonymous Anônimo said...

Pois se depender de mim para o Tatau pagar suas contas o seu nome já está no SPC.

16 de julho de 2008 21:35  
Anonymous Anônimo said...

"O que se salva na Bahia são os discos solo de Brown"
hhauhaaauauauauauua
Parafraseando Leandro e Leonardo:
Desculpa, mas eu vou sorrir.

Jose Henrique

17 de julho de 2008 00:54  
Anonymous Anônimo said...

Essa foi triste Zé! Só mesmo sendo muito alienado!

17 de julho de 2008 08:53  
Anonymous Anônimo said...

Eu colo com esse negão!!!!!!

17 de julho de 2008 09:48  
Anonymous Anônimo said...

Tatau tem uma história bonita com a música baiana, acredito que o show vai superar as deficiências deste cd.

Quanto a crítica mais arrasadora do mauro, acho que foi a Maria Creuza, coitada.

17 de julho de 2008 12:08  
Anonymous Anônimo said...

O Mauro tem problemas pessoais com a Marrom, o que torna o comentário duvidoso.

17 de julho de 2008 16:46  
Anonymous Anônimo said...

Tem nada! Se tivesse ele não teria assinado so créditos dos seus discos dos anos 80 e olha que pra ter falando bem daquilo só se pagando muito bem.

17 de julho de 2008 19:00  
Anonymous Anônimo said...

Triste? Pô, não achei.
Achei a piada do cara boa, tanto que rir muito. :>)

PS: Tô mais pra alienígena do que alienado.

"Oh seu moço, do disco voador me leve com vc pra onde vc for. Oh seu moço, mas não me deixe aqui enquanto eu sei que tem tanta estrela por aí"

Raul Seixas

Jose Henrique

17 de julho de 2008 19:53  
Anonymous Anônimo said...

Eu só conheço dois casos de carreira solo bem suciedidas na música baiana: Daniela Mercury e Ivete Sangalo (não conta Margareth Menezes, pq esta nunca foi vocalista de banda). Eu não sei em que se fiam os cantores de grupos de música de carnaval baiana para seguir carreira solo. Daniela e Ivete são duas artistas carismáticas e talentosas (embora Ivete tenda a ser popularesca). Mas o resto são apenas cantoires afinadinhos que seguram a onda em cima do trio elétrico. Não tem nenhum grande cantor que valha um trabalho solo ali. E Tatau é um dos melhores exemplos disso. Vai acontecer o mesmo que já aconteceu antes à Netinho, Márcia Freire, Carla Visi, Carla Cristina,Márcia Short, Emanuelle Araújo, Pierre Onassis (e, espero, Cláudia Leitte) e outros: SUMIR. Vai ser muito bem feito se passar pela mesma humilhação de Márcia Freire, de ter que voltar com o rabo entre as pernas de volta ao posto de vocalista da banda que deixou pela carreira solo.

18 de julho de 2008 11:40  
Blogger Jorge Reis said...

Esse povo todo da Bahia, filhos bastardos do Axé, deveria se juntar em uma gravadora, tipo a biscoito fino ou acarajé fino, tanto faz e permanecer em seu mercado regional, mesmo em era da globalização é um absurdo conviver com esse tipo de mídia.
Que venham melhores dias sim, sem axé...

18 de julho de 2008 16:40  
Anonymous Anônimo said...

É interessante como o sucesso dos artistas da chamada Axé Music incomoda um monte de gente. Taí Jorge Reis para provar. Relaxe, Jorge. Esse pode até não ser um grande trabalho de Tatau, mas ele tem talento para dar a volta por cima e continuar fazendo sucesso (e não só na Bahia)!

19 de julho de 2008 19:36  
Blogger Lalah Mendes said...

Tem muita gente falando , tomando por base o que foi escrito. Quem realmente ouve o CD vê que não é bem assim. Tatau além de ótimo compositor soube usar os mais variados tipos de música, o axé de micareta, o afro-pop, o pagode, e até uma ("Um bilhete") que lembra a MPB.
A melhor voz masculina da Bahia merece mais respeito galeraa! \o/

22 de julho de 2008 20:55  
Anonymous Anônimo said...

Na minha opinião, Tatau partiu pra "carreira solo" BEM D+!!!!
Seu CD está maravilhoso!!!!
Trabalho lindíssimo e de ótima qualidade!!!
Cada um com seu gosto!
E viva a diversidade, pois é ela que colore o mundo!!!

23 de julho de 2008 00:39  
Blogger Unknown said...

Coisa interessante é o Brasil. País nenhum tem uma diversidade tão grande de gêneros e possibilidades musicais. Precisamos aceitar as diferenças. Nos dias de hoje, onde a internet quase acabou com o mercenário mercado das rádios, cada um pode escutar o que tiver bem afim. E deixar para o outro o direito de decidir aquilo que lhe satisfaz. Acarajé fino é uma idéia interessantissima, mas o guetho que você, jorge reis, quer criar é quase criminoso. Levante as mãos pro céu e agradeça a liberdade de ouvir aquilo que gosta e pronto. Mas nao tente limitar os direitos dos outros. Quem quiser correr atrás do trio, que corra, quem quiser correr atrás da amy que corra, e por aí vaí.

23 de julho de 2008 10:23  
Anonymous Anônimo said...

Faço das palavras do Érico as minhas, sem tirar nem por!

Ressalto um pouco mais de integridade na crítica,NA SUA OPINIÃO o cd é brega e banal. Cabe expor o CD e deixar que cada um tire suas próprias conclusões!

E só mais uma coisa. Falar que autor de "Proteso do Olodum(E lá vou eu), Futuro Prometido, Araketu Bom demais e etc é mau compositor, pelo amor de Deus né? kkkkkkk

24 de julho de 2008 17:11  
Blogger Unknown said...

Pois é, lamentavelmente isso é Brasil, nosso povo tem uma certa resist~encia a mudanças, até fevereiro critico nenhum falava das músicas do compositor Tatau, que por sinal são lindas, para quem não sabe o Tatau não está dando uma de compositor, ele nasceu compositor, e o CD está LINDO, agradando aos fãs e as pessoas que sem frescura sente tudo que ele fala. Acredito que se o tal especialista em CD não gostou o sucesso está garantido pq nós fãs simplimente ADORAMOS.

26 de julho de 2008 22:51  
Blogger Unknown said...

Amei o cd....Tatau, além de ter uma voz abençoada, nasceu pra brilhar...e está ofuscando muita gente...Brilhe cada vez mais Tatauuuuuuu

27 de julho de 2008 14:26  
Blogger Unknown said...

Acho que voce deveria era medir as suas palavras, como uma pessoa que se diz entendido de musica, fala assim de uma maneira tão grosseira sobre um artista tão querido como o Tatau, nós fãs dele temos a certeza de ele tera muito SUCESSOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!

27 de julho de 2008 17:04  
Anonymous Anônimo said...

oi

3 de agosto de 2008 19:49  
Blogger Unknown said...

Mauro, que mau humor! Sinto muito, seu comentario foi infeliz, salve a liberdade de expressão. Tatau é sucesso há pelo menos 23 anos e, agora não será diferente. E é um artista querido por muitos fãs, ele é uma paixão nacional!
A capa do cd e o conteúdo estão d+! "Eu colo com esse negão!"

3 de agosto de 2008 19:57  
Anonymous Anônimo said...

O Trabalho do Tatau tá lindo. Por sinal o show tb tá bom demais da conta.
Minas Gerais está colada com esse negão.
Sucesso Meu Rei.

4 de agosto de 2008 07:56  
Blogger POLÍCIA CIVIL PARAÍBA said...

Mesmo cantando músicas com letras de gosto duvidoso, ele tem uma das mais belas vozes do país.Isso ningu´me pode negar.

1 de setembro de 2008 14:43  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, infelizmente em certos pontos tenho que concordar contigo, mas, acho que o cd esta muito bem produzido arranjado e cantado, o repertório poderia ser melhor mas como musico sei o quanto é dificil se escolher um bom repertório prncipalmente quando se fala de musica baiana cheia de suas influências.
Infelizmente hj temos que sobreviver com musicas "fáceis" e banais.
Nem por isso deixarei de gostar do trabalho dele que tem seus méritos.

23 de outubro de 2008 23:44  

Postar um comentário

<< Home