27 de maio de 2010

Sua Mãe se alimenta do 'kitsch' no seio do rock

Resenha de CD
Título: The Very Best
of the Greatest Hits
Artista: Sua Mãe
Gravadora: Sua Mãe
Records
Cotação: * * 1/2

Banda formada em 1992 pelo ator Wagner Moura com seis colegas da época de faculdade, em Salvador (BA), Sua Mãe chega à maioridade ao mesmo tempo em que chega ao disco - cujo jocoso título, The Very Best of the Greatest Hits, já sinaliza a feliz intenção de não se levar a sério. E talvez esse seja o grande mérito do grupo. Porque, como cantor, Wagner Moura continua sendo extraordinário ator, dos melhores de sua geração. Contudo, se o ouvinte pegar o espírito da coisa, Sua Mãe tem lá seus encantos. A (boa) ideia é se alimentar do cancioneiro kitsch no seio do rock. A brincadeira funciona porque o instrumental é bom e porque temas como Bar de Lira (Helson Hart e Marcela Bellas) remetem ao que toca nos vitrolões que animam o(s) interior(es) do Brasil. Pelo tom descaradamente brega do arranjo e dos versos, Desdenhou de mim (Gabriel Carvalho e Wagner Moura), por exemplo, poderia figurar em qualquer disco de Reginaldo Rossi assim como O Anel de Luiza (Gabriel Carvalho, Claudinho Chacha e Ede Marcus) - descontadas as referências à Bahia contidas na letra - se ajustaria bem ao cancioneiro de Fernando Mendes. Aliás, das 11 músicas do CD, uma das duas que não são assinadas pelos integrantes de Sua Mãe - Na Hora do Adeus (Chico Roque e Carlos Colla) - vem do repertório de Rossi. O problema de Sua Mãe é que as músicas em sua grande maioria são menos inspiradas do que o conceito da banda. O maior destaque é Vanessa e o Véu (Gabriel Carvalho, Wagner Moura e Claudinho Chacha, tema de versos como "Agora entendo / Como se sente / Um whisky 12 anos / A esperar os lábios molhados /Tomando cuidado / Para não se afogar". E, como sempre foram tênues as fronteiras entre o chique e o brega, inclusive porque tais classificações são subjetivas e produtos de mero gosto pessoal, a disposição dos metais no arranjo de Prefixo Solidão (Gabriel Carvalho, Wagner Moura, Claudinho Chacha e Leco) remete ao som muderno dos desativados Los Hermanos. Enfim, Sua Mãe já é maior de idade, mas nem por isso deixa de alimentar o espírito brincalhão que a anima desde os idos de 1992.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Banda formada em 1992 pelo ator Wagner Moura com seis colegas da época de faculdade, em Salvador (BA), Sua Mãe chega à maioridade ao mesmo tempo em que chega ao disco - cujo jocoso título, The Very Best of the Greatest Hits, já sinaliza a feliz intenção de não se levar a sério. E talvez esse seja o grande mérito do grupo. Porque, como cantor, Wagner Moura continua sendo extraordinário ator, dos melhores de sua geração. Contudo, se o ouvinte pegar o espírito da coisa, Sua Mãe tem lá seus encantos. A (boa) ideia é se alimentar do cancioneiro kitsch no seio do rock. A brincadeira funciona porque o instrumental é bom e porque temas como Bar de Lira (Helson Hart e Marcela Bellas) remetem ao que toca nos vitrolões que animam o(s) interior(es) do Brasil. Pelo tom descaradamente brega do arranjo e dos versos, Desdenhou de mim (Gabriel Carvalho e Wagner Moura), por exemplo, poderia figurar em qualquer disco de Reginaldo Rossi assim como O Anel de Luiza (Gabriel Carvalho, Claudinho Chacha e Ede Marcus) - descontadas as referências à Bahia contidas na letra - se ajustaria bem ao cancioneiro de Fernando Mendes. Aliás, das 11 músicas do CD, uma das duas que não são assinadas pelos integrantes de Sua Mãe - Na Hora do Adeus (Chico Roque e Carlos Colla) - vem do repertório de Rossi. O problema de Sua Mãe é que as músicas em sua grande maioria são menos inspiradas do que o conceito da banda. O maior destaque é Vanessa e o Véu (Gabriel Carvalho, Wagner Moura e Claudinho Chacha, tema de versos como "Agora entendo / Como se sente / Um whisky 12 anos / A esperar os lábios molhados /Tomando cuidado / Para não se afogar". E, como sempre foram tênues as fronteiras entre o chique e o brega, inclusive porque tais classificações são subjetivas e produtos de mero gosto pessoal, a disposição dos metais no arranjo de Prefixo Solidão (Gabriel Carvalho, Wagner Moura, Claudinho Chacha e Leco) remete ao som muderno dos desativados Los Hermanos. Enfim, Sua Mãe já é maior de idade, mas nem por isso deixa de alimentar o espírito brincalhão que a anima desde os idos de 1992.

27 de maio de 2010 19:12  

Postar um comentário

<< Home