25 de setembro de 2010

Djavan abre seu show 'Ária' com terno e violão

É sentado, tocando seu violão e vestindo um terno que remete ao figurino usado na capa de seu recém-lançado CD Ária, que Djavan abre o belo show baseado em seu primeiro disco de intérprete. A abordagem jazzy de Treze de Dezembro - feita nos scats, sem a letra do tema de Luiz Gonzaga e Zé Dantas - dá o start no roteiro do show Ária, cuja turnê nacional estreou na casa Credicard Hall, em São Paulo (SP), em 24 de setembro de 2010. No fim do show, já em pé para cantar seus hits mais dançantes, Djavan - visto no post em foto de Mauro Ferreira - já abandonou a gravata e até o paletó.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

É sentado, tocando seu violão e vestindo um terno que remete ao figurino usado na capa de seu recém-lançado CD Ária, que Djavan abre o belo show baseado em seu primeiro disco de intérprete. A abordagem jazzy de Treze de Dezembro - feita nos scats, sem a letra do tema de Luiz Gonzaga e Zé Dantas - dá o start no roteiro do show Ária, cuja turnê nacional estreou na casa Credicard Hall, em São Paulo (SP), em 24 de setembro de 2010. No fim do show, já em pé para cantar seus hits mais dançantes, Djavan - visto no post em foto de Mauro Ferreira - já abandonou a gravata e até o paletó.

25 de setembro de 2010 10:31  
Blogger Marcelo Donati said...

Treze de Dezembro é originalmente sem letra mesmo, Luiz Gonzaga e Zé Dantas só são responsáveis pela melodia/harmonia.

A letra só veio depois, bem depois, por Gilberto Gil, justamente para homenagear o dia do nascimento do rei do baião.

25 de setembro de 2010 13:56  
Blogger Arê said...

Oie adorei seu post sobre o singular Djavan. Vc tem fotos do show nao consegui tirar, se tiver favor enviar-me
talismaa@hotmail.com

29 de setembro de 2010 21:56  
Blogger Mauro Jr. said...

alguem sabe que terno ele usou?
queria um igual esse.

maurojr1985@gmail.com

15 de maio de 2014 15:49  

Postar um comentário

<< Home