27 de outubro de 2010

Segundo registro ao vivo de Diogo chega às lojas

Segundo registro ao vivo de show da curta discografia de Diogo Nogueira, captado em 23 de julho de 2010 em apresentação do artista na casa carioca Vivo Rio, Sou Eu ao Vivo chega às lojas no início de novembro, via EMI Music, nos formatos de CD e DVD. O vídeo alinha 26 músicas em 23 faixas, incluindo quatro inéditas. As novidades são Contando Estrelas (Ciraninho e Rafael dos Santos), Razão Pra Sonhar (parceria de Diogo com Inácio Rios e Raphael Richard, inicialmente intitulada Jangadeiro), Vestibular pra Solidão (Alexandre Pires) e A Vitória Demora, mas Vem (Juninho Thybau, Anderson Baiaco e Luiz Café). Diogo incluiu sucesso de Emílio Santiago, Pelo Amor de Deus (Paulo Debétio e Paulinho Rezende), em roteiro que tem citação instrumental de Feijoada Completa (Chico Buarque) e intervenções de Chico Buarque (nos sambas Homenagem ao Malandro e Sou Eu), Ivan Lins (na canção romântica Lembra de mim e no samba  Sou Eu), Hamilton de Holanda (bandolim em Lama das Ruas e em Sou Eu) e Alcione (em Amor Imperfeito). A música de trabalho é Me Leva (Toninho Geraes e Serginho BH), samba romântico que deu título ao álbum lançado em 1992  por Agepê (1942 - 1995), de cujo repertório Diogo Nogueira também rebobina o hit Deixa Eu te Amar (Agepê, Camillo e Mauro Silva), de 1984. Clique aqui para ler a resenha da gravação ao vivo do CD e DVD Sou Eu ao Vivo.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Segundo registro ao vivo de show da curta discografia de Diogo Nogueira, captado em 23 de julho de 2010 em apresentação do artista na casa carioca Vivo Rio, Sou Eu ao Vivo chega às lojas no início de novembro, via EMI Music, nos formatos de CD e DVD. O vídeo alinha 26 músicas em 23 faixas, incluindo quatro inéditas. As novidades são Contando Estrelas (Ciraninho e Rafael dos Santos), Razão Pra Sonhar (parceria de Diogo com Inácio Rios e Raphael Richard, inicialmente intitulada Jangadeiro), Vestibular pra Solidão (Alexandre Pires) e A Vitória Demora, mas Vem (Juninho Thybau, Anderson Baiaco e Luiz Café). Diogo incluiu sucesso de Emílio Santiago, Pelo Amor de Deus (Paulo Debétio e Paulinho Rezende), em roteiro que tem citação instrumental de Feijoada Completa (Chico Buarque) e intervenções de Chico Buarque (nos sambas Homenagem ao Malandro e Sou Eu), Ivan Lins (na canção romântica Lembra de mim e no samba Sou Eu), Hamilton de Holanda (bandolim em Lama das Ruas e em Sou Eu) e Alcione (em Amor Imperfeito). A música de trabalho é Me Leva (Toninho Geraes e Serginho BH), samba romântico que deu título ao álbum lançado em 1992 por Agepê (1942 - 1995), de cujo repertório Diogo Nogueira também rebobina o hit Deixa Eu te Amar (Agepê, Camillo e Mauro Silva), de 1984. Clique aqui para ler a resenha da gravação ao vivo do CD e DVD Sou Eu ao Vivo.

27 de outubro de 2010 09:55  

Postar um comentário

<< Home