7 de julho de 2010

Ozzy recupera o peso de outrora com 'Scream'

Resenha de CD
Título: Scream
Artista: Ozzy Osbourne
Gravadora: Sony Music
Cotação: * * * *

Com seu décimo disco solo, Scream, Ozzy Osbourne volta a recuperar o peso de outrora. Após dois álbuns medianos, Down to Earth (2001) e Black Rain (2007), o ex-vocalista do grupo Black Sabbath volta a apresentar um repertório coeso, formatado pelo próprio Ozzy com o produtor Kevin Churko. Talvez a entrada na banda do (excelente) guitarrista Gus G - egresso do grupo Firewind - tenha injetado ânimo juvenil em Ozzy. O fato salutar é que o dinossauro metaleiro reverencia com vigor em Scream a velha escola do rock pesado em temas como Soul Sucker (de início eleito para dar título ao CD), Diggin' me Down e I Want It More. Até as músicas mais lentas, casos de Life Won't Wait e Time, caem bem em um disco de som orgânico e potente. Ozzy grita em Scream que está vivo e que ainda não se tornou um clone de si mesmo. E o mundo musical está ouvindo o berro (revigorante) do lendário metaleiro.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Com seu décimo disco solo, Scream, Ozzy Osbourne volta a recuperar o peso de outrora. Após dois álbuns medianos, Down to Earth (2001) e Black Rain (2007), o ex-vocalista do grupo Black Sabbath volta a apresentar um repertório coeso, formatado pelo próprio Ozzy com o produtor Kevin Churko. Talvez a entrada na banda do (excelente) guitarrista Gus G - egresso do grupo Firewind - tenha injetado ânimo juvenil em Ozzy. O fato salutar é que o dinossauro metaleiro reverencia com vigor em Scream a velha escola do rock pesado em temas como Soul Sucker (de início eleito para dar título ao CD), Diggin' me Down e I Want It More. Até as músicas mais lentas, casos de Life Won't Wait e Time, caem bem em um disco de som orgânico e potente. Ozzy grita em Scream que está vivo e que ainda não se tornou um clone de si mesmo. E o mundo musical está ouvindo o berro (revigorante) do lendário metaleiro.

7 de julho de 2010 10:13  
Blogger Edu Guimarães said...

Ozzy morreu depois do lançamento de Ozzmosis. Depois não fez nada de interessante.

Espero que Tony Iommi não caia na besteira de querer reativar o Black Sabbath com esse senhor que mal consegue cantar e parar em pé num palco.

7 de julho de 2010 14:32  
Blogger Daniel Silva said...

e aí, Mauro. leio sempre o seu blog. fiz um post sobre o disco no meu blog, também, mas, ao contrário do que você falou, escrevi que Ozzy sente falta do guitarrista Zakk Wylde, que, apesar de não ter o virtuosismo do grego Gus G., tem muito mais carisma e alma.

abraço

7 de julho de 2010 14:38  

Postar um comentário

<< Home