13 de março de 2010

Bethânia põe 'Serenata' e 'Curare' em gravação

Maria Bethânia incluiu um dos temas mais famosos do compositor Bororó (1898 - 1986) - Curare, cantado a capella pela intérprete - no roteiro do show Amor, Festa, Devoção. A gravação ao vivo do show foi iniciada na noite de sexta-feira, 12 de março de 2010, na casa Vivo Rio (RJ), onde o registro vai ser concluído na apresentação deste sábado, 13 de março. Na volta do espetáculo ao Rio de Janeiro (RJ), cidade onde ele estreou em 23 de outubro de 2009, Bethânia - vista acima em fotos de Mauro Ferreira - pouco alterou o roteiro original. Além de Curare, as únicas novidades foram Serenata do Adeus (Vinicius de Moraes) - que ocupou o lugar de Drama quase ao fim do primeiro ato - e Guriatã (Roque Ferreira), música incluída no bloco sertanejo. Eis o roteiro seguido pela intérprete na apresentação de 12 de março de 2010:
Ato I
1. Santa Bárbara (Roque Ferreira)
2. Vida (Chico Buarque)
Texto: Olho de Lince (Waly Salomão)
3. Feita na Bahia (Roque Ferreira)
4. Coroa do Mar (Roque Ferreira)
5. Linha de Caboclo (Paulo César Pinheiro e Pedro Amorim)
6. Encanteria (Paulo César Pinheiro)
7. É o Amor Outra Vez (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro)
8. Tua (Adriana Calcanhotto)
9. Fonte (Saul Barbosa e Jorge Portugal)
10. Explode Coração (Gonzaguinha)
11. Queixa (Caetano Veloso)
12. Você Perdeu (Márcio Valverde e Nélio Rosa)
13. Dama do Cassino (Caetano Veloso)
14. Até o Fim (Cesar Mendes e Arnaldo Antunes)
15. Serenata do Adeus (Vinicius de Moraes)
16. Balada de Gisberta (Pedro Abrunhosa)
Instrumental
Ato II
17. Não Identificado (Caetano Veloso)
Texto: Mãe Canô (Maria Bethânia)
18. Curare (Bororó)
19. Estrela (Vander Lee)
20. Serra da Boa Esperança (Lamartine Babo)
Texto: Brasil Caboclo (Maria Bethânia)
21. Doce Viola (Jaime Alem)
22. Guriatã (Roque Ferreira)
23. Pescaria (Wilson Ribeiro Pimentel e Conceição Alves Ferreira)
24. Saudade Dela (Roberto Mendes e Nizaldo Costa)
25. Ê Senhora (Vanessa da Mata)
26. Batatinha Roxa (tema de domínio público)
27. Mão do Amor (Roque Ferreira)
28. Saudade Dela (Roberto Mendes e Nizaldo Costa) - reprise
29. Saudade (Moska e Chico César)
30. É o Amor (Zezé Di Camargo)
31. O Nunca Mais (Roberto Mendes e Capinam)
32. Bom Dia (Herivelto Martins)
33. Andorinha (Sylvio Caldas)
34. Bandeira Branca (Max Nunes e Laércio Alves)
35. Domingo (Roque Ferreira)
36. Pronta pra Cantar (Caetano Veloso)
37. O Que É O Que É (Gonzaguinha)
38. Encanteria (Paulo César Pinheiro)
Bis:
39. Reconvexo (Caetano Veloso)

39 Comments:

Anonymous Alexandre Siqueira said...

Boa tarde, Mauro.

O roteiro não saiu.

Cordialmente,
Alexandre Siqueira

13 de março de 2010 14:56  
Blogger Mauro Ferreira said...

Maria Bethânia incluiu um dos temas mais famosos do compositor Bororó (1898 - 1986) - Curare, cantado a capella pela intérprete - no roteiro do show Amor, Festa, Devoção. A gravação ao vivo do show foi iniciada na noite de sexta-feira, 12 de março de 2010, na casa Vivo Rio (RJ), onde o registro vai ser concluído na apresentação deste sábado, 13 de março. Na volta do espetáculo ao Rio de Janeiro (RJ), cidade onde ele estreou em 23 de outubro de 2009, Bethânia - vista acima em fotos de Mauro Ferreira - pouco alterou o roteiro original. Além de Curare, as únicas novidades foram Serenata do Adeus (Vinicius de Moraes) - que ocupou o lugar de Drama quase ao fim do primeiro ato - e Guriatã (Roque Ferreira), música incluída no bloco sertanejo. Eis o roteiro seguido pela intérprete na apresentação de 12 de março de 2010:
Ato I
1. Santa Bárbara (Roque Ferreira)
2. Vida (Chico Buarque)
Texto: Olho de Lince (Waly Salomão)
3. Feita na Bahia (Roque Ferreira)
4. Coroa do Mar (Roque Ferreira)
5. Linha de Caboclo (Paulo César Pinheiro e Pedro Amorim)
6. Encanteria (Paulo César Pinheiro)
7. É o Amor Outra Vez (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro)
8. Tua (Adriana Calcanhotto)
9. Fonte (Saul Barbosa e Jorge Portugal)
10. Explode Coração (Gonzaguinha)
11. Queixa (Caetano Veloso)
12. Você Perdeu (Márcio Valverde e Nélio Rosa)
13. Dama do Cassino (Caetano Veloso)
14. Até o Fim (Cesar Mendes e Arnaldo Antunes)
15. Serenata do Adeus (Vinicius de Moraes)
16. Balada de Gisberta (Pedro Abrunhosa)
Instrumental
Ato II
17. Não Identificado (Caetano Veloso)
Texto: Mãe Canô (Maria Bethânia)
18. Curare (Bororó)
19. Estrela (Vander Lee)
20. Serra da Boa Esperança (Lamartine Babo)
Texto: Brasil Caboclo (Maria Bethânia)
21. Doce Viola (Jaime Alem)
22. Guriatã (Roque Ferreira)
23. Pescaria (Wilson Ribeiro Pimentel e Conceição Alves Ferreira)
24. Saudade Dela (Roberto Mendes e Nizaldo Costa)
25. Ê Senhora (Vanessa da Mata)
26. Batatinha Roxa (tema de domínio público)
27. Mão do Amor (Roque Ferreira)
28. Saudade Dela (Roberto Mendes e Nizaldo Costa) - reprise
29. Saudade (Moska e Chico César)
30. É o Amor (Zezé Di Camargo)
31. O Nunca Mais (Roberto Mendes e Capinam)
32. Bom Dia (Herivelto Martins)
33. Andorinha (Sylvio Caldas)
34. Bandeira Branca (Max Nunes e Laércio Alves)
35. Domingo (Roque Ferreira)
36. Pronta pra Cantar (Caetano Veloso)
37. O Que É O Que É (Gonzaguinha)
38. Encanteria (Paulo César Pinheiro)
Bis:
39. Reconvexo (Caetano Veloso)

13 de março de 2010 14:58  
Blogger Mauro Ferreira said...

Eu vi, Alexandre. É que estou com problemas de conexão. Mas agora já entrou o roteiro. Obrigado pelo aviso, MauroF.

13 de março de 2010 14:59  
Anonymous Anônimo said...

É Mauro, já não aguento mais a Diva cantando em seus discos ao vivo: Vida, É o amor, Explode coração, Reconvexo, O que é o que é. Ela precisa dar um tempo nesse repertório. Por exemplo, ela nunca fez Balada do lado sem luz, mergulho, o lado quente do ser, maravida, fogueira em disco ao vivo, nunca. Então quero dizer que a Diva está desgastando ainda mais essas músicas, veja bem: Vida só consigo ouvir com Chico no original, até que eu ouvi bastante com Betha no Nossos momentos de 82, mas não dá mais não. Tô cansado.

13 de março de 2010 16:11  
Anonymous lurian said...

Gostei muito da inclusão de "Serenata do Adeus", é um grande tema de Vinícius que Bethania já fez muito bem numa gravação etérea com o Dori Caymmi. Fica a expectativa lançada pelo Dori de que um dia ela venha a gravar "Canção do amor demais", embora a gravação de Elizeth seja tão perfeita que intimida a maioria das intérpretes a regravá-la.

13 de março de 2010 16:33  
Anonymous Anônimo said...

Impressionante, Bethania faz um show com cantando 39 canções, cerca de 20 são inéditas e outras 5 ela são inéditas na sua voz e o indvíduo daí de cima vem dizer que está cansado, que não aguenta mais ver a Diva se repetindo!
Dá um tempo! O indivíduo daí de cima deve estar cansado de viver também...
Concordo que fogueira é linda e poderia ser cantada, assim como maravida, mergulho e tanta outras...
Mas de 39 músicas, 25 inéditas e ainda resgantando pérolas como BOM DIA (HERIVELTO MARTINS), não dá para entender uma crítica dessas.

13 de março de 2010 16:36  
Anonymous Sérgio said...

O show foi um absrudo! Bethânia é sempre maravilhosa, mas ontem ela estava mais que o normal... talvez tenha sido por causa da gravação do DVD.. mas o fato é que ela pegou a platéia na mão... a público estava vibrante e participativo, cantando, batendo palmas e com gritos! Esse DVD vai ficar muito bom!

13 de março de 2010 16:40  
Anonymous Livia Brasil said...

Das 39 canções, 29 são inéditas em sua voz. Apenas 10 regravações. A oposição começou cedo hein? Deixem a Diva trabalhar! O show é lindo e certamente o DVD ficará belo!

Uma pena que ela retirou a música DRAMA, pois essa interpretação é maravilhosa! Mas sorte que ela gravou GURIATÃ e SERENATA DO ADEUS! Bethânia é como vinho, sempre melhor.

Mauro, quando o DVD vai ser lançado?

13 de março de 2010 16:46  
Anonymous Pedro said...

a sequência "bom dia" / "andorinha" / "bandeira branca" é uma justa homenagem à dalva de oliveira, a grande musa de bethânia. regravar em dvd três sucessos de dalva em medley é uma homenagem mais que merecida.

13 de março de 2010 16:52  
Anonymous Cássio Castelo Branco said...

Mauro, este projeto sairá em CD ao vivo, além de DVD? Existem interpretações definitivas de Maria Bethânia nesse show que não merecem ficar só em registro audiovisual. Precisam ir pra CD também!

13 de março de 2010 17:21  
Anonymous Raquel said...

Curare (Bororó)

"Você tem boniteza e a natureza foi quem agiu
Com esses olhos de índia curare no corpo que é bem Brasil
Você é toda a Bahia, é a flor no campo da gente de cor
Faz do amor confusão
Numa misturação bem banzeira
Izoneira, que tem raça e tradição
Que é pra machucar minha dor
Nega, neguinha, tudo, tudinho
Meu amorzinho com essa boquinha vermelhinha
Que rasgadinha tem veneno como quê
Conta tristeza e alegria pro seu bem
Que vive a dizer
Que você é diferente de toda essa gente que finge querer"

Pesquisei a letra. De onde Bethânia tira essas pérolas? Qual trecho que ela cantou?

13 de março de 2010 17:26  
Anonymous Anônimo said...

Eu adoro Bethânia, mas ela tem umas músicas que insiste em repetir sempre no repertório dos shows, ela tem que terminar um show ou com Reconvexo ou O que é o que é, nos cansa um pouco... Tirando isso, o roteiro é lindo mesmo, com lindas supresas como Queixa e Balada de Gisberta.

13 de março de 2010 20:03  
Anonymous Anônimo said...

Sério Raquel? Você acha que Curare foi tirada do Baú?

É uma música batida, standard do repertório de todos os cantores da década de 1950 e 1970.

Semana que vem tem mais: Bethânia grava "Chega de Saudade" acompanhada só do violão.

13 de março de 2010 21:16  
Blogger igor said...

Várias pessoas já gfravaram Curare a mais recente gravação é de Sílvia Machete.

14 de março de 2010 00:00  
Anonymous Anônimo said...

Com certeza sou minoria, mas essa super exposição de Bethânia me fez enjoar dela. Não consigo mais ouvi-la.

14 de março de 2010 02:04  
Blogger Pedro e Progresso said...

Concordo... o repertório é quase todo inédito. e mesmo as músicas que Bethânia já cantou ganham arranjos diferentes. ou ficam diferentes pela visão do show, o enredo é outro. dizer que "não aguenta mais" é besteira. faz 10 anos desde o último registro de "Vida" e "É o amor".
.
Curare já foi gravada por João Gilberto.

14 de março de 2010 02:27  
Anonymous Anônimo said...

Ela tem se repetido msm e concordo que a superexposição não é benéfica. Mesmo quem é fã enjoa.

14 de março de 2010 13:19  
Anonymous Anônimo said...

Curare foi gravada também pela Rosa Passos, sendo inclusive título de seu CD (1991). Foi o primeiro trabalho de um artista brasileiro lançado no formato CD.

14 de março de 2010 13:26  
Anonymous Nô Morais said...

Vi Serenata do Adeus em video e arrepiei. Maria é realmente demoníaca.

Quanto as 'canções batidas', MB não faz show para desfilar hits (ela tem inúmeros). Ela escolhe repertório de acordo com o roteiro do espetáculo.

14 de março de 2010 14:02  
Anonymous Anônimo said...

Tem gente que gosta de criticar sem qualquer fundamento.
Repetição?
Como já colocado, as músicas são, na maioria, inéditas.
Superexposição?
Bethânia não aparece na televisão e, salvo raras exceções, não toca em rádio. Tem muito mais sentido falar o contrário (falta de exposição).

14 de março de 2010 14:03  
Anonymous Anônimo said...

Bethania não procura notícia.
Ela É notícia. Fazer o q?

14 de março de 2010 14:47  
Anonymous Anônimo said...

Mano Freire disse....

Não entendo porque alguns fãs ardorosossssss, não admitem críticas sobre seus ídolos. Concordo com o anômimo das 16:11. Compro quase tudo, ouço tudo de Bethânia, mas não sou obrigado a beirar o duscurso da hiperperfeição. Ora, Bethânia é empresária e parece que ninguém sabe disso. Como diria Cazuza atualmente ela volta com as mesmas notícias.Ora acerta em regravações , ora cai no abismo, como o faz com Queixa que ela não gravou quando o irmão fez para ela. Mas arrasa em Dama do Cassino, que sem precisçao emnada com uma canção chata. Acabo de ver Bethania e Ana Carolina no DVD desta última. Não sei como a baiana se passa por um papel daquele. A música é legal, mas o duelo ficou um verdadeiro clichê da era brega dos clipes do Fantástico. Betha não precisa mais passar por isso. Essa série de cds Ao Vivo, está ficando insuportável porque a gente compra e é obrigado a ouvir de novo: Explode Coração, Reconvexo... entre tantas outras de sempre. Isso tira o poder da cantora? NÃO. Mas me irrita porque consumo. Na MPB não sou mais fã de mais ninguém, mas dos trabalhos que chegam sejam novos ou velhos cantores. Como qualquer pacote de biscoito fino a gente pode um dia abusar. Assim prefiro (re)ouvir na íntegra Alteza, Talismã, Mel(algumas coisas), Pássaro da Manhã... O novo é sempre um espelho cheio de reflexos. Mas penso que o que falta em em Bethânia é a colabaração de grandes compositores deste país, sejam velhos e novos. Há uns dez anos ela vem pescando no baú das mesmas figuras repetitivas.

14 de março de 2010 16:56  
Anonymous Sérgio said...

Gente, a oposição tá demais! A Bethânia faz um show cuja base é 70% de músicas INÈDITAS e canta uma ou outra música já conehcida do grande público pra amarrar o roteiro e que tem a ver com o enredo. E as pessoas (fãs de outras) vem aqui cirticar?

E ainda tem a pachorra de dizer que "Curare" é uma música batida e pior: comparam ela com a música "Chega de Saudade". Quando que a música "Curare" tem a mesma exposição que "Chega de Saudade"? Nunca! Que piada!

Que eu saiba, quem tem cantado há pelo menos uns 5 anos coisas como "Chega de Saudade" , "Aquarela do Brasil" , "Fotografia" , "Garota de Ipanema" é Gal Costa.

Bethânia está com repertório renovado, cantando canções que nunca cantou antes. Mas a oposição tenta nivelar tudo por baixo e pega 3 ou 4 canções conehcidas de um roteiro todo inédito e tenta deixar as coisas como se fosse um projeto totalmente de regravações. É muito despeito!

Quanto à Reconvexo, é BIS! Não faz parte de roteiro. E BIS tem que ser música conehcida e pra cima mesmo. Ou vocês querem que ela cante uma música inédita e desconehcida no BIS?

Enquanto a oposição chora aqui, Bethânia segue firme como a grande dama da música brasileira.

14 de março de 2010 17:24  
Anonymous Julio said...

Ahahahaha, desde que quando existe bis em show brasileiros? Tudo muito bem ensaiado, sem nenhuma surpresa.

14 de março de 2010 17:51  
Anonymous Livia Brasil said...

Que discussão chata... a Bethânia faz dois discos com músicas inéditas e faz um show baseado netes dois discos e as pessoas vem reclamar que está repetitivo? Que show se sustenta apenas com inéditas? Nenhum! Mostrem um artista que faz isso que eu vou me curvar.

Eu fui no dia da gravação (ontem) no Vivo Rio e assguro: o show foi PER-FEI-TO. Não tenho dúvidas de que o DVD ficará lindo. A minha procupação é com o restante do DVD!

Eu quero saber é dos extras. Os fãs merecem um extra bem recheado, com making off, depoimentos, clipes, entrevistas e tudo mais! Alô, BISCOITO FINO, não vão pisar na bola hein? Capricha nos extras pelo amor de Deus!

14 de março de 2010 17:58  
Anonymous Anônimo said...

Bethania esteve sublime no show de ontem.
Esta cantora, como diz Zé Simão, continua a mesma, cada vez melhor.

Todos os aplausos pra esta DEUSA.

14 de março de 2010 18:50  
Anonymous Anônimo said...

Fui ao show no sábado e fiquei,mais
uma vez ,encantado com o show e a
performance perfeita dessa grande artista.Serenata do Adeus foi um dos momentos mais lindos.De arrepiar.O show é impecável e muito
envolvente,emocionante.O fato dela reafirmar algumas canções está ligado ao recado que o show deseja passar,ao conceito.TODO artista faz isso.Insiste em algum tema como um mote.Sem dúvida é um privilégio ter e ver Bethania no seu rico e mágico universo.Aqueles que acham repetitivo é simples:não
ir e nem mesmo comprar cds ou dvds.
Espero amsioso pelo dvd dessa cantora que,apesar da idade,está em plena forma.Viva Bethãnia!!!

14 de março de 2010 19:56  
Anonymous Anônimo said...

O texto Olho de Lince já é uma boa resposta que a cantora dá aos "críticos " de plantão.Não é que se queira somente elogios,o que deve ser evitado são comentários infundados,vazios.
Bethania e o show são TUDO.

14 de março de 2010 20:06  
Blogger Santana Filho said...

Neste show Bethânia concilia seu lado 'interior' com o contemporâneo à perfeição.

Não há dúvida que Maria Bethânia é um clássico.

14 de março de 2010 21:32  
Anonymous Anônimo said...

E, melhor, MB é um clássico sempre atual.
Incrível como sua arte não envelhece.

14 de março de 2010 23:17  
Anonymous Anônimo said...

Clássico da mesma coisa de sempre?
Clássico de explode coração?
Clásico do mesmo violão de Jaime Além?
Clásico dos mesmos recitais?

14 de março de 2010 23:23  
Anonymous Anônimo said...

23.23, clássico é clássico. Eterno. Definitivo.
Tipo: Mona Lisa, Callas, E O Vento Levou, Blade Runner, Dom Casmurro, MARIA BETHÂNIA.

Não vais encontrar num clássico o bazar das novidades.

abs

15 de março de 2010 10:38  
Blogger Pedro e Progresso said...

Bethânia lançou 9 discos de estúdio entre 2001 e 2009. Todos eles com repertório basicamente inédito. Qual cantora conseguiu essa façanha em tempo de crise no mercado?
.
MB construiu uma nova sonoridade, sem excessos, fundou um selo, ganhou a crítica (e o 1º prêmio Shell concedido a uma intérprete), lançou APENAS 2 álbuns ao vivo nessa década e estreou 6 turnês incríveis - IMPECÁVEIS - todas viraram dvds pq realmente mereceram.
.
É provavelmente a artista da década.
.
Querem chama-la de repetitiva? ok, encontrem um artista que faça melhor. Pois até um grande cantor como Ney revê sua obra em show.

15 de março de 2010 10:47  
Blogger Pedro e Progresso said...

Erro também falar que MB precisa procurar os grandes compositores. Dêem uma olhada na lista dos compositores desse show antes de falar besteira, por favor. Obrigado, senhores.

15 de março de 2010 10:50  
Anonymous Anônimo said...

O que me interessa é apenas o seguinte : Quando sai o DVD, vai ter extras ??? tomara, eu adoro, entrevistas, saber como ela garimpou o repertório dos cds, quero saber do CD de POESIAS, se vai ser lançado pela biscoito também ??? e saber se ALGUEM COMPROU O BOX que vem com os 2 cds novos ? o que mais vem no box ?

Eduardo Cáffaro - abc

15 de março de 2010 11:29  
Anonymous Anônimo said...

Fui assistir ao show da Bethânia no sábado e no domingo, ela arrasou! Que cantora é essa? Deixa a platéia sem fôlego. O público de Bethânia não pula, fica hipnotizado, sem respirar. È impressionate! Parabéns! Tudo perfeito, roteiro, interpretação. Bravo!
Cris - Rio

18 de março de 2010 11:21  
Anonymous Anônimo said...

Eu havia assistido ao show na estréia da turnê ano passado e havia amado. Roteiro maravilhoso, grandes interpretações. Voltei a assistir na gravação do DVD e fiquei admirada. Mesmo com um show de roteiro perfeito, Bethânia conseguiu incluir surpresas incríveis. Inicialmente fiquei triste com a exclusão de Drama, porque havia adorado, mas depois de assistir Serenata do Adeus, fiquei sem palavras. Foi emocionante, a platéia ficou no ar. Show perfeito, grande Bethânia.
Carla

18 de março de 2010 11:32  
Anonymous Anônimo said...

Emanuel Andrade


De repente consegui essa semana uma gravação caseira meio sofrida, mas brilhante pelo registro do show Álibi que não saiu em mídia alguma. E lá Bethânia canta Não chore mais(Gil), As rosas não falam, Angélica(Chico), Lua de São Jorge, Meu Drama, Interior com Rosinha de Valença, Café da Manhã, Oração ao tempo, e pasmem... Arrombou a festa (Rita Lee). Assim mesmo a Bethania que devia continuar a ser ela mesmo hoje....

19 de março de 2010 23:10  
Anonymous rafael said...

Pois é Emanuel, esses áudios que apareceram na comunidade re(verso) do orkut mecheram com o imaginário dos fãs.Fica uma saudade daquele tempo... hj ta tudo muito sertanejo, chato... Sou fãzaço dela, adoro mesmo, mas ta enchendo isso.. queria algo pop, como Maricotinha, ou atemporal como Imitação da vida.Abraços Mauro

24 de março de 2010 22:28  

Postar um comentário

<< Home