16 de julho de 2010

Stereo faz conexões africanas no segundo disco

Com lançamento previsto para o segundo semestre de 2010, o segundo álbum do grupo carioca Stereo Maracanã, Mentalidade Safari, tem intervenções do rapper sudanês Lam Tungwa e de outros artistas africanos. Guitarrista e produtor musical da banda, Maurício Pacheco agendou viagem para Angola, neste mês de julho, para fazer outras conexões para o disco - para o qual o percussionista da banda, o capoeirista Bruno Pé de Boi, compõe ladainhas e corridos que versam sobre as origens africanas dessa luta/dança brasileira. De quebra, Pacheco aproveita a ida ao país do continente africano para produzir CD do cantor angolano Wyza e para começar a gravar a sequência de ComFusões, projeto em que o artista promove a interação de sons angolanos e brasileiros.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Com lançamento previsto para o segundo semestre de 2010, o segundo álbum do grupo carioca Stereo Maracanã, Mentalidade Safari, tem intervenções do rapper sudanês Lam Tungwa e de outros artistas africanos. Guitarrista e produtor musical da banda, Maurício Pacheco agendou viagem para Angola, neste mês de julho, para fazer outras conexões para o disco - para o qual o percussionista da banda, o capoeirista Bruno Pé de Boi, compõe ladainhas e corridos que versam sobre as origens africanas dessa luta/dança brasileira. De quebra, Pacheco aproveita a ida ao país do continente africano para produzir CD do cantor angolano Wyza e para começar a gravar a sequência de ComFusões, projeto em que o artista promove a interação de sons angolanos e brasileiros.

16 de julho de 2010 20:48  

Postar um comentário

<< Home