27 de setembro de 2009

Bela voz de Belo não floresce no CD 'Primavera'

Resenha de CD
Título: Primavera
Artista: Belo
Gravadora: Sony Music
Cotação: *

No texto em que apresenta o chato oitavo CD solo de Belo, Primavera, o maestro Rildo Hora - um gaitista e produtor bastante requisitado no universo do samba - elogia, com razão, o timbre e a afinação do cantor, projetado na década de 90 como vocalista do grupo paulista Soweto. Sim, somente quem fecha os ouvidos para os ídolos populares - e Belo, a despeito de todo seu conturbado histórico pessoal, continua a ser um deles - pode ignorar que, como cantor, ele realmente está acima da média. Por isso mesmo, é pena que, neste CD Primavera, sua voz seja tão desperdiçada. Mais uma vez. O fiel Prateado produz o disco - com direito a arranjos de cordas de Jota Moreas e a arranjos de metais urdidos com o toque de Serginho Trombone - com total devoção à fórmula insossa do pagode romântico que infestou o mercado fonográfico e as rádios a partir dos anos 90. Mudam os nomes das músicas (Choro, Tudo no Lugar e Invencível, entre outras), mas permanece a qualidade ruim que norteia o repertório. Até um samba de Arlindo Cruz e Sombrinha - Onde Está? - não consegue florescer com o colorido habitual da dupla por conta desse padrão que rege Primavera. Poucas faixas escapam do tom choroso do tal pagode romântico. Em Dona do Pedaço, parceria de Picolé e Prateado, Belo esboça investida pelo suingue do samba-rock. Já a balada Tudo Mudou é versão de tema oriundo do cancioneiro de Jose Ortega, compositor da Costa Rica. Porém, no todo, há pouca variação no CD Primavera. E quem se apaga é a bela voz de Belo.

10 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

No texto em que apresenta o chato oitavo CD solo de Belo, Primavera, o maestro Rildo Hora - um gaitista e produtor bastante requisitado no universo do samba - elogia, com razão, o timbre e a afinação do cantor, projetado na década de 90 como vocalista do grupo paulista Soweto. Sim, somente quem fecha os ouvidos para os ídolos populares - e Belo, a despeito de todo seu conturbado histórico pessoal, continua a ser um deles - pode ignorar que, como cantor, ele realmente está acima da média. Por isso mesmo, é pena que, neste CD Primavera, sua voz seja tão desperdiçada. Mais uma vez. O fiel Prateado produz o disco - com direito a arranjos de cordas de Jota Moreas e a arranjos de metais urdidos com o toque de Serginho Trombone - com total devoção à fórmula insossa do pagode romântico que infestou o mercado fonográfico e as rádios a partir dos anos 90. Mudam os nomes das músicas (Choro, Tudo no Lugar e Invencível, entre outras), mas permanece a qualidade ruim que norteia o repertório. Até um samba de Arlindo Cruz e Sombrinha - Onde Está? - não consegue florescer com o colorido habitual da dupla por conta desse padrão que rege Primavera. Poucas faixas escapam do tom choroso do tal pagode romântico. Em Dona do Pedaço, parceria de Picolé e Prateado, Belo esboça investida pelo suingue do samba-rock. Já a balada Tudo Mudou é versão de tema oriundo do cancioneiro de Jose Ortega, compositor da Costa Rica. Porém, no todo, há pouca variação no CD Primavera. E quem se apaga é a bela voz de Belo.

27 de setembro de 2009 11:12  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, que pena de vc!
Ter que escutar isso!
Falar que a voz do belo é bonita é muita gentileza. Esse estilo pagode - romântico - brega já foi. Onde estão os 500 grupos desse gênero? Sumiram... O que é ruim tem prazo de validade. o Belo é um sobrevivente... Enquanto isso o antigo e velho bom samba de raiz ganha fôlego e se fortalece com artistas como Verônica Ferriani, Roberta Sá, Fabiana Cozza, Mariana Aydar, Diogo Nogueira e muitos outros. Se é bem feito é outra coisa! Mas que move muita gente bacana, isso move. E o mais importante: tem qualidade musical.

27 de setembro de 2009 15:55  
Anonymous Anônimo said...

Não concordo com você a respeito da voz dele, que para mim é chata e enjoada.

27 de setembro de 2009 19:20  
Anonymous Anônimo said...

Bela voz??? Faça-me o favor!

28 de setembro de 2009 07:32  
Anonymous Anônimo said...

Poxa... a voz dele é muito enjoativa. Pelo menos eu acho isso.

28 de setembro de 2009 11:04  
Anonymous Anônimo said...

A voz dele é bonita sim. O problema é o repertório. Do que já foi gravado até hoje, fazendo uma pescaria bem seletiva rende um CD de lados B acima da média.

28 de setembro de 2009 12:09  
Blogger ana paula said...

Amigos, não sou fã do apgode romântico, mas tenho convicção de que o Belo se destaque muito entre os que estão por ai. Sua voz é única, este CD é o mais completo de sua carreira, pois além do pagode romântico vem com samba e balada. Já ouvi o CD inteiro para avaliação e acredito no sucesso com o público fã deste gênero. A música de lançamento está em 1º lugar nas rádios populares em quase todo o Brasil. Impressionante o talento do rapaz.
abraços,

28 de setembro de 2009 12:36  
Blogger Lucho Cláudio said...

A voz dele é única e justamente por isso deveria ter sido melhor aproveitada neste CD.

18 de outubro de 2009 05:05  
Anonymous rods antonio said...

se não de gosta de pagode é uma coisa mas belo atualmente é o melhor cantor do brasil. não é a toa que esta sempre em primeiro nas paradas a voz dele é unica e esse cd primavera realmente deixou um pouco a desejar, mas mesmo assim não paro de ouvir e vai ser sucesso pq relamente ele está acima da media

19 de outubro de 2009 13:59  
Blogger Mariana said...

Gente......... a voz do belo é a voz mais linda que se ouve nas rádios atualmente... o cd está muito bom como sempre... E as músicas são lindas, talvez falta melodia em algumas, mas letra como sempre tem e muitoooo..... amooo incondicionalmente!

17 de novembro de 2009 15:20  

Postar um comentário

<< Home