4 de fevereiro de 2009

Little Joy cria pequenas alegrias do mundo pop

Resenha de CD
Título: Little Joy
Artista: Little Joy
Gravadora: Som Livre
Cotação: * * * *

Little Joy, o primeiro CD do grupo homônimo, é bem fiel tradução de seu título. O trio que agrega Rodrigo Amarante (egresso do quarteto carioca Los Hermanos), Fabrizio Moretti (firme baterista do grupo norte-americano The Strokes) e a tecladista Binki Shapiro proporciona as pequenas alegrias possíveis no mundo pop ao ouvinte de seu álbum de estréia. É - como já foi dito e repetido incontáveis vezes desde o lançamento do disco no exterior, em novembro de 2008 - um álbum ensolarado, feito para o verão. Guitarras suaves, uma pitada de soft rock, uma eventual batida de reggae e músicas que roçam o pop perfeito - em especial, The Next Time Around e Brand New Start - garantem a satisfação de quem busca arte com diversão no mundo pop. Lançada em janeiro de 2009 pelo selo Som Livre Apresenta (SLAP), a edição brasileira do CD Little Joy chega às lojas em meio a uma turnê nacional que vem angariando fãs para o trio por onde passa. Nem a inabilidade de Binki Shapiro para o canto baixa o astral do álbum. Já Rodrigo Amarante manda bem no inglês. Sim, das 11 coesas faixas, apenas a bela Evaporar é cantada em português. E a cativante música de Amarante poderia figurar em qualquer disco dos Los Hermanos. Assim como With Strangers, faixa que tem a dose mais alta de melancolia. Já em No One's Better Sake o tempero é uma leve psicodelia que remete aos anos 60 - assim como, no geral, este CD que evoca o ensolarado pop californiano. Ouça o disco e vá ao show sem medo de ser feliz.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Little Joy, o primeiro CD do grupo homônimo, é bem fiel tradução de seu título. O trio que agrega Rodrigo Amarante (egresso do quarteto carioca Los Hermanos), Fabrizio Moretti (firme baterista do grupo norte-americano The Strokes) e a tecladista Binki Shapiro proporciona as pequenas alegrias possíveis no mundo pop ao ouvinte de seu álbum de estréia. É - como já foi dito e repetido incontáveis vezes desde o lançamento do disco no exterior, em novembro de 2008 - um álbum ensolarado, feito para o verão. Guitarras suaves, uma pitada de soft rock, uma eventual batida de reggae e músicas que roçam o pop perfeito - em especial, The Next Time Around e Brand New Start - garantem a satisfação de quem busca arte com diversão no mundo pop. Lançada em janeiro de 2009 pelo selo Som Livre Apresenta (SLAP), a edição brasileira do CD Little Joy chega às lojas em meio a uma turnê nacional que vem angariando fãs para o trio por onde passa. Nem a inabilidade de Binki Shapiro para o canto baixa o astral do álbum. Já Rodrigo Amarante manda bem no inglês. Sim, das 11 coesas faixas, apenas a bela Evaporar é cantada em português. E a cativante música de Amarante poderia figurar em qualquer disco dos Los Hermanos. Assim como With Strangers, faixa que tem a dose mais alta de melancolia. Já em No One's Better Sake o tempero é uma leve psicodelia que remete aos anos 60 - assim como, no geral, este CD que evoca o ensolarado pop californiano. Ouça o disco e vá ao show sem medo de ser feliz.

4 de fevereiro de 2009 20:21  
Anonymous flavio said...

Fui ao show e vi uma das melhores coisas do mundo pop dos últimos tempos. A voz melancólica, quase bêbada de Amarante dialoga como poucas com a nossa geração contemporânea urbana. Vale muito a pena.

5 de fevereiro de 2009 09:45  
Blogger ANDRÉ MANS said...

uma preciosidade, de fato
delicinha que só

5 de fevereiro de 2009 13:54  
Anonymous Anônimo said...

Show curto e caro.

O disco parece uma fita demo.

Não entendo como a tosquidão virou estética agora.

Abraços em todos.

5 de fevereiro de 2009 19:04  

Postar um comentário

<< Home