9 de outubro de 2010

O mundo celebra os 70 anos de John Lennon

O mundo celebra neste sábado, 9 de outubro de 2010, os 70 anos que John Lennon (1940 - 1980) não pôde completar porque foi assassinado aos 40 anos, em 8 de dezembro de 1980. Tributos, gravações inéditas de sua obra (como a de How? - feita por Ozzy Osbourne para venda digital), filmes (como O Garoto de Liverpool, sobre sua conturbada adolescência) e reedições de sua discografia solo festejam a data porque Lennon, a rigor, não morreu fulminado pelas balas do revólver do perturbado Mark David Chapman. No caso, o clichê é tão batido quanto justo e verdadeiro. Lennon é uma das figuras mais importantes da música pop de todos os tempos. Somente pela obra composta com Paul McCartney nos Beatles ele talvez possa até ser apontado como a personagem mais essencial do mundo da música no século 20. Contudo, o fato é que a importância de Lennon transcendeu o universo musical. Suas opiniões e posições políticas se tornaram tão debatidos quanto suas canções - a ponto de Lennon ter sofrido uma perseguição judicial dos Estados Unidos nos anos 70. Ele tinha o que dizer - e disse. Nas letras de suas músicas, em entrevistas e pela sua forma de vida. Por isso, Lennon é celebrado mundialmente neste sábado de 2010 com a mesma saudade que possivelmente o mundo ainda vai sentir daqui a 70 anos. Ele vive!

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

O mundo celebra neste sábado, 9 de outubro de 2010, os 70 anos que John Lennon (1940 - 1980) não pôde completar porque foi assassinado aos 40 anos, em 8 de dezembro de 1980. Tributos, gravações inéditas de sua obra (como a de How? - feita por Ozzy Osbourne para venda digital), filmes (como O Garoto de Liverpool, sobre sua conturbada adolescência) e reedições de sua discografia solo festejam a data porque Lennon, a rigor, não morreu fulminado pelas balas do revólver do perturbado Mark David Chapman. No caso, o clichê é tão batido quanto justo e verdadeiro. Lennon é uma das figuras mais importantes da música pop de todos os tempos. Somente pela obra composta com Paul McCartney nos Beatles ele talvez possa até ser apontado como a personagem mais essencial do mundo da música no século 20. Contudo, o fato é que a importância de Lennon transcendeu o universo musical. Suas opiniões e posições políticas se tornaram tão debatidos quanto suas canções - a ponto de Lennon ter sofrido uma perseguição judicial dos Estados Unidos nos anos 70. Ele tinha o que dizer - e disse. Nas letras de suas músicas, em entrevistas e pela sua forma de vida. Por isso, Lennon é celebrado mundialmente neste sábado de 2010 com a mesma saudade que possivelmente o mundo ainda vai sentir daqui a 70 anos. Ele vive!

9 de outubro de 2010 12:56  
Blogger Absinto Muito said...

Também fizemos uma homenagem ao John, se puder visite o nosso blog e deixe um comentário! http://absintomuitorock.blogspot.com/

10 de outubro de 2010 01:07  
Blogger Luca said...

não sei se Lennon realmente vive pra quem não curtiu Beatles,.

10 de outubro de 2010 15:09  
Blogger Valente said...

Na repescagem do Festival do Rio, esta semana ainda teremos "LennoNYC", sobre a vida de Lennon nos anos 70 em Nova York. Este filme teve várias sessões canceladas durante o festival (acredito que a cópia não tenha chegado a tempo). Portanto, será a grande oportunidade de ver. 5ª feira, às 19h30, no Estação Botafogo. Imperdível pros fãs!

11 de outubro de 2010 00:46  

Postar um comentário

<< Home