2 de janeiro de 2010

Koorax e Juarez valorizam obra autoral de João

Resenha de CD
Título: Bim Bom
The Complete
João Gilberto Songbook
Artista: Ithamara Koorax
& Juarez Moreira
Gravadora: Motema Music
Cotação: * * * *

Já lançado no exterior, porém ainda não editado no Brasil em formato físico, este songbook da dispersa obra autoral de João Gilberto - pouco gravada, com exceção do sambaião Bim Bom que dá título ao CD que une a voz de Ithamara Koorax ao violão de Juarez Moreira - joga boa luz sobre cancioneiro a rigor quase ignorado, já que os holofotes sempre foram direcionados para a revolução estética que o papa da Bossa Nova fez como intérprete, a partir de 1958, ao gravar músicas de compositores como Tom Jobim (1927 - 1994), notadamente a célebre Chega de Saudade e Desafinado. Tal obra não chega a agregar grandes músicas, mas é valorizada por Ithamara e Juarez sem recorrer aos clichês da Bossa Nova. Uma elegância plácida pauta as leituras da dupla para temas como Forgotten Places (bela canção da parceria de João com o xará João Donato, letrada por Lysias Ênio), Minha Saudade (a mais conhecida das parcerias com Donato) e Valsa (esta feita por João para a filha Bebel Gilberto, hoje símbolo internacional da bossa eletrônica). Neste disco, Ithamara se reafirma uma boa cantora - a boa cantora que sempre foi desde fins dos anos 80, quando iniciou carreira que pegou atalho internacional a partir da década de 90 para fugir do congestionamento de um mercado brasileiro então dominado por axés e pagodes ralos - sem cair na tentação de realçar sua técnica rara de forma exibicionista (como eventualmente faz em shows). Basta ouvir sua interpretação para o bolero Hô-Bá-Lá-Lá - o outro tema mais conhecido da obra autoral de João ao lado de Bim Bom, este ouvido no disco com alguns versos em inglês - ou os vocalises que adornam Glass Beads (outra raridade da parceria de João com Donato) e João Marcelo (música composta em tributo ao filho que João teve com a cantora Astrud Gilberto). Já An Embrace to Bonfá é o tema instrumental Um Abraço no Bonfá em que brilha somente o violão preciso de Juarez Moreira. Sem notas jogadas fora, o songbook traz à tona raridades como Undiu - baião gravado pelo autor em seu álbum de 1973 - e Você Esteve com meu Bem?, musica que talvez tenha sido a primeira composta por João, no caso com o parceiro Russo do Pandeiro, e que foi gravada originalmente em 1953 por Marisa Gata Mansa (1933 - 2003). Bela ideia, o songbook de João Gilberto fecha com Acapulco e com a versão em inglês de Hô-Bá-Lá-Lá. Nem tudo que reluz é ouro, mas o duo brilha no CD.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Já lançado no exterior, porém ainda não editado no Brasil em formato físico, este songbook da dispersa obra autoral de João Gilberto - pouco gravada, com exceção do sambaião Bim Bom que dá título ao CD que une a voz de Ithamara Koorax ao violão de Juarez Moreira - joga boa luz sobre cancioneiro a rigor quase ignorado, já que os holofotes sempre foram direcionados para a revolução estética que o papa da Bossa Nova fez como intérprete, a partir de 1958, ao gravar músicas de compositores como Tom Jobim (1927 - 1994), notadamente a célebre Chega de Saudade e Desafinado. Tal obra não chega a agregar grandes músicas, mas é valorizada por Ithamara e Juarez sem recorrer aos clichês da Bossa Nova. Uma elegância plácida pauta as leituras da dupla para temas como Forgotten Places (bela canção da parceria de João com o xará João Donato, letrada por Lysias Ênio), Minha Saudade (a mais conhecida das parcerias com Donato) e Valsa (esta feita por João para a filha Bebel Gilberto, hoje símbolo internacional da bossa eletrônica). Neste disco, Ithamara se reafirma uma boa cantora - a boa cantora que sempre foi desde fins dos anos 80, quando iniciou carreira que pegou atalho internacional a partir da década de 90 para fugir do congestionamento de um mercado brasileiro então dominado por axés e pagodes ralos - sem cair na tentação de realçar sua técnica rara de forma exibicionista (como eventualmente faz em shows). Basta ouvir sua interpretação para o bolero Hô-Bá-Lá-Lá - o outro tema mais conhecido da obra autoral de João ao lado de Bim Bom, este ouvido no disco com alguns versos em inglês - ou os vocalises que adornam Glass Beads (outra raridade da parceria de João com Donato) e João Marcelo (música composta em tributo ao filho que João teve com a cantora Astrud Gilberto). Já An Embrace to Bonfá é o tema instrumental Um Abraço no Bonfá em que brilha somente o violão preciso de Juarez Moreira. Sem notas jogadas fora, o songbook traz à tona raridades como Undiu - baião gravado pelo autor em seu álbum de 1973 - e Você Esteve com meu Bem?, musica que talvez tenha sido a primeira composta por João, no caso com o parceiro Russo do Pandeiro, e que foi gravada originalmente em 1953 por Marisa Gata Mansa (1933 - 2003). Bela ideia, o songbook de João Gilberto fecha com Acapulco e com a versão em inglês de Hô-Bá-Lá-Lá. Nem tudo que reluz é ouro, mas o duo brilha no CD.

2 de janeiro de 2010 11:44  
Anonymous Zuza Zapata said...

Olá amigo,
Gostei muito do seu blog. Tem um email para nos comunicarmos? Sou músico, estou com um disco na mão e gostaria de envia-lo para você.

Desde já obrigado.

2 de janeiro de 2010 17:55  
Anonymous Anônimo said...

Ponto para a dupla. Grande sacada. Um disco que merece ser, pelo menos, ouvido com atenção


Carioca da Piedade

4 de janeiro de 2010 07:34  

Postar um comentário

<< Home