27 de julho de 2009

O segundo álbum de Mart'nália ganha reedição

O segundo álbum de Mart'nália, lançado originalmente em 1997 pela ZFM Records (companhia fonográfica comandada por seu pai, Martinho da Vila), ganha reedição pela Biscoito Fino, a gravadora que atualmente tem Mart'nália em seu forte elenco. Produzido por Ivan Machado, o CD Minha Cara abrigou 12 músicas, entre temas autorais (Tentação, Contradição e Entretanto, parceria com Mombaça) e incursões pelos repertórios de Carlos Dafé (Pra que Vou Recordar o que Chorei?), Cassiano (Coleção) e Martinho da Vila (Grande Amor). A faixa-título, Minha Cara, é de autoria de Dudu Falcão. Com a reedição de Minha Cara, o único título raro da discografia de Mart'nália fica sendo seu primeiro álbum, Mart'nália, lançado em 1987 pelo extinto selo 3M (com distribuição da companhia na época denominada BMG Ariola) e ainda inédito no formato digital.

12 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

O segundo álbum de Mart'nália, lançado originalmente em 1997 pela ZFM Records (companhia fonográfica comandada por seu pai, Martinho da Vila), ganha reedição pela Biscoito Fino, a gravadora que atualmente tem Mart'nália em seu forte elenco. Produzido por Ivan Machado, o CD Minha Cara abrigou 12 músicas, entre temas autorais (Tentação, Contradição e Entretanto, parceria com Mombaça) e incursões pelos repertórios de Carlos Dafé (Pra que Vou Recordar o que Chorei?), Cassiano (Coleção) e Martinho da Vila (Grande Amor). A faixa-título, Minha Cara, é de autoria de Dudu Falcão. Com a reedição de Minha Cara, o único título raro da discografia de Mart'nália fica sendo seu primeiro álbum, Mart'nália, lançado em 1987 pelo extinto selo 3M (com distribuição da companhia na época denominada BMG Ariola) e ainda inédito no formato digital.

27 de julho de 2009 10:41  
Anonymous Anônimo said...

Será que o álbum Mart'nalia de 1987da 3M algum dia sairá em CD? Tenho em LP e K7 mas gostaria mesmo de tê-lo remasterizado no formato digital. Vamos torcer!! O "Minha Cara" era bem difícil, mas saiu.
Valeu!

27 de julho de 2009 10:45  
Anonymous Anônimo said...

Mart'nália é uma vencedora. Mesmo sendo filha de quem é ralou na ostra na percussão e nos backing vocais, não estourou no primeiro disco e foi trilhando seu caminho.
Não é bonita, mas tem beleza. Não é super femina, mas tem feminilidade a flor da pele. Domina o prazer de estar no palco como poucos e poucas. Divide, de fato, o palco com seus músicos. É uma diva do século XXI, no que há de melhor nisso. É diva por que é, porque sabe chegar, devagar, devarinho.
Já que a BF tá investindo pode catar umas participações especiais dela em discos e shows do Ivan Lins, do Batacotô e lançar como extra, os fãs vão adorar. Inclusive eu.

Carioca da Piedade

27 de julho de 2009 11:29  
Blogger Janio Alcantara said...

Notícia boa e ruim:
Boa por estar sendo relançado um disco da Mart'.
Ruim por ser pela Biscoito Fino que exagera no preço de seus produtos.

27 de julho de 2009 13:22  
Anonymous Anônimo said...

De uns teompos pra cá que descobri oficialmente o trabalho de Martnália e hoje sou fã. comprei todos os discos lançados e terei esse também na minha coleção. Repertório sempre maravilhoso.

27 de julho de 2009 16:48  
Anonymous Anônimo said...

Janio Alcantara disse... com propriedade: a BF exagera no preço.
Muito


Carioca da Piedade

27 de julho de 2009 17:05  
Anonymous Anônimo said...

Obrigado Biscoito Fino. O que é bom não tem valor.
E se não for a Biscoito, quem será ?

27 de julho de 2009 18:14  
Blogger dudu said...

Que bom!!! Martnália merece, ela é muito talentosa.

27 de julho de 2009 18:39  
Anonymous Anônimo said...

É uma implicância com a Biscoito Fino que eu vou te contar.

Nada é perfeito.

Os "críticos" já pararam para pensar ou olhar o catálogo da gravadora e ver a importância que a mesma tem de uns dez anos para cá ?

CHICO; BETHÂNIA; IVAN LINS; OLIVIA BYINGTON; MÔNICA SALMASO; JANE DUBOC; JOYCE; MARCOS SACRAMENTO...

Artistas "novos" e "velhos" - artistas!!! - quando precisam de um porto seguro é na Biscoito - seja lançando ou relançando "quitutes" de FINO gosto.

O preço ? Bom, pode-se comprar o "barato que sai caro" (a chamada economia de burro) ou investir com gosto e para sempre em música eterna.

Continue, Biscoito. O "comilão" de "fino" gosto aqui agradece.

27 de julho de 2009 19:53  
Anonymous Anônimo said...

Menina de talento e personalidade. Não é a toa que está na Biscoito Fino.

Luiz Leite - Belém/PA

27 de julho de 2009 21:08  
Anonymous Anônimo said...

Anônimo disse...
Obrigado Biscoito Fino. O que é bom não tem valor.
E se não for a Biscoito, quem será ?

Caro companheiro há outras gravadoras com menos grana, Delira, Lua, Sala de Som, entre outras que fariam (e fazem) relançamentos com respeito e valores menos proibitivos. O que é bom tem valor sim. Você sabe o quanto vale seu trabalho ? Voce recebe o devido ? Se sim é um dos poucos. O Brasil não é isso. O disco está morrendo e, quem ainda quer dar-lhe sobrevida não quer tirar mais do que o devido. Pagar 32 reais por um cd é caro em reais. Talvez não em dólares ou euros.
Se voce tem para pagar pague. Sorte sua. Mas daí dizer que o bom não tem preço é outra coisa. Essa mentalidade foi uma das molas que levaram o disco para o abismo. Não a única, mas uma das mais fortes. Vamos cobrar caro, quem gosta compra.... Já vi que o anonimo deve ser solteiro, aposentado bem pago e outras coisas..

Carioca da Piedade, que paga o justo. Não compro pirata, mas compro discos regularmente com meu parco dinheirinho, desde os tempos do cruzeiro novo

27 de julho de 2009 22:44  
Anonymous Anônimo said...

Claro que a BF é boa, é papa fina. Claro que seus produtos tem que ser mais caros que a média. Isso entende-se, mas o que não se entende é essa sede ao pote. Eu compro coisas da BF, com prazer. Mas sei, por que sei quanto custa a produção, a divulgação de um bem como esse, que pode ter um valor menos salgado. E reafirmo : tem outras gravadoras que fazem direito, só que não tem a força de mídia que a BF conseguiu construir (com méritos em todos os sentidos).
Carioca da Piedade, que gosta de tudo da BF, mas bem que queria os biscoitos finos a preços para serem consumidos pela massa de assalariados que não compra pirata, mas também não tem como pagar fortunas por seu biscoito fino (artista).

28 de julho de 2009 10:13  

Postar um comentário

<< Home