26 de agosto de 2010

'Y.' confirma talento da cantora espanhola Bebe

Resenha de CD
Título: Y.
Artista: Bebe
Gravadora: EMI Music
Cotação: * * * *

"Sou uma montanha russa que sobe, que desce", perfila-se Bebe com rara sinceridade em Busco-me, um dos 13 temas de seu segundo ótimo álbum, Y., lançado em 2009 no exterior e editado no Brasil neste mês de agosto de 2010 - com mais de um ano de atraso - pela EMI Music. Bebe é uma cantautora de Valência, Espanha, que despontou no mercado fonográfico em 2004 com álbum, Pafuera Telarañas, impulsionado por um single, Malo, de repercussão mundial. Y. confirma o talento de Bebe, cuja inspirada música autoral evoca eventualmente o clima do flamenco - mais por conta da guitarra espanhola ouvida em faixas como Me Fui (o maior destaque do cancioneiro de Y.) e Que Meimporta - sem clichês. Com o uso sempre dosado de programações eletrônicas, particularmente perceptíveis em La Bicha e em Escuece, o álbum exala frescor e soa contemporâneo sem cair na vala comum do pop. As longas letras, confessionais, encorpam som no qual Bebe põe a sua alma.

5 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

"Sou uma montanha russa que sobe, que desce", perfila-se Bebe com rara sinceridade em Busco-me, um dos 13 temas de seu segundo ótimo álbum, Y., lançado em 2009 no exterior e editado no Brasil neste mês de agosto de 2000 - com mais de um ano de atraso - pela EMI Music. Bebe é uma cantautora de Valência, Espanha, que despontou no mercado fonográfico em 2004 com álbum, Pafuera Telarañas, impulsionado por um single, Malo, de repercussão mundial. Y. confirma o talento de Bebe, cuja inspirada música autoral evoca eventualmente o clima do flamenco - mais por conta da guitarra espanhola ouvida em faixas como Me Fui (o maior destaque do cancioneiro de Y.) e Que Meimporta - sem clichês. Com o uso sempre dosado de programações eletrônicas, particularmente perceptíveis em La Bicha e em Escuece, o álbum exala frescor e soa contemporâneo sem cair na vala comum do pop. As longas letras, confessionais, encorpam som no qual Bebe põe a sua alma.

26 de agosto de 2010 20:49  
Blogger André Luís said...

Mauro, só uma correção: é agosto de 2010, você quis dizer, e não de 2000.

26 de agosto de 2010 23:55  
Anonymous Eduardo Mezzonato said...

Que boa notícia! Sempre gostei da Bebe. O cd está maravilhoso! E o melhor foi que eu acabei de trazer o meu da Argentina. Comprei o meu em Buenos Aires por mais ou menos 15 reais, pois lá é tudo a metade do preço e na minha opinião tanto as gravadoras quanto os argentinos, se interessam por uma boa música. Pois a seção de World music deles é de dar inveja em qualquer loja brasileira. Lá eles tem amor a cultura. Mas é uma pena eu ter que viajar para tão longe para poder comprar meus cds favoritos. Enquanto aqui, ao telefonar pra uma gravadora pra saber notícias de lançamentos latinos, o povo vive em reunião ou em horário de lanche.

27 de agosto de 2010 00:13  
Anonymous Retiers said...

Essa resenha entrou para a história do blog por ser a mais curta.Porquê Mauro?

27 de agosto de 2010 10:24  
Blogger Teris said...

Bebe é uma das minhas cantoras favoritas, mto bom saber que ela está ganhando mais espaço no Brasil... Sua música é única e seu álbum perfeito, "y punto" final!

30 de agosto de 2010 12:22  

Postar um comentário

<< Home