15 de abril de 2008

Tira Poeira espana a obviedade no segundo CD

Resenha de CD
Título: Feijoada Completa
Artista: Tira Poeira
Gravadora: Biscoito Fino
Cotação: * * * *

Já foi dito inúmeras vezes que, bem mais do que um gênero musical, o choro é uma forma de tocar. Pois o espírito do choro permeia as 13 faixas deste grandioso segundo álbum do grupo carioca Tira Poeira, mas, diferentemente do primeiro (Tira Poeira, 2003), em que o quinteto revivia temas de mestres do gênero, como Jacob do Bandolim (1918 - 1969) e Waldir Azevedo (1923 - 1980), não há em Feijoada Completa um choro em sua forma mais ortodoxa. Com andamentos inusitados e acordes sempre surpreendentes, o Tira Poeira espana a obviedade ao tocar músicas dos repertórios de Edu Lobo (Arrastão), Heitor Villa-Lobos (1887 - 1959 - O Trenzinho do Caipira), Chico Buarque (a faixa-título, samba de 1978) e até Beatles (Eleanor Rigby, reconhecível, mas com nova cara). As ousadias estilísticas são tantas que os vocais de Lenine (em Atrás da Porta), Maria Bethânia (em Gente Humilde, faixa em que o grupo cita clássicos dos recorrentes mestres Jacob e Waldir) e Olivia Hime (na Valsa de Eurídice) são temperos que nem alteram o sabor apimentado da feijoada. Em cujo caldeirão cabem uma inédita de Baden Powell (1937 - 2000 - Introdução ao Canto de Yansã), um clássico da música norte-americana (My Favourite Things, de Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II) e ótima investida na música eletrônica em O Morro Não Tem Vez, faixa turbinada com os grooves do DJ Sany Pitbull. Sem patinar no terreno do exotismo, o Tira Poeira varre a mesmice que provoca mofo em alguns discos de choro. Sem renegar as tradições, o quinteto revitaliza o gênero.

3 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Beleza de grupo. Estes sim, merecem meu respeito! São autênticos chorões, talentosos e da melhor safra da boa e renovada Lapa. Comprarei sem pestanejar. Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

15 de abril de 2008 11:14  
Anonymous Anônimo said...

os 'meninos' do Tira poeira são sensacionais. A faixa 'Gente humilde' com Maria Bethânia é bem superior àquela gravada pela mesma para o tributo à Vinicius.
Esses garotos não apenas tiram poeira mas são de tirar o chapéu.

15 de abril de 2008 14:28  
Anonymous Anônimo said...

comprei o cd e tô curtindo. até gente humilde que já torrou o saco ficou bem legal com o arranjo dos garotos.

18 de abril de 2008 20:10  

Postar um comentário

<< Home