6 de maio de 2010

Lua refaz disco de Vânia por erro na contracapa

Previsto para ser lançado na primeira semana deste mês de maio de 2010, o disco com que Vânia Bastos celebra seus 30 anos de carreira - Na Boca do Lobo, dedicado ao cancioneiro de Edu Lobo - vai sofrer pequeno atraso na chegada ao mercado. É que a gravadora Lua Music teve que fabricar novamente a primeira tiragem do CD por conta de um erro na contracapa, que informa que a participação de Edu Lobo acontece na faixa No Cordão da Saideira quando, na verdade, o compositor divide com Vânia os versos de Gingado Dobrado. Eis as 12 músicas do CD produzido por Thiago Marques Luiz, sob a direção musical de Ronaldo Rayol:
1. Casa Forte (Edu Lobo) - 1969
2. No Cordão da Saideira (Edu Lobo) - 1967
3. Gingado Dobrado (Edu Lobo e Cacaso) - 1976
4. Glória (Edu Lobo) - 1973
5. Viola Fora de Moda (Edu Lobo e Capinam) - 1973
6. Canção do Amanhecer (Edu Lobo e Vinicius de Moraes) - 1965
7. Vento Bravo (Edu Lobo e Paulo César Pinheiro) - 1973
8. O Circo Místico (Edu Lobo e Chico Buarque) - 1983
9. Negro, Negro (Edu Lobo e Capinam) - 1976
10. Tempo Presente (Edu Lobo e Joyce) - 1980
11. Upa Neguinho (Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri) - 1965
12. Meia-Noite (Edu Lobo e Chico Buarque) - 1985

19 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Previsto para ser lançado na primeira semana deste mês de maio de 2010, o disco com que Vânia Bastos celebra seus 30 anos de carreira - Na Boca do Lobo, dedicado ao cancioneiro de Edu Lobo - vai sofrer pequeno atraso na chegada ao mercado. É que a gravadora Lua Music teve que fabricar novamente a primeira tiragem do CD por conta de um erro na contracapa, que informa que a participação de Edu Lobo acontece na faixa No Cordão da Saideira quando, na verdade, o compositor divide com Vânia os versos de Gingado Dobrado. Eis as 12 músicas do CD produzido por Thiago Marques Luiz, sob a direção musical de Ronaldo Rayol:
1. Casa Forte (Edu Lobo) - 1969
2. No Cordão da Saideira (Edu Lobo) - 1967
3. Gingado Dobrado (Edu Lobo e Cacaso) - 1976
4. Glória (Edu Lobo) - 1973
5. Viola Fora de Moda (Edu Lobo e Capinam) - 1973
6. Canção do Amanhecer (Edu Lobo e Vinicius de Moraes) - 1965
7. Vento Bravo (Edu Lobo e Paulo César Pinheiro) - 1973
8. O Circo Místico (Edu Lobo e Chico Buarque) - 1983
9. Negro, Negro (Edu Lobo e Capinam) - 1976
10. Tempo Presente (Edu Lobo e Joyce) - 1980
11. Upa Neguinho (Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri) - 1968
12. Meia-Noite (Edu Lobo e Chico Buarque) - 1985

6 de maio de 2010 16:37  
Anonymous Léo said...

Mauro, boa tarde. A música "Upa Neguinho" foi composta em 1965, para o musical "Arena Conta Zumbi"

6 de maio de 2010 16:40  
Blogger Mauro Ferreira said...

Grato, Léo, pela participação. Eu relacionei as datas em que as músicas foram lançadas em disco. Abs, MauroF

6 de maio de 2010 16:42  
Anonymous Léo said...

Ok Mauro. Então a música foi lançada em disco em 1966, por Elis Regina ("Dois na Bossa n. 2", disco ao vivo com Jair Rodrigues).
Abs.

6 de maio de 2010 16:51  
Anonymous Anônimo said...

Não vejo a hora de ouvir...

6 de maio de 2010 16:59  
Blogger Mauro Ferreira said...

'Léo', a música foi lançada na trilha do espetáculo, editada em LP em 1965 pela RGE. Portanto, o ano é 1965 mesmo. Grato por sua contribuição. Abs, MauroF

6 de maio de 2010 17:05  
Anonymous Anônimo said...

Grande compositor, belíssima voz. Só pode dar coisa boa. Vamos esperar...

TUNICO / SP

6 de maio de 2010 18:04  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, que vontade de ouvir Edu Lobo com Vânia.
Ela tem uma das mais belas vozes da música brasileira. Discografia impecável. Coisa rara na MPB. Interpretações sempre singulares. O disco com a obra do Tom Jobim é um marco na nossa música.
Marcos - SP

6 de maio de 2010 18:39  
Anonymous Anônimo said...

Vânia é das melhores intérpretes deste país. Edu é luxo só! Será um grande CD.

6 de maio de 2010 19:51  
Anonymous Anônimo said...

Meia Noite e Tempo Presente são duas das melhores composições de Edu, mas senti falta de mais músicas nesse cd. 14 seria um número ideal, espaço no cd todo mundo sabe que existe. Vânia é uma das melhores!!

6 de maio de 2010 21:09  
Blogger anderson_marx said...

Fui ao show de Vânia semana passada em minha cidade. Afinadíssima, bem acompanhada no piano, eloquente e com boa comunicação com a plateia. Só faltou um bis original (cantou duas vezes Adoniram) e um setlist mais coeso. Show simpático.

6 de maio de 2010 22:44  
Anonymous Lurian said...

Tempo presente (Edu Lobo - Joyce) é lindíssima, foi gravada pela Zizi Possi nos anos 80!

7 de maio de 2010 00:14  
Blogger Eliane said...

Vânia não precisa provar mais nada.É só nos encantar.Tenho certeza que este disco vai estar na lista dos melhores do ano.Tudo que ela faz é brilhante.Estamos aguardando o disco.Essa é grande cantora.

7 de maio de 2010 19:16  
Anonymous Anônimo said...

Vânia é maravilhosa mesmo, mas a capa é de um mau gosto inacreditável. Justamente por não ser tão popular ela deveria aparecer na capa. Aí é navegar DEMAIS contra a maré...

7 de maio de 2010 21:10  
Blogger lurian said...

Este comentário foi removido pelo autor.

8 de maio de 2010 12:27  
Blogger lurian said...

Pois achei a capa linda, remete ao artesanal que é a obra de Edu Lobo e aos rendados pernambucanos de que se compõe. Acho avant fugir ao lugar comum da auto-imagem nas capas!

8 de maio de 2010 14:34  
Anonymous Anônimo said...

E o que seria a favor da maré? Posto que também não sei o que está contra a maré...

8 de maio de 2010 19:15  
Anonymous Anônimo said...

Também não curti a capa. Explicações "cabeça" também não me entram não. Sorry!!!

8 de maio de 2010 20:10  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, só publique se achar relevante. Meu respeito pelo seu blog. Vamos lá. Quando a Vânia Bastos lançou o CD com a obra do Tom Jobim. Comprei imediatamente. Vi a Vânia na TV e fiquei fã, amor a primeira vista. Achei a voz dela deslumbrante. Comprei o disco no outro dia. Comecei a escutar com o som bem alto, direto. Um dia estava ouvindo o CD em questão no último volume. Aí um vizinho estrangeiro, de portugal, que morava na frente do meu apartamento, começou a bater em minha porta. Baixei o som e fiquei mudo. O cara continuou batendo. Pensei que fosse dar briga pelo som estar muito alto. Mas o cara queria, apenas e tão somente, saber quem era a cantora do disco. O "portuga" adorou a voz da Vânia Bastos. Fiquei amigo dele e da esposa. E fomos a vários shows da Vânia juntos. Bastos tem um poder de sedução no canto que me comove.
Escutou uma vez, está dominado!
Estou aguardando o Edu Lobo com Vânia. Até sem capa. KKKKKKKKKKKK

8 de maio de 2010 23:48  

Postar um comentário

<< Home