28 de novembro de 2009

Caetano encerra 'Zii e Zie' sem registrar o show

Samba dado por Caetano Veloso para Chico Buarque gravar em seu primeiro álbum de intérprete, Sinal Fechado (1974), Festa Imodesta foi a novidade do roteiro de Zii e Zie na volta do show ao Rio de Janeiro (RJ) na noite de sexta-feira, 27 de novembro de 2009, na casa Vivo Rio. Único número do set de voz-e-violão do espetáculo, o samba foi dedicado por Caetano a Teresa Cristina, presente na plateia. No bis, o artista - em foto de Mauro Ferreira - incluiu sucesso do grupo Olodum, Nossa Gente (Avisa Lá), em memória de Neguinho do Samba (1955 - 2009), um dos criadores da batida do samba-reggae. Aliás, em entrevistas concedidas para divulgar a volta do show Zii e Zie à cena, Caetano tem chamado atenção para o fato de a mídia carioca e paulista ter tratado com descaso a morte do baiano Neguinho, ocorrida em 31 de outubro.
Na volta de Zii e Zie ao circuito carioca, Caetano anunciou em cena que a turnê nacional do show - estreado em 8 de maio de 2009 no Canecão (RJ) - se encerra com as duas apresentações no Rio de Janeiro e lembrou que foi no palco da casa Vivo Rio que começou a gestação do repertório do CD Zii e Zie com a estreia, em 14 de maio de 2008, do show Obra em Progresso, criado para testar as músicas então inéditas que fariam parte do álbum. E o fato é que Zii e Zie sai de cena sem ter sido registrado em DVD...

20 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Samba dado por Caetano Veloso para Chico Buarque gravar em seu primeiro álbum de intérprete, Sinal Fechado (1974), Festa Imodesta foi a novidade do roteiro de Zii e Zie na volta do show ao Rio de Janeiro (RJ) na noite de sexta-feira, 27 de novembro de 2009. na casa Vivo Rio. Único número do set de voz-e-violão do espetáculo, o samba foi dedicado por Caetano a Teresa Cristina, presente na plateia. No bis, o artista - em foto de Mauro Ferreira - incluiu sucesso do grupo Olodum, Nossa Gente (Avisa Lá), em memória de Neguinho do Samba (1955 - 2009), um dos criadores da batida do samba-reggae. Aliás, em entrevistas concedidas para divulgar a volta do show Zii e Zie à cena, Caetano tem chamado atenção para o fato de a mídia carioca e paulista ter tratado com descaso a morte do baiano Neguinho, ocorrida em 30 de outubro.
Na volta de Zii e Zie ao circuito carioca, Caetano anunciou em cena que a turnê nacional do show - estreado em 8 de maio de 2009 no Canecão (RJ) - se encerra com as duas apresentações no Rio de Janeiro e lembrou que foi no palco da casa Vivo Rio que começou a gestação do repertório do CD Zii e Zie com a estreia, em 14 de maio de 2008, do show Obra em Progresso, criado para testar as músicas então inéditas que fariam parte do álbum. E o fato é que Zii e Zie sai de cena sem ter sido registrado em DVD...

28 de novembro de 2009 12:07  
Anonymous Anônimo said...

lotou ?

28 de novembro de 2009 12:38  
Anonymous Anônimo said...

Esse papo da mídia carioca e paulista ter tratado com descaso a morte do Neguinho é caído. A mídia carioca e paulista nunca considerou Neguinho, nunca deu bola para ele, porquê que haveria de enviar as flores para a enterro?

Vai ver que simplesmente não se considerou ser um artista important ou interessante. Outros artistas do nordeste, mas relevantes, tiveram e têm outro tratamento.

28 de novembro de 2009 13:45  
Blogger Caxito said...

Puxa Vida, ainda acho que Caetano vai gravar DVD, sim...Deus queira!!!!

28 de novembro de 2009 14:04  
Anonymous Anônimo said...

O próximo projeto do Caetano e com a Gal Costa? Será o novo álbum da cantora? VAMOS TORCER!!!

28 de novembro de 2009 14:25  
Anonymous Anônimo said...

Uma pena não ter registro em DVD, mas pelo menos tem uns vídeos até que em boa qualidade da turnê no youtube. Foi bem curta a divulgação desse CD! Esperava por um Zii e Zie Ao Vivo, mas acho que não vai rolar. A versão de Eu Sou Neguinha dessa turnê é muito boa!

28 de novembro de 2009 14:49  
Anonymous Paloma said...

Mauro, é fato que o Zii e Zie, o show, não foi registrado em DVD. Mas o Obra em Progresso, que é a origem de tudo isso daí, com todas as músicas do álbum, foi. Em setembro ou outubro (não lembro bem) do ano passado, no Oi Casagrande. Quem dirigiu a gravação foi o Toni Vanzolini. Será que não vai sair o DVD?

28 de novembro de 2009 16:05  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, não vejo a necessidade de TODO show de TODO artista se transformar em DVD. Acho que fica cansativo e desnecessário. Existem shows que cabem ser transformados em DVD outros não. Senão fica igual a Maria Bethânia , registrando todos os shows em dvd. Eu não aguento mais.

28 de novembro de 2009 16:53  
Anonymous Anônimo said...

Que venha Gal e Caetano em 2010! Vai compor e produzir o novo trabalho dela? Ele disse que nos últimos tempos só tem a cantora na cabeça, só pensa nela! O compositor e sua cantora preferida! Sua estrela!

28 de novembro de 2009 19:15  
Blogger Doug said...

Adoro a beleza simples e sem afetações do trabalho de Teresa Cristina, e Caetano dedicar "Festa imodesta", uma letra que faz a apologia ao compositor popular, é muito significativo. De fato, Teresa, além de ótima cantora é uma compositora maravilhosa, e um dos nossos maiores compositores de todos os tempos parece que já sacou isso.

28 de novembro de 2009 21:12  
Anonymous Anônimo said...

O Caetano não passa pela minha vida musical. Não suporto mais seus textos sobre artistas, como se fosse um deus. O que ele falou do presidente Lula é muita falta de educação. Lula tem defeitos como todo ser humano e como presidente merece respeito. Eu que não gosto do FHC, tenho respeito por ele. Tive educação em casa. Mas Caetano também teve educação familiar. Com suas críticas preconceituosas contra um presidente sem diploma, sua mão de 102 anos, Dona Canô, veio a público chamar atenção do filho. Achei fantástico! Que mulher maravilhosa. Tem educação e continua a educar o velho Caetano. Ela disse em entrevista que o Caetano não tem que falar nada do Lula, pois "é apenas um cantor". Caetano vc é apenas um cantor, sua mãe disse tudo. Meu respeito e carinho a centenária Dona Canô! Amo Dona Canô. Parabéns Maria Betânia por sua mãe forte e inteligente.

28 de novembro de 2009 22:26  
Anonymous Daniel said...

Assisti aqui em Sampa, nesta última temporada. Talvez não haja interesse em transformá-lo em DVD, pois o show é mesmo desinteressante, inclusive visualmente. O repertório tem lá suas pérolas e curiosidades, mas o show tem um roteiro cansativo e arrastado demais. Pra mim, pelo menos, o registro em dvd não fará a menor falta.

29 de novembro de 2009 03:50  
Anonymous Anônimo said...

DANIEL !
Fasso minha sua palavras !
show feio e sem apelo popular nenhum!
Caetano nao brilhou em Zii e Zie !

Romulo Gomes

29 de novembro de 2009 12:34  
Blogger PedroPeter said...

ótimo show. repertório muito significativo e iluminação de primeira (quem entende do assunto, sabe que ficou profissa mesmo).

uma tour de Caetano ou de Bethânia, assim como as de Ney não podem passar batidas sem registro. são as maiores do Brasil, precisam ser explicadas e registradas.

quem dera se houvesse videos das turnês de Gal desde os anos 70, se houvesse Fa-Tal,o show Transa de Caetano, de Chico e Bethânia ao vivo, os shows tropicalistas de Tom Zé e a Refazenda de Gil...

e futuramente as pessoas procurarão pelos vídeos de agora como "Cê", "Noites do Norte", "Zii e Zie", pois se trata de um show de um grande show de Caetano. uma visão do artista pra época, uma forma de acompanhar seu (eterno) desenvolvimento - nunca é só um show.

29 de novembro de 2009 18:10  
Blogger Jorge Reis said...

Caetano perdeu a pegada faz tempo, para aparecer é necessário fazer uso de sua costumeira m,etralhadora giratória e alvejar quem passar pela frente...
Saudades do Caetano que inspirou minha adolescência.

29 de novembro de 2009 19:33  
Anonymous Anônimo said...

Muito louvavel o nao registro desse show. Amo Caetano, considero-o um genio, mas show com essa banda realmente clama por um desprezo desse nivel.

1 de dezembro de 2009 23:00  
Blogger Cleyton said...

Alguém disse que não tem apelo popular... e desde quando Caetano precisa apelar para o público para que goste de seus trabalhos!? Ele já é um mestre no que faz e isso por si só é fato. Fui a este show em João Pessoa/PB e pude comprovar a maravilha de apresentação. Tbm discordo de alguém que disse que não aguenta todo show ser lançado. Se não aguenta, não compra ué! Shows que têm uma contribuição cultural/contemporânea como os de Bethânia, Caetano, Ney, Chico César merecem sim serem registrados para que fique eternamente impresso no mercado artístico brasileiro. Eles são os maiores do nosso país! E se este show realmente não sair em DVD é uma pena... uma verdadeira lacuna artística.

2 de dezembro de 2009 02:43  
Anonymous Anônimo said...

Uma pena o não-registro do show, assisti em BH e achei ótimo! Será que a ideia não seria gravá-lo na temporada internacional, agora que o show vai para o exterior?

4 de dezembro de 2009 00:49  
Blogger Leco said...

É uma pena, porque esse show foi belíssimo. E outra, não sei porque tanta implicância com dvd de show. Não quer não compra. Chatice.

27 de agosto de 2010 00:54  
Blogger V! said...

Acabou que registraram o show hoje, no Vivo Rio. Belíssimo por sinal, vai ser um dvd e tanto. Como disseram, algumas importantes versões são MUITO boas e acabei considerando-as definitivas, como de Maria Bethânia, Irene e SOBRETUDO Eu Sou Neguinha?, definitivamente o ponto alto da noite.

9 de outubro de 2010 04:08  

Postar um comentário

<< Home