16 de outubro de 2010

Veia pop de Luis Miguel aflora em 'Luis Miguel'

Lançado no mercado fonográfico brasileiro neste mês de outubro de 2010 pela gravadora Warner Music, o novo álbum do cantor e compositor mexicano Luis Miguel envolve numa ambiência pop o sentimentalismo habitual das canções românticas latinas.  Luis Miguel, o CD, foi produzido pelo próprio artista, um dos cinco autores de Labios de Miel, já um hit no mercado latino-americano. O repertório destaca três músicas da lavra já consagrada de Armando Manzanero (No Existen Limites, Lo que Queda de mi e De Quién Es Usted), ainda uma das referências máximas do bolero.

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Lançado no mercado fonográfico brasileiro neste mês de outubro de 2010 pela gravadora Warner Music, o novo álbum do cantor e compositor mexicano Luis Miguel envolve numa ambiência pop o sentimentalismo habitual das canções românticas latinas. Luis Miguel, o CD, foi produzido pelo próprio artista, um dos cinco autores de Labios de Miel, já um hit no mercado latino-americano. O repertório destaca três músicas da lavra já consagrada de Armando Manzanero (No Existen Limites, Lo que Queda de mi e De Quién Es Usted), ainda uma das referências máximas do bolero.

19 de outubro de 2010 10:51  
Blogger Cartas Entre Ameegas said...

Desde que lançou o álbum "Amarte Es Un Placer" em 99 que o Luis Miguel aposta sempre na mesma fórmula pop com os metais fervorosos do Jerry Hey e todos os clichês utilizados em álbuns posteriores como o "33" e o "Cumplices".Não há nada que chame grande atenção,além de ser um disco de inéditas.A impressão que tenho é que de lá para cá todas as músicas são iguais.

23 de outubro de 2010 20:13  

Postar um comentário

<< Home