8 de setembro de 2010

Trilha de 'É com Esse que Eu Vou' em CD duplo

Em cartaz no Rio de Janeiro (RJ), o musical É com Esse que Eu Vou tem sua trilha sonora editada em CD duplo já posto nas lojas pela gravadora Biscoito Fino. Gravada em estúdio, a vasta trilha enfileira 82 sambas em 28 faixas defendidas pelos sete cantores que compõem o afinado elenco do espetáculo de Charles Moeller & Cláudio Botelho. Em solos e duetos, Alfredo Del-Penho, Beatriz Faria, Lilian Valeska, Mackley Matos, Marcos Sacramento, Pedro Paulo Malta e Soraya Ravenle revivem - sob a direção musical do violonista Luís Filipe de Lima- sambas até então esquecidos como E o Vento Levou (Benedito Lacerda e Herivelto Martins, 1941), Zé Marmita (Brasinha e Luís Antônio, 1953), Sete Horas da Manhã (Ciro de Souza, 1942), Semana Inteira (Klécius Caldas e Armando Cavalcanti, 1953), ... e o 56 Não Veio (Wilson Batista e Haroldo Lobo, 1944), Deus me Perdoe (Lauro Maia e Humberto Teixeira, 1946), Madureira Chorou (Carvalhinho e Júlio Monteiro, 1957), Velho Descarado (Herivelto Martins, 1946), Amor de Carnaval (Zé Kétti, 1968) e Sei que É Covardia (Ataulfo Alves e Claudionor Cruz, 1939), entre outras pérolas garimpadas no baú dos sambas de Carnaval por Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral, idealizadores e pesquisadores do musical É com Esse que Eu Vou. Vale ouvir!!

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Em cartaz no Rio de Janeiro (RJ), o musical É com Esse que Eu Vou tem sua trilha sonora editada em CD duplo já posto nas lojas pela gravadora Biscoito Fino. Gravada em estúdio, a vasta trilha enfileira 82 sambas em 28 faixas defendidas pelos sete cantores que compõem o afinado elenco do espetáculo de Charles Moeller & Cláudio Botelho. Em solos e duetos, Alfredo Del-Penho, Beatriz Faria, Lilian Valeska, Mackley Matos, Marcos Sacramento, Pedro Paulo Malta e Soraya Ravenle revivem - sob a direção musical do violonista Luís Filipe de Lima- sambas até então esquecidos como E o Vento Levou (Benedito Lacerda e Herivelto Martins, 1941), Zé Marmita (Brasinha e Luís Antônio, 1953), Sete Horas da Manhã (Ciro de Souza, 1942), Semana Inteira (Klécius Caldas e Armando Cavalcanti, 1953), ... e o 56 Não Veio (Wilson Batista e Haroldo Lobo, 1944), Deus me Perdoe (Lauro Maia e Humberto Teixeira, 1946), Madureira Chorou (Carvalhinho e Júlio Monteiro, 1957), Velho Descarado (Herivelto Martins, 1946), Amor de Carnaval (Zé Kétti, 1968) e Sei que É Covardia (Ataulfo Alves e Claudionor Cruz, 1939), entre outras pérolas garimpadas no baú dos sambas de Carnaval por Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral, idealizadores e pesquisadores do musical É com Esse que Eu Vou. Vale ouvir!!

8 de setembro de 2010 21:43  

Postar um comentário

<< Home