2 de outubro de 2010

Gal canta Caymmi, Gil, Djavan e Ed em 'Total'

Show de caráter retrospectivo, calcado em sucessos, Gal Total enfileira no roteiro músicas de compositores recorrentes na discografia de Gal Costa. Na companhia do violão de Luiz Meira, a cantora revive temas de Dorival Caymmi (1914 - 2008), Tom Jobim (1927 - 1994), Gilberto Gil, Caetano Veloso, Djavan, Ary Barroso (1903 - 1964) e Chico Buarque. Uma das poucas músicas não associadas de imediato à voz cristalina da intérprete é Trem das Onze, mas o clássico de Adoniran Barbosa (1910 - 1982) já é recorrente no roteiro deste show de voz & violão que Gal - vista no post em foto de Mauro Ferreira - vem apresentando pelo Brasil nos últimos quatro anos. A única surpresa do repertório da bela apresentação de Gal Total no Palácio do Anhembi (SP), em 1º de outubro de 2010, foi Chuva de Prata, a balada açucarada de Ed Wilson e Ronaldo Bastos que Gal gravou em 1984 no bom álbum Profana e que marcou o início da (breve) fase de popularização de seu repertório. Eis o sedutor roteiro seguido por Gal Costa na apresentação (única) do show Gal Total no Palácio do Anhembi:
1. Minha Voz, Minha Vida (Caetano Veloso)
2. Eu Vim da Bahia (Gilberto Gil)
3. Azul (Djavan)
4. Meu Bem, meu Mal (Caetano Veloso)
5. Camisa Amarela (Ary Barroso)
6. Folhetim (Chico Buarque)
7. Vatapá (Dorival Caymmi)
8. Samba do Grande Amor (Chico Buarque)
9. Wave (Tom Jobim)
10. Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinicius de Moraes)
11. Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Jorge Guinle)
/ Copacabana (João de Barro e Alberto Ribeiro)
12. Você Não Entenda Nada (Caetano Veloso)
13. Vapor Barato (Jards Macalé e Waly Salomão)
14. Sorte (Celso Fonseca e Ronaldo Bastos)
15. Trem das Onze (Adoniran Barbosa)
16. Quem te Viu, Quem te Vê (Chico Buarque)
17. Festa do Interior (Moraes Moreira e Abel Silva)
18. Aquarela do Brasil (Ary Barroso)
Bis:
19. Chuva de Prata (Ed Wilson e Ronaldo Bastos)
20. Força Estranha (Caetano Veloso)

6 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Show de caráter retrospectivo, calcado em sucessos, Gal Total enfileira no roteiro músicas de compositores recorrentes na discografia de Gal Costa. Na companhia do violão de Luiz Meira, a cantora revive temas de Dorival Caymmi (1914 - 2008), Tom Jobim (1927 - 1994), Gilberto Gil, Caetano Veloso, Djavan, Ary Barroso (1903 - 1964) e Chico Buarque. Uma das poucas músicas não associadas de imediato à voz cristalina da intérprete é Trem das Onze, mas o clássico de Adoniran Barbosa (1910 - 1982) já é recorrente no roteiro deste show de voz & violão que Gal - vista no post em foto de Mauro Ferreira - vem apresentando pelo Brasil nos últimos quatro anos. A única surpresa do repertório da bela apresentação de Gal Total no Palácio do Anhembi (SP), em 1º de outubro de 2010, foi Chuva de Prata, a balada açucarada de Ed Wilson e Ronaldo Bastos que Gal gravou em 1984 no bom álbum Profana e que marcou o início da (breve) fase de popularização de seu repertório. Eis o sedutor roteiro seguido por Gal Costa na apresentação (única) do show Gal Total no Palácio do Anhembi:
1. Minha Voz, Minha Vida (Caetano Veloso)
2. Eu Vim da Bahia (Gilberto Gil)
3. Azul (Djavan)
4. Meu Bem, meu Mal (Caetano Veloso)
5. Camisa Amarela (Ary Barroso)
6. Folhetim (Chico Buarque)
7. Vatapá (Dorival Caymmi)
8. Samba do Grande Amor (Chico Buarque)
9. Wave (Tom Jobim)
10. Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinicius de Moraes)
11. Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Jorge Guinle)
/ Copacabana (João de Barro e Alberto Ribeiro)
12. Você Não Entenda Nada (Caetano Veloso)
13. Vapor Barato (Jards Macalé e Waly Salomão)
14. Sorte (Celso Fonseca e Ronaldo Bastos)
15. Trem das Onze (Adoniran Barbosa)
16. Quem te Viu, Quem te Vê (Chico Buarque)
17. Festa do Interior (Moraes Moreira e Abel Silva)
18. Aquarela do Brasil (Ary Barroso)
Bis:
19. Chuva de Prata (Ed Wilson e Ronaldo Bastos)
20. Força Estranha (Caetano Veloso)

2 de outubro de 2010 09:41  
Blogger douglascigarramarron said...

Uma diva em seu explendor,gal sabe o seu preciosismo,e um voz e violão com a qualidade e o tempero q gal tem neste swol ,só elizeth cardoso teve com rafael rabelo.
Ela está em otíma forma vocal e bem jovem ,uma senhora feliz no palco ,com 65 anos de muito sucesso.

2 de outubro de 2010 09:45  
Blogger Brenda said...

Como estava linda a Gal!

Tomara que seja o retorno da grande cantora que sempre foi!

2 de outubro de 2010 09:46  
Blogger lauro said...

Mas Mauro sempre que ouço Trem das Onze sempre me vem à memória aquela versão ao vivo antiga da Gal... Será q só acontece comigo????

2 de outubro de 2010 18:14  
Blogger Mauro Ferreira said...

Lauro, acredito que isso possa acontecer com vc, mas, no imaginário popular, Trem das Onze não está defitivamente associada a Gal como estão, somente para citar alguns exemplos, Baby, Folhetim, Índia, Festa do Interior etc etc.

Abs, MauroF

3 de outubro de 2010 10:44  
Blogger lauro said...

Mauro grato pela gentileza em responder meu coment. Abs.

3 de outubro de 2010 22:12  

Postar um comentário

<< Home