7 de fevereiro de 2010

Padre Fábio lidera o mercado do disco em 2009

Não, não foi à toa que a Som Livre pôs tanta fé em padre Fábio de Melo a ponto de tê-lo convencido a sair da LGK Music para entrar no elenco da gravadora global. Líder do mercado fonográfico brasileiro em 2008, por conta das 542 mil cópias vendidas de seu 11º CD, Vida, padre Fábio (visto à direita em foto de Marcos Hermes) se manteve na liderança em 2009, de acordo com dados da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) referentes ao pífio desempenho do mercado fonográfico nacional em 2009. Nada menos do que três dos dez CDs mais vendidos são do padre cantor, incluindo o campeão Iluminar, editado em novembro. Indício do crescimento dos religiosos num mercado dominado também pelos sertanejos. Beyoncé é a única presença estrangeira na lista, por conta das 239 mil cópias vendidas no Brasil de seu terceiro álbum, I Am...Sasha Fierce (2008). E - pelo fato de ter em seu elenco duplas sertanejas como Bruno & Marrone, Victor & Leo (esta também com três CDs na lista dos dez campeões de 2009) e Zezé Di Camargo & Luciano - a Sony Music assumiu a liderança do mercado fonográfico brasileiro em 2009, ficando à frente de sua histórica rival Universal Music, esta prejudicada pela moderada repercussão comercial do último projeto fonográfico de Ivete Sangalo, Pode Entrar, editado dentro da nova série Multishow Registro. Eis os CDs e os DVDs mais vendidos, no Brasil, em 2009:
CDs
1. Iluminar (Som Livre, 2009) - Padre Fábio de Melo - 264 mil
2. Zezé Di Camargo & Luciano (Sony Music 2008)
- Zezé Di Camargo & Luciano - 261 mil
3. I Am... Sasha Fierce (Sony Music, 2008) - Beyoncé - 239 mil
4. Elas Cantam Roberto Carlos (Sony Music, 2009)
- Vários artistas - 206 mil
5. Promessas (Som Livre, 2009) - Vários artistas - 205 mil
6. Eu e o Tempo ao Vivo (LGK Music / Som Livre, 2009)
- Padre Fábio de Melo - 196 mil
7. Borboletas (Sony Music, 2008) - Victor & Leo - 181 mil cópias
8. Vida (LGK Music / Som Livre, 2008)
- Padre Fábio de Melo - 180 mil (em 2009)
9. Ao Vivo em Uberlândia (Sony Music, 2007)
- Victor & Leo - 152 mil (em 2009)
10. Ao Vivo e em Cores (Sony Music, 2009) - Victor & Leo - 130 mil

DVDs
1. XSBP 8 (Som Livre, 2008) - Xuxa - 371 mil cópias
2. Eu e o Tempo ao Vivo (LGK Music / Som Livre, 2009)
- Padre Fábio de Melo - 294 mil
3. Elas Cantam Roberto Carlos (Sony Music, 2009)
- Vários artistas - 154 mil
4. Paz Sim, Violência Não - Volume 2 (Sony Music, 2008)
- Padre Marcelo Rossi - 145 mil (em 2009)
5. Creio em Deus do Impossível (Som Livre, 2009)
- Padre Reginaldo Manzotti - 129 mil
6. Ao Vivo e em Cores (Sony Music, 2009) - Victor & Leo - 82 mil
7. Pode Entrar - Multishow Registro (Universal Music, 2009)
- Ivete Sangalo - 81 mil
8. Ao Vivo em Uberlândia (Sony Music, 2007)
- Victor & Leo - 81 mil (em 2009)
9. Paz Sim, Violência Não - Volume 1 (Sony Music, 2008)
- Padre Marcelo Rossi - 81 mil (em 2009)
10. De Volta aos Bares (Sony Music, 2009)
- Bruno & Marrone - 74 mil

12 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Não, não foi à toa que a Som Livre pôs tanta fé em padre Fábio de Melo a ponto de tê-lo convencido a sair da LGK Music para entrar no elenco da gravadora global. Líder do mercado fonográfico brasileiro em 2008, por conta das 542 mil cópias vendidas de seu 11º CD, Vida, padre Fábio (visto à direita em foto de Marcos Hermes) se manteve na liderança em 2009, de acordo com dados da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) referentes ao pífio desempenho do mercado fonográfico nacional em 2009. Nada menos do que três dos dez CDs mais vendidos são do padre cantor, incluindo o campeão Iluminar, editado em novembro. Indício do crescimento dos religiosos num mercado dominado também pelos sertanejos. Beyoncé é a única presença estrangeira na lista, por conta das 239 mil cópias vendidas no Brasil de seu terceiro álbum, I Am...Sasha Fierce (2008). E - pelo fato de ter em seu elenco duplas sertanejas como Bruno & Marrone, Victor & Leo (esta também com três CDs na lista dos dez campeões de 2009) e Zezé Di Camargo & Luciano - a Sony Music assumiu a liderança do mercado fonográfico brasileiro em 2009, ficando à frente de sua histórica rival Universal Music, esta prejudicada pela moderada repercussão comercial do último projeto fonográfico de Ivete Sangalo, Pode Entrar, editado dentro da nova série Multishow Registro. Eis os CDs e os DVDs mais vendidos, no Brasil, em 2009:

CDs
1. Iluminar (Som Livre, 2009) - Padre Fábio de Melo - 264 mil
2. Zezé Di Camargo & Luciano (Sony Music 2008)
- Zezé Di Camargo & Luciano - 261 mil
3. I Am... Sasha Fierce (Sony Music, 2008) - Beyoncé - 239 mil
4. Elas Cantam Roberto Carlos (Sony Music, 2009)
- Vários artistas - 206 mil
5. Promessas (Som Livre, 2009) - Vários artistas - 205 mil
6. Eu e o Tempo ao Vivo (LGK Music / Som Livre, 2009)
- Padre Fábio de Melo - 196 mil
7. Borboletas (Sony Music, 2008) - Victor & Leo - 181 mil cópias
8. Vida (LGK Music / Som Livre, 2008)
- Padre Fábio de Melo - 180 mil (em 2009)
9. Ao Vivo em Uberlândia (Sony Music, 2007)
- Victor & Leo - 152 mil (em 2009)
10. Ao Vivo e em Cores (Sony Music, 2009) - Victor & Leo - 130 mil

DVDs
1. XSBP 8 (Som Livre, 2008) - Xuxa - 371 mil cópias
2. Eu e o Tempo ao Vivo (LGK Music / Som Livre, 2009)
- Padre Fábio de Melo - 294 mil
3. Elas Cantam Roberto Carlos (Sony Music, 2009)
- Vários artistas - 154 mil
4. Paz Sim, Violência Não - Volume 2 (Sony Music, 2008)
- Padre Marcelo Rossi - 145 mil (em 2009)
5. Creio em Deus do Impossível (Som Livre, 2009)
- Padre Reginaldo Manzotti - 129 mil
6. Ao Vivo e em Cores (Sony Music, 2009) - Victor & Leo - 82 mil
7. Pode Entrar - Multishow Registro (Universal Music, 2009)
- Ivete Sangalo - 81 mil
8. Ao Vivo em Uberlândia (Sony Music, 2007)
- Victor & Leo - 81 mil (em 2009)
9. Paz Sim, Violência Não - Volume 1 (Sony Music, 2008)
- Padre Marcelo Rossi - 81 mil (em 2009)
10. De Volta aos Bares (Sony Music, 2009)
- Bruno & Marrone - 74 mil

7 de fevereiro de 2010 11:54  
Blogger Célia Porto said...

Desculpe Mauro. Tudo bem se não quiseres levantar polêmica.
Mas, o Padre Fábio de Melo veio a Brasília fazer um Show para o GDF, com um cachê super faturado.
Todos sabem da grande dificuldade que nós Brasilienses estamos passando. O problema se tornou uma preocupação nacional, que está sendo mostrada todos os dias. A falta de vergonha dos atuais governantes de Brasília, que insistem em manter a situação, como se tudo estivesse bem normal, é chocante. O Problema é estrutural para saúde, educação e cultura.
Falamos em Cultura, somente uma definição - Cultura vem de cultivo, coisa da terra, plantação . Por exemplo, para cultura de frutas é preciso limpar, preparar a terra, adubar para receber a semente ou muda, depois regar, ter cuidado com pragas, para daí nascer, brotar um bom fruto. Assim funciona a Cultura, Arte - a mente de um povo, a cabeça é como a terra a ser preparada para receber a boa semente e daí vir os bons pensamentos e inteligência, bom gosto e cidadania.
Com tudo isto quero chegar ao Rei Roberto Carlos, para quem tiro o chapéu, porque teve o bom senso e a coragem de recusar a participação no aniversário de 50 Brasília organizado pelo GDF. Não quer seu trabalho ligado ao gratuito e feio, tudo normal. Este tipo de atitude faz com que todos pensem e reflitam. Só não vê quem ainda acha que - os caras roubam, mas fazem.
Esta Cultura tem que ser extinta. A gente colhe o que planta.

Procure o blog- www.brasiliaoutros50.blogspot.com

7 de fevereiro de 2010 12:34  
Anonymous Anônimo said...

Não sei se a venda de CDs retrata verdadeiramente a popularidade de um cantor ou segmento. Achei estranho na lista de CDs mais vendidos as ausências do Funk e do Pagode que são sem dúvida os segmentos mais ouvidos pela garotada aqui do Rio.
Gostei muito de saber que o DVD do Balão Mágico entrou na lista, afinal, esse grupo marcou minha infância.
E a Sony é esperta, investindo no Gospel seu volume de vendas vai disparar, afinal, os crentes compram muito CD.
E estou impressionada com o êxito do álbum Iluminar, me lembro que foi lançado em dezembro e mesmo assim conseguiu ultrapassar as vendas do segundo colocado. Bom, o que ajudou foi sem dúvida o próprio talento do padre e a época. Eu mesma comprei um para mim e mais dois para dar de presente no Natal. E o Roberto Carlos continua sendo o Rei, consegue estar na lista dos 20 mesmo estando o mercado tão diversificado.
Elaine

7 de fevereiro de 2010 17:12  
Anonymous Anônimo said...

O Funk e o Pagode são os mais populares aqui do Rio e nem chegaram a lista dos 20 mais vendidos.
Será que a venda de CDs é um bom indicador de popularidade?
Elaine

7 de fevereiro de 2010 17:17  
Anonymous Danilo said...

É impressionante como brasileiro aceita qualquer coisa e não merece a (boa)música que tem...

7 de fevereiro de 2010 17:44  
Anonymous Anônimo said...

Celia tem toda a razão. E essa listinha quem merece??? Triste retrato da atual cara desse País. E Dona Dilma ainda vai ganhar essa!!!

8 de fevereiro de 2010 00:41  
Anonymous Anônimo said...

esta lista me da vontade de chorar

8 de fevereiro de 2010 05:05  
Anonymous Anônimo said...

Brasil mostra tua cara.

8 de fevereiro de 2010 15:16  
Anonymous Anônimo said...

Vejam pelo lado positivo: pelo menos cantor católico ainda vende mais que cantor evangélico...

8 de fevereiro de 2010 20:48  
Anonymous Anônimo said...

Ivete Sangalo anda perdendo espaço, hein?

8 de fevereiro de 2010 21:29  
Blogger Edu Meinberg Maranhão said...

Olá Mauro.
Gostaria de saber de onde vc tirou os dados referentes a 2009, já que a página da ABPD só possui informações até 2008.
Se puder, me manda esta info: edumeinberg@gmail.com. Abraço. Edu.

11 de fevereiro de 2010 00:06  
Anonymous Anônimo said...

Eu já vi Shou em Braília que terminou em várias pessoas na emergencia do hospital público,isto que é prejuizo.

18 de fevereiro de 2010 20:03  

Postar um comentário

<< Home