16 de agosto de 2010

Artistas regravam jingle oficial do 'Rock in Rio'

Artistas como Ed Motta, Frejat e Pitty regravaram o tema oficial do Rock in Rio para promover o retorno do festival à cidade do Rio de Janeiro (RJ) em 2011. O novo registro do jingle foi feito por um elenco que inclui - além dos nomes já citados - Ivete Sangalo, Rogério Flausino, Ivo Meirelles, Sandra de Sá e Toni Garrido, entre outros. O festival volta ao Rio a partir de setembro de 2011.

5 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Artistas como Ed Motta, Frejat e Pitty regravaram o tema oficial do Rock in Rio para promover o retorno do festival à cidade do Rio de Janeiro (RJ) em 2011. O novo registro do jingle foi feito por um elenco que inclui - além dos nomes já citados - Ivete Sangalo, Rogério Flausino, Ivo Meirelles, Sandra de Sá e Toni Garrido, entre outros. O festival volta ao Rio a partir de setembro de 2011.

16 de agosto de 2010 16:19  
Anonymous Danilo said...

Ficou bem legal a versão, se não tivesse o D2 resmungando no meio seria melhor ainda.

16 de agosto de 2010 18:54  
Anonymous Lurian said...

Mauro sei que esse não é o lugar, mas estranhei você não fazer nenhum comentário à respeito da morte de Abbey Lincoln no último domingo. E assim se vai a última grande dama do jazz. Cantora e ativista política que figurava, inclusive, entre as favoritas de Barak Obhama.

16 de agosto de 2010 22:50  
Anonymous Anônimo said...

Quem regravou o tema oficial será também convidado pra se apresentar? Se sim,tô fora!!

17 de agosto de 2010 18:27  
Anonymous Roberto Murilo said...

Não tenho nada contra o festival, e acho que as pessoas tem o direito á curtir os seus ídolos, mas a verdade é que o Rio de Janeiro vive hoje de megaeventos,e fazem uma auê danado em torno disso e esquecem que não há espaços para música instrumental, o jazz foi praticamente banido da cidade, por empresários musicalmente ignorantes e governos populistas. Salva-se, felizmente, a música clássica, cada vez mais prestigiada e com a OSB crescendo com certeza. Precisamos de uma agenda que prestigie a música que não toca nas rádios, o SESC tem que ser mais atuante como o de São Paulo. Eventos como o Rock in Rio são como a Copa do Mundo, não constituem uma agenda artística contínua e duradoura.

18 de agosto de 2010 21:26  

Postar um comentário

<< Home