28 de dezembro de 2009

Fúria de 50 Cent pontua 'Before I Self Destruct'

Resenha de CD
Título: Before I Self
Destruct
Artista: 50 Cent
Gravadora: G Unit
/ Universal Music
Cotação: * * 1/2

Quarto álbum de 50 Cent, Before I Self Destruct foi lançado nos EUA - enfim - em novembro de 2009 após sucessivos adiamentos. A rigor, trata-se do disco que o rapper norte-americano planejara inicialmente para 2007. Só que Before I Self Destruct acabou atropelado por Curtis, que se tornou efetivamente o terceiro álbum de 50 Cent ao ser lançado naquele ano de 2007. Em Curtis, o rapper tentou esboçar ligeira mudança de fórmula, sobretudo nos temas rimados, sendo que, no fim das contas, acabou apresentando mais do mesmo. Já em Before I Self Destruct 50 pega o caminho de volta em direção radical. Sem o apelo comercial de outrora, o astro torna a disparar sua metralhadora giratória em série de raps que versam sobre crime, violência e vingança. A tentativa óbvia é reeditar o impacto de seu primeiro álbum, Get Rich or Die Tryin' (2003). Não por acaso, Dr. Dre - produtor cultuado na cena hip hop dos EUA - embala faixas como Death to my Enemies e Ok, You're Right. Eminem também foi requisitado para figurar em Psycho. Contudo, algo já parece fora da ordem, apesar do potencial radiofônico de singles como Baby by me (no qual figura Ne-Yo). Nem a releitura de Rapper's Delight - hit emblemático de Sugarhill Gangs, rebatizado Gangsta's Delight - consegue fazer o álbum realmente cativar, ainda que uma ou outra batida seja sedutora. Sobra fúria, falta som realmente impactante. Como já denuncia a foto de sua capa, Before I Self Destruct soa como a trilha de um filme já visto. E já dirigido antes com mais inspiração.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Quarto álbum de 50 Cent, Before I Self Destruct foi lançado nos EUA - enfim - em novembro de 2009 após sucessivos adiamentos. A rigor, trata-se do disco que o rapper norte-americano planejara inicialmente para 2007. Só que Before I Self Destruct acabou atropelado por Curtis, que se tornou efetivamente o terceiro álbum de 50 Cent ao ser lançado naquele ano de 2007. Em Curtis, o rapper tentou esboçar ligeira mudança de fórmula, sobretudo nos temas rimados, sendo que, no fim das contas, acabou apresentando mais do mesmo. Já em Before I Self Destruct 50 pega o caminho de volta em direção radical. Sem o apelo comercial de outrora, o astro torna a disparar sua metralhadora giratória em série de raps que versam sobre crime, violência e vingança. A tentativa óbvia é reeditar o impacto de seu primeiro álbum, Get Rich or Die Tryin' (2003). Não por acaso, Dr. Dre - produtor cultuado na cena hip hop dos EUA - embala faixas como Death to my Enemies e Ok, You're Right. Eminem também foi requisitado para figurar em Psycho. Contudo, algo já parece fora da ordem, apesar do potencial radiofônico de singles como Baby by me (no qual figura Ne-Yo). Nem a releitura de Rapper's Delight - hit emblemático de Sugarhill Gangs, rebatizado Gangsta's Delight - consegue fazer o álbum realmente cativar, ainda que uma ou outra batida seja sedutora. Sobra fúria, falta som realmente impactante. Como já denuncia a foto de sua capa, Before I Self Destruct soa como a trilha de um filme já visto. E já dirigido antes com mais inspiração.

28 de dezembro de 2009 19:12  

Postar um comentário

<< Home