24 de abril de 2010

Werther mistura blues e jazz em 'Turning Point'

Vocalista da banda carioca de blues Big Allanbik, com a qual gravou quatro discos, Ricardo Werther lança pelo selo Delira Blues o CD solo The Turning Point. Na companhia de um quinteto que agrega músicos dos grupos Blues Etílicos e Big Allanbik, o cantor entrelaça sonoridades de jazz e blues ao interpretar repertório que transita pelas obras de Albert King (I've Got my Finger on your Trigger), Buddy Guy (Got to Use Your Head), Johnny Cash (Folsom Prison Blues) e Neil Young (Down by the River), entre outros nomes. Werther também revisita o standard My Funny Valentine (Richard Rodgers e Lorenz Hart). O gaitista Flávio Guimarães toca harmônica em Find 'Em, Fool 'Em and Forget 'Em. Lucinha Turnbull faz vocais em Going in the Hole.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Vocalista da banda carioca de blues Big Allanbik, com a qual gravou quatro discos, Ricardo Werther lança pelo selo Delira Blues o CD solo The Turning Point. Na companhia de um quinteto que agrega músicos dos grupos Blues Etílicos e Big Allanbik, o cantor entrelaça sonoridades de jazz e blues ao interpretar repertório que transita pelas obras de Albert King (I've Got my Finger on your Trigger), Buddy Guy (Got to Use Your Head), Johnny Cash (Folsom Prison Blues) e Neil Young (Down by the River), entre outros nomes. Werther também revisita o standard My Funny Valentine (Richard Rodgers e Lorenz Hart). O gaitista Flávio Guimarães toca harmônica em Find 'Em, Fool 'Em and Forget 'Em. Lucinha Turnbull faz vocais em Going in the Hole.

24 de abril de 2010 12:28  
Anonymous Anônimo said...

Cantor de verdade esse aí.

24 de abril de 2010 14:31  
Anonymous Mafur said...

Venho fazer coro com um outro leitor. Esse cara é um dos grandes cantores que vi. Há uns 10 anos, fui a um bar no meio do mato chamado Nectar e dava a noite como perdida, até esse cidadão subir ao palco. Chapei.

28 de abril de 2010 02:32  

Postar um comentário

<< Home