7 de outubro de 2010

Trio El Canto del Loco faz conexões com Brasil

Grupo de rock surgido em 1994 na Espanha, onde logo alcançou sucesso, El Canto del Loco faz conexões com Brasil e Argentina em CD  voltado para os países do Mercosul. El Canto del Loco - o álbum ora lançado no Brasil pela Sony Music no embalo da vinda do trio hispânico para apresentação em festival realizado em São Paulo - é o primeiro título da discografia da banda a ser lançado no mercado nacional. Pilotado por Afo Verde, produtor em grande evidência na cena pop argentina, o CD é coletânea de sucessos da banda, regravados com adesões do cantor espanhol Alejandro Sanz (Volverá, já um hit nas paradas portenhas) e dos brasileiros Rogério Flausino (em Corazón, música que tem a cara do Jota Quest), Dinho Ouro Preto (em Canciones, música que tem a cara do Capital Inicial) e Mallu Magalhães (num harmonioso dueto com o vocalista Dani Martín em Contigo). No todo, o pop rock do El Canto del Loco - mais romântico do que propriamente louco em faixas como Llueve em mi e Puede Ser - ficou com pegada sob a produção de Afo Verde.

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Grupo de rock surgido em 1994 na Espanha, onde logo alcançou sucesso, El Canto del Loco faz conexões com Brasil e Argentina em CD voltado para os países do Mercosul. El Canto del Loco - o álbum ora lançado no Brasil pela Sony Music no embalo da vinda do trio hispânico para apresentação em festival realizado em São Paulo - é o primeiro título da discografia da banda a ser lançado no mercado nacional. Pilotado por Afo Verde, produtor em grande evidência na cena pop argentina, o CD é coletânea de sucessos da banda, regravados com adesões do cantor espanhol Alejandro Sanz (Volverá, já um hit nas paradas portenhas) e dos brasileiros Rogério Flausino (em Corazón, música que tem a cara do Jota Quest), Dinho Ouro Preto (em Canciones, música que tem a cara do Capital Inicial) e Mallu Magalhães (num harmonioso dueto com o vocalista Dani Martín em Contigo). No todo, o pop rock do El Canto del Loco - mais romântico do que propriamente louco em faixas como Llueve em mi e Puede Ser - ficou com pegada sob a produção de Afo Verde.

7 de outubro de 2010 22:20  
Blogger Vinicius said...

nunca vou entender o preconceito com a música em espanhol no brasil. a gente importa cada porcaria dos eua, e nada d bandas argentinas, espanholas, mexicanas terem lançamento por aqui.

8 de outubro de 2010 10:31  

Postar um comentário

<< Home