31 de dezembro de 2009

Retrô 2009: Música também é coisa de cinema

Exemplo do sucesso comercial e artístico obtido em 2009 pelos filmes que versam sobre música, a edição em DVD duplo do documentário Palavra Encantada - nas lojas neste mês de dezembro, pela gravadora Biscoito Fino, com fartos extras extraídos de sobras das entrevistas feitas com nomes como Adriana Calcanhotto (que entoa a canção portuguesa Ela Tinha uma Amiga, de Manoela de Freitas e José Mario Branco) e Maria Bethânia (que lê trechos do livro Dentro da Noite Veloz, do poeta Ferreira Gullar) - indica longa vida para o gênero. A música tem sido assunto recorrente na tela. No caso do filme dirigido por Helena Solberg, a partir de argumento de Marcio Debellian, o tema foi a relação entre música e poesia (clique aqui para ler a resenha de Palavra Encantada). Terceiro documentário mais visto no Brasil em 2009, Palavra Encantada foi sucesso num ano em que público e crítica também consagraram filmes sobre Arnaldo Baptista (Loki) e Wilson Simonal (Ninguém Sabe o Duro que Dei), ambos - aliás - também já editados em DVD neste fim de ano.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Exemplo do sucesso comercial e artístico obtido em 2009 pelos filmes que versam sobre música, a edição em DVD duplo do documentário Palavra Encantada - nas lojas neste mês de dezembro, pela gravadora Biscoito Fino, com fartos extras extraídos de sobras das entrevistas feitas com nomes como Adriana Calcanhotto (que entoa a canção portuguesa Ela Tinha uma Amiga, de Manoela de Freitas e José Mario Branco) e Maria Bethânia (que lê trechos do livro Dentro da Noite Veloz, do poeta Ferreira Gullar) - indica longa vida para o gênero. A música tem sido assunto recorrente na tela. No caso do filme dirigido por Helena Solberg, a partir de argumento de Marcio Debellian, o tema foi a relação entre música e poesia (clique aqui para ler a resenha de Palavra Encantada). Terceiro documentário mais visto no Brasil em 2009, Palavra Encantada foi sucesso num ano em que público e crítica também consagraram filmes sobre Arnaldo Baptista (Loki) e Wilson Simonal (Ninguém Sabe o Duro que Dei), ambos - aliás - também já editados em DVD neste fim de ano.

31 de dezembro de 2009 10:24  
Anonymous Alexandre Siqueira said...

O documentário é uma delícia. O roteiro é muito bem costurado e as entrevistas são muito boas. Destaco as já mencionadas Adriana Calcanhotto e Maria Bethânia, e também o fraseado feliz e engraçado de Martinho da Vila. Menção especial à entrevista com Zélia Duncan, sempre lúcida, inteligente e emocionada. Imperdível!

3 de janeiro de 2010 15:24  
Blogger alaniss_2007 said...

Também fiquei encantada com este documentário.
Quando tiver um tempinho passa lá pra ler
http://blogs.myspace.com/index.cfm?fuseaction=blog.view&friendId=392920379&blogId=485556290

3 de janeiro de 2010 16:01  
Blogger Ela said...

http://elatvm.blogspot.com/

Agradeceria se passasse por lá e desse sua opinião.

14 de janeiro de 2010 21:24  

Postar um comentário

<< Home