27 de junho de 2010

Cañas relança CD 'Hein?' com inédita de Nando

Lançado em julho de 2009 pela Sony Music, o segundo álbum de Ana Cañas - Hein? - ganha reedição, quase um ano depois, com uma faixa-bônus. A novidade é a inédita Luz Antiga, balada composta por Nando Reis para Cañas - de quem o ex-titã se aproximou ao gravar dueto com ela em Pra Você Guardei o Amor, canção do último álbum de Nando, Drês (2009). Disco de tom roqueiro pilotado por Liminha, Hein? destacou temas como o rock Na Multidão e a balada Esconderijo.

8 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Lançado em julho de 2009 pela Sony Music, o segundo álbum de Ana Cañas - Hein? - ganha reedição, quase um ano depois, com uma faixa-bônus. A novidade é a inédita Luz Antiga, balada composta por Nando Reis para Cañas - de quem o ex-titã se aproximou ao gravar dueto com ela em Pra Você Guardei o Amor, canção do último álbum de Nando, Drês (2009). Disco de tom roqueiro pilotado por Liminha, Hein? destacou temas como o rock Na Multidão e a balada Esconderijo.

27 de junho de 2010 17:28  
Anonymous Anônimo said...

Emanuel Andrade disse

Ah Ana Cañas, chega mais perto moça bonita. E canta só pra mim!

27 de junho de 2010 18:23  
Blogger Luca said...

O Nando é um autor que me interessa. aquele disco sim,não só tem musicão. o cara acerta nas baladas e nos rocks

27 de junho de 2010 18:34  
Anonymous Anônimo said...

A Ana tem personalidade. Mas muitas vezes parece não saber lidar com ela. Canta bêbada e grita demais, esquecendo um pouco do preparo vocal que deveria ter. A voz dela é linda. Deveria se definir um pouco mais na música.

27 de junho de 2010 19:51  
Anonymous Anônimo said...

Legal saber disso! Espero que o preço compense já que eu tenho o CD da Ana e sei que nao resistirei em comprar essa nova edição.

Mauro peço licensa para deixar aqui meu twitter @Cdnuts para quem quiser conversar sobre música, trocar ideias sobre MPB e outros estilos

obrigado!

27 de junho de 2010 21:45  
Anonymous Anônimo said...

Eu acho que tudo que ela não tem é personalidade.
Parece um João Bobo de saias ns mãos da gravadora.
Melhor dizendo, Maria Boba.

28 de junho de 2010 00:34  
Anonymous Anônimo said...

Gosto da voz de Ana Cañas mas tb a acho over, por vezes...especialmente nos 'improvisos'. E lamento igualmente suas performances alcoólicas q cortam o barato de quem quer assisti-lacom começo meio e fim.

28 de junho de 2010 12:13  
Blogger Jorge Reis said...

Até gostava da cantora, mas ainda não havia me impressionado...
Até que um dia assistindo "Sarau", com Chico Pinheiro, ela emerge, se autopromovendo de maneira patética, como se sosse a melhor cantora de blues do Universo.
Acho que ninguém precisa se autofragelar para paracer humilde, mas o que eu vi foi muita arrogância e pouca música...

2 de julho de 2010 20:42  

Postar um comentário

<< Home