24 de março de 2009

Em CD, o divino 'Momento de Amor' de Elizeth

Um dos discos mais inspirados de Elizeth Cardoso (1920 - 1990), Momento de Amor - lançado em 1968 pela extinta gravadora Copacabana - ganha reedição em CD em série de relançamentos da EMI Music. A Divina estava no auge vocal e os arranjos detalhistas do maestro Ciro Pereira e de Luiz Chaves (do afiado Zimbo Trio) valorizam repertório impecável. Aberto e encerrado com músicas de Tom Jobim (1927 - 1994) e Vinicius de Moraes (1913 - 1980), Derradeira Primavera e Insensatez, Momento de Amor reúne temas do então novato Chico Buarque (Carolina e o samba Lua Cheia, composto com Toquinho), de Edu Lobo (Pra Dizer Adeus, com Torquato Neto) de Durval Ferreira (Chuva, parceria com Pedro Camargo) e de Eumir Deodato (Razão de Viver, com Paulo Sérgio Valle), entre outros compositores. A reedição é pobre, mas, neste caso, há a reprodução da contracapa do LP original na qual há texto de Sérgio Porto (1923 - 1968) - um dos últimos do cronista - sobre o disco e o momento (divino!) de Elizeth Cardoso.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Um dos discos mais inspirados de Elizeth Cardoso (1920 - 1990), Momento de Amor - lançado em 1968 pela extinta gravadora Copacabana - ganha reedição em CD em série de relançamentos da EMI Music. A Divina estava no auge vocal e os arranjos detalhistas do maestro Ciro Pereira e de Luiz Chaves (do afiado Zimbo Trio) valorizam repertório impecável. Aberto e encerrado com músicas de Tom Jobim (1927 - 1994) e Vinicius de Moraes (1913 - 1980), Derradeira Primavera e Insensatez, Momento de Amor reúne temas do então novato Chico Buarque (Carolina e o samba Lua Cheia, composto com Toquinho), de Edu Lobo (Pra Dizer Adeus, com Torquato Neto) de Durval Ferreira (Chuva, parceria com Pedro Camargo) e de Eumir Deodato (Razão de Viver, com Paulo Sérgio Valle), entre outros compositores. A reedição é pobre, mas, neste caso, há a reprodução da contracapa do LP original na qual há texto de Sérgio Porto (1923 - 1968) - um dos últimos do cronista - sobre o disco e o momento (divino!) de Elizeth Cardoso.

24 de março de 2009 18:14  
Blogger Gilberto said...

Olá, você sabe quais foram os outros discos que a EMI relançou nessa nova leva de relanlamentos? Me disseram que foram 10 CDs... por favor, se souber envie para gcustodiojr@gmail.com abraços!

25 de março de 2009 13:34  
Anonymous Roberto Murilo said...

A EMI continua esquartejando a discografia da Divina, relançando os discos sem muito critério, em coleções diferentes ,sem unidade. Merecia a reedição da obra completa ,como fizeram com Simonal, Elza Soares, Clara Nunes, Gonzaguinha, etc... Quanto a "Momento de Amor", é dos melhores de Elizeth, repertório, cantora e arranjos impecáveis.

25 de março de 2009 17:30  
Anonymous Anônimo said...

Pobe por que, Mauro?

30 de março de 2009 09:48  

Postar um comentário

<< Home