23 de janeiro de 2010

Samba e bossa guiam Meira no segundo CD solo

Resenha de CD
Título: Te Chamo
Felicidade
Artista: Luiz Meira
Gravadora: Sem
Indicação
Cotação: * * *

Te Chamo Felicidade é o segundo disco solo de Luiz Meira, o (bom) violonista que toca com Gal Costa. Editado em setembro de 2009 (porém com circulação e repercussão restritas a Santa Catarina, Estado natal do músico), o sucessor de Intuição (2001) vai ser promovido ao longo deste ano de 2010 com uma série de shows pelas principais capitais do Brasil. A batida do samba pontua o CD. Às vezes, com sotaque bossa-novista, como em Quando Vens (Jean Mafra e Luiz Meira) e em Pra Ficar no Ponto (Dudu Falcão e Danilo Caymmi). Com voz opaca, mas bem colocada, Meira entoa sambas próprios (Vestido Novo, sua melhor parceria com Jean Mafra) e alheios (Libera o Bicho, de Jean Garfunkel e Paulo Garfunkel), recebendo Zeca Baleiro para um dueto em Desasado, tema maroto de Meira com Jean Garfunkel. Entre abordagens instrumentais de clássico do jazz (Autumn Leaves) e de balada de Ivan Lins (Começar de Novo), Meira joga luz sobre lado B da obra ainda pouco explorada de Marcos Valle (Que Bandeira). Sem tentar reinventar a roda, Te Chamo Felicidade se revela um disco feliz que merece atenção.

8 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Já vi vários shows de Gal Costa com Luiz meira, e sempre acho o violão dele tão pouco criativo... pra quem asssitiu o encontro sublime de Gal com Raphael rabello no show "Plural", os shows de violão de voz de Gal Costa com o meira são muito sem graça.

Espero que em trabalho solo o trabalho dele seja mais instigante.

23 de janeiro de 2010 15:27  
Anonymous Bel said...

ele ainda toca com Gal?

23 de janeiro de 2010 15:28  
Anonymous Anônimo said...

Sem querer ser chato: a Gal tem feito algum trabalho - show, enfim seja o que for? A apresentação do Luiz Meira na resenha dá a entender que eles estão trabalhando juntos agora...

23 de janeiro de 2010 15:44  
Anonymous André Roza said...

Oi Mauro, tem um pequeno erro na ultima frase do texto. Acho que ao invés de "Sem tenta reiventar...", deve ser "Sem tentar reinventar...".

24 de janeiro de 2010 22:45  
Blogger Mauro Ferreira said...

Grato, André, por detectar o erro, já corrigido.
abs, MauroF

25 de janeiro de 2010 08:22  
Anonymous Anônimo said...

Cadê Gal nesse cd??????????

25 de janeiro de 2010 11:57  
Anonymous Anônimo said...

Quem esperava Gal no disco, não sabe nada de Luiz Meira!

26 de janeiro de 2010 22:41  
Blogger Cris Carriconde said...

Meira é um guitarrista muito elegante.
Quero muito esse disco.
Gostei de tudo que ouvi no myspace.
Ele acompanha a Gal há anos.

4 de setembro de 2010 18:51  

Postar um comentário

<< Home