25 de abril de 2010

Livro seleciona os melhores poemas de Antunes

Nome que se ajusta com rara perfeição ao conceito de 'artista multimídia', Arnaldo Antunes já lançou seu primeiro livro de poesia, Ou E, em 1983, um ano antes de o grupo Titãs gravar seu primeiro álbum. Dono de obra que transita pelo terreno concretista, com influências visíveis de nomes como Augusto de Campos e Décio Pignatari, Antunes agora tem compilada sua vasta produção poética em antologia publicada pela Global Editora dentro da série Melhores Poemas. Abrangente, a seleção da escritora e crítica literária Noemi Jaffe vai do supra-citado Ou E (1983) ao recente Nada de DNA (2006), passando por Psia (1986), Tudos (1990), Nome (1993), 2 ou + Corpos no Mesmo Espaço (1997), Palavra Desordem (2002) e Et Eu Tu (2003). Curiosidade: somente As Coisas (1992) não integra a boa seleção.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Nome que se ajusta com rara perfeição ao conceito de 'artista multimídia', Arnaldo Antunes já lançou seu primeiro livro de poesia, Ou E, em 1983, um ano antes de o grupo Titãs gravar seu primeiro álbum. Dono de obra que transita pelo terreno concretista, com influências visíveis de nomes como Augusto dos Campos e Décio Pignatari, Antunes tem compilada sua vasta produção poética em antologia publicada pela Global Editora dentro da série Melhores Poemas. Abrangente, a seleção da escritora e crítica literária Noemi Jaffe vai do supra-citado Ou E (1983) ao recente Nada de DNA (2006), passando por Psia (1986), Tudos (1990), Nome (1993), 2 ou + Corpos no Mesmo Espaço (1997), Palavra Desordem (2002) e Et Eu Tu (2003). Curiosidade: somente As Coisas (1992) não integra a boa seleção.

25 de abril de 2010 10:15  
Blogger LP said...

Mauro, peço permissão pra divulgar um blog que estou começando dedicado à Marisa Monte: www.salvemarisa.blogspot.com

Eu comecei a prestar atenção em Arnaldo ouvindo Marisa. Coincidentemente, na mesma época, na escola,passei a ler vários textos de Arnaldo do livro "2 ou + corpos..."
Me tornei fã de vez..

25 de abril de 2010 16:15  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, só corrigindo uma coisa: o nome do poeta é Augusto DE Campos, não "dos".

Abraços,

Felipe dos Santos Souza

26 de abril de 2010 02:46  
Blogger Mauro Ferreira said...

Obbrigado, Felipe. Confundi com Augusto dos Anjos. Abs, MauroF

26 de abril de 2010 08:56  

Postar um comentário

<< Home